Início » Rio Grande do Sul » Sete de Setembro » Notícias


Últimas Notícias da cidade de Sete de Setembro - RS

Redes Sociais

  • Bruna ⚓

    em 21/10/2014
    I'm at Clube Esportivo Sete de Setembro in Lajeado, Rio Grande do Sul https://t.co/2exh2T0EIj
  • Desfile Cívico em Estrela-RS - 7 de setembro de 2013 - Escolas Particulares - Parque Princesa do Vale

    Desfile Cívico em Estrela-RS - Escolas Particulares - 7 de setembro de 2013
  • Fonte: anoticia.clicrbs.com.br em 23/10/2014

    Alunos de Jaraguá do Sul levam projeto para feira de tecnologia e inovação no Rio Grande do Sul
    Mais que isso, o projeto foi bem classificado na Mostra de Iniciação Científica da Bahia e garantiu uma vaga na Mostratec, que ocorre no Rio Grande do Sul de 27 a 31 de outubro ... pesca artesanal do camarão de sete barbas. O camarão tem valor ...

  • Fonte: Jornal Agora em 20/10/2014

    Jornal Agora | O Jornal do Sul
    1Adolescentes são pegos com crack e motocicleta furtada 2Quarto homicídio do ... de plano de carreira ao Executivo 8Mutirão Oftalmológico encaminha pacientes à cirurgia 9Rápidas 10Tecon Rio Grande apresenta aumento de 17% na cabotagem em setembro ...

  • Desfile em 20 de Setembro de 2014 - Colégio Tiradentes da Brigada Militar, Porto Alegre - II

    Em 20 de setembro de 2014, após a passagem em revista à tropa pelo Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Governador em Exercício, aguarda-s...

  • Publicidade
  • matley35

    em 22/09/2014 Via Youtube
    7 de setembro .

    Desfile de 7 de setembro em iraí / rs .

  • Fonte: Jornal do Comércio em 21/10/2014 Brasil

    Cidades do Rio Grande do Sul atingidas por temporal decretam emergência
    A Defesa Civil do Rio Grande do Sul recebeu sete decretos de situação de emergência emitidos por municípios atingidos pelos temporais da semana passada. O levantamento foi divulgado em boletim emitido no final da manhã desta terça-feira (21).

  • Data folha/Ibope erraram mais de 60% das previsões de votos para governador/presidente no primeiro turno !


    André Flávio N Barbosa compartilhou a foto de Pizza Política.
    No 1º turno, Datafolha errou mais da metade das previsões para cargos executivos! O Datafolha errou 63% por cento das previsões de intenção de votos válidos para cargos executivos envolvendo os principais candidatos no primeiro turno, de acordo com levantamento feito pelo Yahoo Brasil com os últimos dados divulgados pela entidade antes das eleições. Sobre o percentual de intenções de voto, o Datafolha errou 17 previsões (63%) - inclusive duas presidenciais - e acertou as outras 10 (37%), envolvendo pesquisas em sete Estados, no Distrito Federal e para Presidência da República. O Yahoo considerou apenas as estimativas para os três primeiros colocados no resultado final. Os acertos consideram resultados finais das votações que ficaram dentro da margem de erro anunciada das pesquisas (de 2% e 3%, dependendo do caso) e também dentro de uma tolerância de 0,5% no levantamento do Yahoo para mais ou para menos além da margem de erro. Na terça-feira, o Yahoo publicou os erros e acertos do Ibope, onde foi constatado, pela métrica utilizada, que o instituto errou 45% de suas previsões. Vale notar que o Ibope fez pesquisas de intenção de voto em todos as unidades federativas e para presidência, totalizando 84 estimativas. Já o Datafolha, como consta em seu website, divulgou pesquisas para presidente e para os governos do Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, em um total de 27 estimativas. Em nenhum dos casos, o Datafolha acertou todos os três percentuais de intenções de voto, e o único no qual errou os três foi no Rio Grande do Sul - uma eleição marcada pelas “surpresas”, considerando que institutos de pesquisa não previram a disparada de José Ivo Sartori (PMDB). O Datafolha previu corretamente, porém, o percentual da candidata à presidência Dilma Rousseff (PT), mesmo que dentro da margem de erro e tolerância; da vitória de Fernando Pimentel (PT) em primeiro turno em Minas Gerais e do triunfo de Geraldo Alckmin em São Paulo. Também previu a vitória de Paulo Câmara (PSB) em primeiro turno em Pernambuco, por exemplo, apesar da estimativa percentual ter subvalorizado o poderio do candidato no Estado, assim como de Beto Richa (PSDB) no Paraná. As pesquisas de opinião, embora sejam um termômetro da corrida eleitoral e praticamente a única referência das campanhas sobre a colocação dos candidatos, podem gerar algumas distorções no cenário eleitoral. Por exemplo, um eleitor que apoia X, pode votar em Y, melhor colocado nas pesquisas, para que Z tenha menos chances. Outra distorção pode ser o menor recebimento de doações para as campanhas de candidatos pior colocados nos rankings. Reportagem especial do Yahoo em setembro mostrou o argumento de um estatístico veterano, que disse que o problema das pesquisas eleitorais não está no dado total das intenções de voto, e sim na margem de erro divulgada, já que é impossível prevê-la nos padrões metodológicos utilizados - ou seja, essa margem pode alterar drasticamente o resultado. Segundo o Datafolha, "as pesquisas realizadas na véspera da eleição medem a INTENÇÃO de voto do eleitorado brasileiro um dia antes do pleito. Têm como objetivo apontar tendências, como a ocorrência ou não de segundo turno e quais candidatos passam para a fase final. As pesquisas de véspera não devem ser utilizadas como uma previsão dos percentuais de cada candidato. Além de ainda existirem indecisos um dia antes da eleição, vários fatores agem sobre a elaboração do voto do eleitor até a concretização da intenção na urna. O exercício do voto útil e o conhecimento do número dos candidatos são exemplos de variáveis que podem influenciar os resultados.” Veja abaixo a tabela compilada pelo Yahoo sobre os resultados em cada Estado que teve pesquisa divulgada no site do Datafolha. https://br.noticias.yahoo.com/datafolha-erra-mais-que-ibope-em-pesquisas-no-1º-turno-234630119.html
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Fut e churrasco⚽⚽🍴🍴 (@ Clube Esportivo Sete de Setembro in Lajeado, Rio Grande do Sul w/ @deivdb11) https://t.co/jmfcok0C6B
  • 20 de Setembro

    O Rio Grande do Sul é cheio de história, cultura e tradição. Para quem não sabe, dia 20 de Setembro comemoramos a data em que nosso estado de tornou uma Repú...

  • 20 de Setembro 2014 Canoas RS

    Desfile Canoas ;Rancho Chucro;André Ellwanger Friedrich; Leonardo Reyes.

  • Fonte: Clic RBS em 20/10/2014 Brasil

    Fiscais da Conab vistoriam estoques públicos em sete Estados, entre eles o Rio Grande do Sul
    Os trabalhos seguirão até 1º de novembro ... Nas sete etapas de fiscalização já realizadas neste ano, foram verificadas perdas e desvios de quase 34 mil toneladas de milho e arroz em armazéns no Mato Grosso, Goiás e Rio Grande do Sul.

  • Publicidade
  • Fonte: radioagencianacional.ebc.com.br em 21/10/2014 Brasil

    Confira notícias do Rio Grande do Sul, Paraíba, Amazonas, Espírito Santo e Mato Grosso
    title=Confira notícias do Rio Grande do Sul, Paraíba ... as inscrições para a oitava Corrida de Rua Zumbi dos Palmares pela Igualdade Racial começam no dia 4 e vão até o dia 6 de novembro, na Secretaria Municipal de Cidadania de Vitória.

  • Fonte: cgn.uol.com.br em 22/10/2014

    Farmácia é arrombada na Rua Sete de Setembro
    Uma farmácia de manipulação localizada na Rua Sete de Setembro, quase esquina com a Rua Rio Grande do Sul, no Centro, teve parte da vidraça destruída no fim da madrugada de hoje (22). A equipe de Rádio Patrulha (RPA) do setor Centro da Polícia ...

  • Desfile em 20 de Setembro de 2014 - Colégio Tiradentes da Brigada Militar, Porto Alegre - III

    Em 20 de setembro de 2014, após a passagem em revista à tropa pelo Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Governador em Exercício, e tendo e...

  • I'm at Clube Esportivo Sete de Setembro in Lajeado, Rio Grande do Sul http://t.co/6QSnwKZGy4
  • Desfile Cívico em Estrela-RS - Escolas Estaduais - 7 de setembro de 2013 - Em frente do Parque Princesa do Vale
  • Desfile em 20 de Setembro de 2014 - Colégio Tiradentes da Brigada Militar, Porto Alegre - I

    Em 20 de setembro de 2014, estando o governador licenciado para se dedicar à campanha pela própria reeleição, o Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Gran...

  • Fonte: G1 em 23/10/2014

    Polícia indicia missionário por morte de jovem afogado em batismo no RS
    ... Região Central do Rio Grande do Sul. O corpo de Rafael Carvalho foi encontrado por pescadores quatro dias depois de o jovem desaparecer em um ritual religioso da Igreja Evangélica Senhor Jesus Cristo, realizado em 19 de setembro às margens do Rio ...

  • http://jornalggn.com.br/noticia/o-historico-de-favorecimento-e-irregularidades-nas-licitacoes-das-urnas-eletronicas O histórico de favorecimento e irregularidades nas licitações das urnas eletrônicas Patricia Faermann Jornal GGN - Com um histórico de polêmicas, a segurança nas urnas eletrônicas já foi apontada por inúmeros especialistas como questionável. A última inovação, o recadastramento biométrico, mostrou sua fragilidade em poucos dias de inauguração: o Tribunal Superior Eleitoral descobriu que diversos eleitores têm mais de um registro na justiça eleitoral. Ao fazer um levantamento no histórico das licitações e contratos com o TSE, a constatação: os serviços de manutenção e segurança das urnas estão, há pelo menos 14 anos, nas mãos de dois únicos consórcios. Uma auditoria realizada em janeiro de 2013, assinada pela advogada especialista em processo eletrônico eleitoral, Maria Aparecida Rocha Cortiz, mostrou que a empresa Módulo Security Solutions S/A prestava serviços de informática ao Tribunal Superior Eleitoral desde 1996, quando o sistema eletrônico foi implantado no Brasil, e que por treze anos (de 2000 a 2013) um único contrato foi firmado com infindáveis prorrogações. O relatório, que teve a coordenação da Fundação Leonel Brizola (do PDT), descobriu ainda que não foi encontrada licitação, em qualquer modalidade, envolvendo a Módulo S/A e o TSE. Os acordos foram fechados pelo método "inexibilidade de licitação", ou seja, que dispensa o processo licitatório, uma contratação de espécie ilegal, segundo a lei nº 8.666, de 1993. Além de concluir pelo favorecimento da companhia, a auditoria apurou os fatos ocorridos nas eleições de 2012, envolvendo os municípios de Londrina, no Paraná, e Saquarema, no Rio de Janeiro, em que foram detectadas irregularidades na prestação do serviço de instalação e segurança SIS. “O SIS monitora todo o ciclo de vida da eleição, desde os ca...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)



  • Gilvan Barreto Brreto compartilhou a foto de Técnicos em Mineração.
    O diamante latino-americano virá da Bahia A mineração de diamante é bem diferente de outras commodities, como o minério de níquel e o de ferro. Normalmente, sem interromper o processo de pesquisa, empresas levam, no mínimo, oito ou nove anos para iniciar a produção. O processo é bem mais complexo, pois durante as sondagens iniciais, a procura é apenas pela ocorrência do kimberlito, rocha que contém o diamante. Depois disso, existe a coleta e a necessidade de uma amostra de grande volume, para identificação do teor. O passo seguinte é uma pesquisa em relação ao valor de mercado e estudos de viabilidade do projeto. Não à toa, áreas do semi-árido da Bahia já aparentavam ter diamantes desde a década de 1930, mas a evolução foi lenta. Alguns garimpeiros se arriscavam no local, mas o processo não é manual, feito para aventureiros. Até os anos 90, pouca coisa aconteceu na região baiana. Foi quando a gigantesca De Beers, com sede em Luxemburgo e atuais projetos de diamante espalhados pelo mundo, como no Canadá, na África do Sul e Namíbia, veio para o Brasil à procura de novas jazidas. A De Beers descobriu 22 corpos kimberlíticos na Bahia, mas não deu continuidade às pesquisas. Várias empresas passaram por ali, mas também abriram mão, por uma série de fatores, como falta de infraestrutura local e custos altos. Num geral, os projetos locais não apresentavam viabilidade econômica. Em meados da década de 2000, a Vaaldiam Resources começou a fazer sondagens em Nordestina (BA), a 340 km da capital Salvador (BA). Um de seus projetos era o Braúna 3 (B3) - Braúna é o nome de uma árvore típica da região, enquanto o número 3 é por conta dos focos numerados sequencialmente na planta, como o Braúna 1, 2, 2 etc. Em 2008, com a crise econômica global, a Vaaldiam vendeu 80% dos direitos do Projeto Braúna 3 (Projeto B3) para alguns executivos. No ano seguinte, eles adquiriram os 100% dos direitos minerários da planta e se tornaram os acionistas da nova companhia nacional, de capital fechado, a Lipari Mineração. Hoje a equipe conta com 25 pessoas. Semi-Industrial O depósito de kimberlito B3, onde foi aberto um pipe vertical e lateralmente, localizado na parte sul da planta, foi o alvo prioritário de pesquisas da companhia. Ele apresentou a maior ocorrência do minério e a viabilidade econômica para o projeto. A maior parte da sondagem, que envolveu 91 furos em pouco mais de 14,5 mil m e teste do depósito a uma profundidade de 350 m, foi feita pela Vaaldiam. Desta forma, a Lipari, em 2010 e 2012, pôde realizar toda a parte de amostragem de grande volume. Em janeiro deste ano, a Lipari recebeu a Licença Prévia (LP) do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), que aprovou o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) feito pela companhia. "Foi uma conquista significativa, que mostrou o nosso compromisso com as questões legais, ambientais, sociais e, especialmente, com as comunidades da áerea de influência, que manifestaram expressivo apoio e receptividade ao projeto", afirmou na época o presidente e diretor executivo, Kenneth Johnson. "Eu não diria que tivemos uma planta piloto, mas sim uma planta 'semi-industrial'. SUa capacidade era um pouco superior. Foi a planta utilizada para fazer as amostras de grande volume, para avaliação dos diamantes gerados e estudos de viabilidade. Em 2010, fizemos campanha de trincheiras com grande volume e, em 2012, outra campanha, mas, desta vez, com 100 m de profundidade e 2,5 m de diâmetro", comenta Fernando Aguiar, vice-presidente e diretor de operações da Lipari Mineração. O trabalho foi feito gradualmente, com base nas Guias de Utilização emitidas pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). No momento, o projeto se encontra em fase de manutenção. Operação A primeira mina de diamantes da América Latina desenvolvida em rocha kimberlítica, a céu aberto, com uma profundidade de 250 m, diâmetro de 340 m e que terá sua lavra em cava por meio de bancadas em espiral, já tem data para sair do papel. "Esperamos que a Licença de Instalação (LI) seja concedida até o fim deste mês de setembro", relata Aguiar. Se realmente entregue, as obras começam em outubro e a mineradora deve ter 20% das obras executadas já até o fim de 2014. Inicialmente, a Lipari esperava iniciar a produção comercial no primeiro trimestre de 2015, mas será postergada por quase um ano. O atraso se deve ao processo de licenciamento, no qual a empresa deu entrada há três anos. Dentro dos procedimentos ambientais, a LP é estimada em 12 meses e a LI, em seis meses. Em tese, as licenças deveriamser concedidas em um ano e meio. Já a Licença de Operação (LO) estará associada à implantação do projeto. Dentro do Cronograma previsto, a mineradora espera iniciar as obras em outubro. A construtora ainda não foi definida. "Caso tudo dê certo, vamos concluir a montagem e iniciar a etapa de comissionamento em setembro de 2015, o que levará três meses. Ou seja, iria até novembro. Teríamos mais dois meses de ramp-up, em dezembro do ano que vem e entrando em janeiro de 2016. Desta forma, esperamos ter praticamente a capacidade plena de produção da planta já em 2016", completa Aguiar. A planta de porte médio vai trabalhar, em capacidade plena, com 60 mil toneladas (mt) de minério de diamante por mês. Em relação ao teor, a média é em torno de 50 quilates (ct) por 100 toneladas (t), internacionalmente conhecido como 50 cpht (sigla em inglês). Isto significa que, numa média de reserva lavrada, existem aproximadamente 50 ct a cada 100 t ne minério. Entretanto, a produção estará muito ligada à capacidade de separação em meio denso, moderna tecnologia utilizada em minas sul-africanas que isola o material leve do pesado, podendo aumentar a velocidade de 100 t/h para 150 t/h, devido à carga circulante no sistema. "É o que chamamos de coração da planta, pois é um sistema que recupera o diamante", relata Aguiar. Resumidamente, o funcionamento será da seguinte forma: o estéril escavado vai para a pilha de estéril, enquanto o minério escavado vai para o estoque e para o pátio de Run of Mine (ROM). Na única usina da planta de beneficiamento, com britagens primária, secundária e rebritagem (uma espécie de terciária), o diamante será separado do kimberlito (rejeito). O rejeito também será conduzido à pilha estéril. Todo o kimberlito será processado na planta e o minério, reduzido à faixa de 1 a 25 mm. Esse material será misturado à água, formando uma polpa, que passará pelo módulo de separação por meio denso. Um ciclone de separação vai separar o material leve do pesado. Por ter uma alta densidade, o diamante estará incorporado ao material pesado. Ele será classificado em quatro faixas de tamanho e seguirá para outro processo, de identificação do diamante, realizado em uma máquina específica. Ela faz a redução por Raio-X de baixa intensidade. O diamante, quando recebe essa emissão, tem a característica de fluorescência. O material coletado irá com um secador infravermelho e cairá numa mesa fechada, onde será feita a coleta manual. Ou seja, o beneficiamento vai até a última etapa, de coleta manual do diamante. Nos sete anos de vida útil da mina, do Projeto B3, a Lipari vai remover 33 milhões de estéril e processar 4,9 Mt de minério. A média, em termos de relação estéril/minério é de 6,8. Ou seja, para cada 1 t de minério, serão removidos 6,8 t de estéril. Todos os 2,5 milhões de quilates de diamante, do tipo gema, serão exportados para a Europa, via aérea. "O volume é muito pequeno. Estamos falando de aproximadamente 6 kg por mês", diz Fábio Borges, diretor financeiro da Lipari. Investimentos Até aqui, a empresa investiu mais de R$ 80 milhões, com todo o capital aportado pelos acionistas. "Os investimentos para 2014 e 2015 vão depender diretamente do desenvolvimento da construção e isso vai envolver a concessão das licenças. Todo o cronograma está condicionado ao ritmo do tempo de obtenção das licenças. Temos projetado um novo ciclo de investimento, que deve ser distribuído ao longo desses próximos anos", afirma Borges. O montante previsto para a implantação do projeto é de aproximadamente R$ 100 milhões. Para as obras de instalação a empresa prevê que sejam contratadas 600 pessoas. Indiretamente, serão gerados 2400 empregos. A estimativa é de que, para a operação, sejam criados 230 novos postos de trabalho diretos e mais 936 indiretos. "Queremos treinar e capacitar o pessoal na região junto ao SENAI. Nosso processo exige certo conhecimento. A tradição na produção de diamante só existe em países como Canadá, África do Sul, Rússia e Austrália. Mas dentro de qualquer processo de tratamento de minério, é normal ter operadores de pá-carregadeira, motoristas de caminhão ou auxiliares no tratamento de minério", destaca o vice-presidente da mineradora. Na parte da mina, poucas máquinas foram adquiridas, pois o prazo de entrega é rápido. O desmonte do minério será feito por explosivos. Como avanço tecnológico e inovação para o projeto, a Lipari Mineração trouxe um equipamento da Alemanha. Trata-se de uma centrífuga do tipo Decanter,que fará o desaguamento do rejeito fino. A região tem uma carência grande de água, mesmo com a mina próxima ao Rio Itapicuru. Por isso, a mineradora procurou reduzir ao máximo o consumo de água, não a utilizando na barragem. A característica do minério não era compatível com outros filtros e sistemas, que motivou a escolha da centrífuga. Um espessador pega toda a fração fina, abaixo de 0,5 mm, e tira a água desse material, trazendo-a de volta ao circuito. O material adensado ainda tem em torno de 63% de água e seria bombeado para uma barragem de rejeitos. "Aí que entramos com a centrífuga. Eliminamos a barragem e diminuímos o consumo de água. O equipamento deixa o material fino com, no máximo, 20% de umidade e a água retorna ao processo. Prevemos cerca de 98% de recuperação de água ao circuito. Portanto, utilizaremos apenas 2% de água nova no circuito", fecha. A opção pelo sistema de desaguamento e não pela barragem de rejeitos faz com que apenas 10 m³/h de água sejam bombeados e aumenta a água recirculada em 20³/h. Futuro O Projeto B3 tem vida útil de sete anos. No entanto, a companhia pode estender a produção de duas formas. Uma delas é a possibilidade de lavra nas partes central e norte da planta - no sul, está o B3. Parte do minério nesses locais, por questões geotécnicas, vai ser lavrado e estocado. Isso representa cerca de 1 Mt. "É uma estratégia, pois quando desenvolvemos estudos superficiais dessa área, o teor não se mostrou viável economicamente", diz Aguiar. "Porém, fizemos apenas estudos na superfície dessas áreas, precisamos testar o teor de uma profundidade de até 250m", completa. Dessa forma, o projeto poderia ser estendido no mínimo por mais um ano e meio e, no máximo, por mais três anos. Isso sem falar da segunda alternativa. A Lipari Mineração também já fez estudos preliminares para o potencial de uma mina subterrânea, com uma sondagem acusando presença do minério a uma profundidade de 350 m. "Precisamos de mais estudos para ver se vai mais fundo e qual espessura. Nos dois ou três primeiros anos de operação do B3 já devemos ter uma definição, com maiores detalhes sobre a mina a céu aberto e sobre a qualidade do diamante", conta Aguiar. A companhia vai definir os furos e a profundidade, para posteriores estudos geotécnicos. A última etapa será o estudo de viabilidade. Outro ponto para essa definição já no segundo ou terceiro ano de produção do B3 se deve ao fato de que, no quinto ou sexto ano de lavra, a Lipari já precisaria iniciar o desenvolvimento da mina subterrânea. Assim, quando chegasse ao sétimo e último ano de produção do B3, haverá a continuidade da operação, sem interrupção. Para se ter uma idéia da importância do projeto, a Mina Braúna vai elevar em cinco vezes a produção brasileira de diamantes. Em todo o mundo, há apenas 22 minas semelhantes a que será implantada em Nordestina. É a introdução de um novo conhecimento e de novas técnicas no País. Fonte: Revista In The Mine (via Geofísica Brasil) #TNT
    Fotos da linha do tempo.
    Sessão (1 de 5)
  • Fonte: Diário de Canoas em 23/10/2014

    Comércio gaúcho apresenta crescimento de empregos em setembro
    ... é que mais vagas sejam abertas e preenchidas no Estado nos meses de outubro e novembro Porto Alegre - O número de empregos no comércio cresceu no Rio Grande do Sul no mês de setembro em comparação com o mês de agosto. O saldo positivo foi de 2 ...

  • Saiba onde se cadastrar para ser doador de medula óssea no RS

    Ajudar quem necessita pode ser rápido e indolor. Atualmente 1,2 mil pessoas aguardam por um transplante de medula óssea no Brasil. Para se tornar doador, o voluntário deve se dirigir a uma das unidades habilitadas, espalhadas por todo o Rio Grande do Sul, cadastrar seus contatos e retirar uma pequena quantidade de sangue, que irá para o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).
    A coleta de sangue é feita apenas uma vez e o doador fica cadastrado até completar 60 anos, tendo sua compatibilidade automaticamente verificada. Caso seja compátivel com algum integrante da lista de espera, é questionado se deseja fazer a doação. Telefones e endereços precisam estar sempre atualizados a fim de possibilitar a localização do voluntário.
    Confira abaixo locais de cadastramento no estado. No interior é necessário ligar e se informar sobre os dias e os horários de coleta.
    Porto Alegre
    Hemocentro (Av. Bento Gonçalves, 3722)
    Contato: (51) 3336.6755
    Hospital de Clínicas (Rua São Manoel, 543)
    Contato: (51) 3359.8504
    Santa Casa (Av. Independência, 75) 
    Contato: (51) 3214.8670
    Alegrete
    Hemocentro (Rua Gen. Sampaio, 10)
    Contato: (55) 3426.4127
    Caxias do Sul
    Hemocentro (Rua Ernesto Alves, 2260)
    Contato: (54) 3290.4576/ 3290.4577
    Cruz Alta
    Hemocentro (Rua Barão do Rio Branco, 1445)
    Contato: (55) 3326.3168
    Palmeira das Missões
    Hemocentro (Rua Nassib Nassif esquina Gen. Osório, 351)
    Contato: (55) 3742.5676
    Passo Fundo
    Hemocentro (Av. Sete de Setembro, 1055)
    Contato: (54) 3311.5555
    Pelotas
    Hemocentro (Av. Bento Gonçalves, 4569)
    Contato: (53) 3222.3002
    Santa Maria
    Hemocentro (Rua Alameda Santiago do Chile, 35)
    Contato: (55) 3221.5262/ 3221.5192
    Santa Rosa
    Hemocentro (Rua Boa Vista, 401)
     
    Publicado em Rio Grande ...(Continuar Lendo)
  • Desfile Cívico em Estrela-RS - Escolas Estaduais - 7 de setembro de 2013

    Desfile Cívico em Estrela-RS - Escolas Estaduais - 7 de setembro de 2013
  • Desfile Cívico em Estrela-RS - Escolas Estaduais - 7 de setembro de 2013 - Em frente do Parque Princesa do Vale

    Desfile Cívico em Estrela-RS - Escolas Estaduais - 7 de setembro de 2013 - Avenida Júlio de Castilhos
  • Desfile Cívico em Estrela-RS - 7 de setembro de 2013 - Escolas Particulares - Parque Princesa do Vale

    Desfile Cívico em Estrela-RS - 7 de setembro de 2013 - Escolas Particulares - Parque Princesa do Vale
  • Fonte: G1 em 21/10/2014

    Parados há 22 dias, funcionários do Banrisul decidem manter greve no RS
    Uma assembleia realizada na tarde desta terça-feira (21) definiu a continuidade da greve dos funcionários do Banrisul, no Rio Grande do Sul ... até 31 de outubro, com reuniões mensais e apresentação das primeiras conclusões até 31 de dezembro.

  • Desfile Cívico de Estrela-RS - 2013 - EMEIS - Escolas Municipais - 7 de setembro de 2013

    Desfile Cívico de Estrela-RS - 2013 - EMEIS - Escolas Municipais - 7 de setembro de 2013
  • Desfiles de 20 de setembro, em Capão do Leão/RS

    Desfiles das entidades tradicionalistas, em homenagem à Semana Farroupilha, 20 de setembro, em Capão do Leão/RS. Entidades que desfilaram: CTG Tropeiros do S...

  • O manifesto pró-Dilma assinado por 247 ECONOMISTAS até agora. 23 de outubro de 2014 às 19:54 O SR. EDUARDO SUPLICY (Bloco Apoio Governo/PT - SP. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do orador.) – Sejam bem-vindos os estudantes! Depois, se quiserem fazer uma visita ao meu gabinete para terem melhores informações a respeito do nosso trabalho, também serão bem-vindos e, inclusive, lhes darei exemplares da cartilha Uma História Feliz, do Ziraldo, a respeito da renda básica de cidadania. Serão bem-vindos. Mas eu gostaria, Srª Presidenta Ana Amélia, Senador Odacir Soares, hoje, de, primeiramente, registrar o manifesto já assinado – ainda mais pessoas, mais economistas irão assiná-lo – por 241 economistas que fazem o manifesto pró-Dilma. Trata-se de um documento que, originalmente, teve a contribuição, sobretudo, dos grandes economistas brasileiros: Maria da Conceição Tavares, que, obviamente, é uma pessoa de excepcional talento e história, companheira, como economista, amiga próxima do nosso talvez maior economista, Celso Furtado, mas também ainda de Guido Mantega; Luiz Gonzaga Belluzzo; João Manuel Cardoso de Mello; Tânia Bacelar, Luiz Carlos Bresser-Pereira; Luciano Coutinho e Nelson Barbosa. E eu próprio também assinei esse manifesto, ao lado de Ricardo Carneiro, Wilson Cano, Fabricio Augusto de Oliveira, José Flores Fernandes Filho, Lauro Mattei, Márcio Pochmann, Ricardo Bielschowsky, Clemente Ganz, Jorge Mattoso, Maurício Borges Lemos e na verdade 247 economistas até agora. “Democracia e Desenvolvimento para Todos” Economistas com Dilma. Em Defesa do Futuro do Brasil. O Brasil está vivendo uma profunda transformação social que interrompeu o ciclo histórico da desigualdade no País. Nos últimos 12 anos, dezenas de milhões de pessoas tiveram acesso à economia formal e conquistaram um novo patamar de cidadania. Na base dessa transformação está o modelo de desenvolvimento econômico com ...(Continuar Lendo)
    O manifesto pró-Dilma..
    O SR. EDUARDO SUPLICY (Bloco Apoio Governo/PT - SP. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do orador.) – Sejam bem-vindos os estudantes! Depois, se quiserem fazer uma visita ao meu gabinete para t
  • quarta-feira, 22 de outubro de 2014 PT É FINANCIADO POR EMPRESA LIXEIRA ENVOLVIDA COM O TRÁFICO INTERNACIONAL DE COCAÍNA Em 2002, quando o alcaguete petista Lula (ele delatava companheiros para o Dops paulista durante a ditadura militar, conforme Romeu Tuma Jr. em seu livro "Assassinato de Reputações") concorreu ao cargo de presidente, a sua campanha eleitoral foi financiada por uma empresa de lixo. Não é uma simples empresa de lixo, ela pertence ao poderoso grupo Solvi, comandado por Carlos Leal Villa. A empresa que financiou a campanha de Lula em 2002 está diretamente envolvida no escândalo da “máfia do lixo” na cidade de São Paulo, iniciado com uma licitação fraudulenta no governo da socialite petista Marta Suplicy na prefeitura paulistana. Naquele ano de 2002, o bandido petista mensaleiro Delúbio Soares, condenado pelo Supremo Tribunal Federal no processo do Mensalão do PT, era o responsável pelas finanças do PT. A campanha de Lula foi abastecida com dinheiro da empresa VEGA Engenharia Ambiental S/A, hoje denominada de VEGA Engenharia S/A, pertencente ao grupo econômico Solvi, dirigido por Carlos Leal Villa. Conforme o Tribunal Superior Eleitoral, a campanha do alcaguete Lula recebeu, em 05/08/2002, o total de R$ 250.000,00 da VEGA Engenharia Ambiental S/A. Em 08/10/2002, a mesma empresa de lixo repassou o montante de R$ 100.000,00 para a campanha do X9 Lula. Na data de 25/10/2002, a campanha do alcaguete Lula recebeu o valor de R$ 130.000,00 da VEGA Engenharia Ambiental S/A. As três doações da VEGA para a campanha de Lula em 2002 totalizaram R$ 480.000,00. A doação marcou o início da relação do alcaguete Lula com a empresa envolvida no escândalo da “máfia do lixo” da cidade de São Paulo. Em 03 de agosto de 2005, a revista Veja publicou matéria com o título “O PT DE CASO COM A MÀFIA”, onde citou a relação promíscua do tesoureiro Delúbio Soares com a “máfia do lixo”. Chegamos em 2013. Véspera da Eleiçã...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)
  • Ocupação Sete de Setembro Fonte: Frente Quilombola RS A Frente Quilombola denuncia a preparação de um novo Pinheirinho. Um outro violento atentado aos direito constitucionais, uma nova violência contra crianças, idosos, mulheres e pais de família. Uma…

    Dossiê Sete de Setembro (2)
  • Desfile de 20 de Setembro de 2014 Pelotas / RS

  • I'm at Av. Sete De Setembro in Bagé, Rio Grande do Sul https://t.co/a8MPCAm4Gc
  • Publicidade
  • Fonte: radioagencianacional.ebc.com.br em 22/10/2014

    Confira notícias do Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Amazonas
    title=Confira notícias do Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande ... de Beach Soccer. O prazo para se candidatar é até 29 de outubro na sede da Secretaria Municipal de Juventude de Manaus. A competição tem início no dia 6 de novembro, na Praia ...

  • Consumidor RS

    em 26/09/2014 Via Youtube
    Feira do Empreendedor (Jornal do Consumidor de 22 de setembro de 2014)

    Cobertura da Feira do Empreendedor, maior evento de empreendedorismo do Rio Grande do Sul, que recebeu 17 mil pessoas em Porto Alegre e bateu recorde de públ...

  • 07/092014- Desfile comemorativo sete de setembro em Gravataí/RS.

    https://www.facebook.com/ambientalgti2014-09-07
  • Bruna ⚓

    em 21/10/2014
    Treinooo 👌 Aira Erica (@ Clube Esportivo Sete de Setembro in Lajeado, Rio Grande do Sul) https://t.co/Rdnm2CdPBd
  • Notícias | Grande Recife Desarmamento Quase 200 armas são entregues por mês em Pernambuco Publicado em 23/10/2014, às 12h27 | Atualizado em 23/10/2014, às 14h35 Caixa Alta Caixa Baixa Imprimir RSS E-mail Close Do NE10 Entregar armas ainda deixa população insegura / Foto: Divulgação Entregar armas ainda deixa população insegura Foto: Divulgação Em Pernambuco, a Campanha do Desarmamento recolheu 7.440 armas e 13.610 munições entre 14 de maio de 2011 e 4 de setembro de 2014, de acordo com balanço divulgado pela Polícia Federal. Os números correspondem a sete armas entregues por dia, 49 por semana e 196 por mês. O incentivo à entrega de armas começou, há dez anos, após a implantação do Estatuto do Desarmamento. Em 23 de outubro de 2005, foi realizado no Brasil referendo para que a população respondesse "sim" ou "não" à pergunta "O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?". Há nove anos, quase 60 milhões de pessoas, correspondente a 63,94%, decidiram que não concordavam com a proibição. A partir do Estatuto do Desarmamento, implantado dez anos, iniciou-se a Campanha do Desarmamento, que segue até hoje, reformulada. Apesar disto, entregar armas ainda causa desconforto entre a população, que ainda se sente desprotegida. Um empresário, que preferiu não se identificar, decidiu entregar uma arma porque estava irregular. "Eu tinha uma arma na empresa, que não tinha licença, e era usada de forma irregular. Para eu ter um porteiro que possa trabalhar armado, eu teria que atender às normas do governo; ela teria que estar legalizada, os porteiros tinham que fazer um curso, o salário dele aumentava", explicou. Para manter a segurança, o empresário contratou uma empresa terceirizada de segurança. "Quando surgiu a Campanha do Desarmamento, eu fui incentivado até pela mídia mesmo, e era uma oportunidade de eu me livrar dessa situação irregular", afirmou. Porém, ao lembrar o referendo, ele diz...(Continuar Lendo)


    www.entreguesuaarma.gov.br
    - Campanha Nacional do Desarmamento.
    Proteja sua família. Desarme-se.
  • I'm at Av. Sete De Setembro in Bagé, Rio Grande do Sul https://t.co/yHkLx1K4up
  • Gui

    em 20/10/2014
    I'm at Clube Esportivo Sete de Setembro in Lajeado, Rio Grande do Sul https://t.co/qlxhVjSSXv
  • 20 de setembro - Caçapava do Sul-RS

    Imagens do Desfile em comemoração ao dia do gaúcho, 20 de setembro, na Semana Farroupilha, Caçapava do Sul, no ano de 2014. Música "Contraponto" de Cristiano...


AVISO: O conteúdo de cada postagem é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Previsão do tempo na Região


Participe e comente sobre a cidade de Sete de Setembro


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)