Os melhores pontos para pedalar em São Paulo

Os melhores pontos para pedalar em São Paulo

Os melhores pontos para pedalar em São Paulo

Seguindo o exemplo de grandes cidades do mundo como Berlim, Amsterdã, Nova York, São Paulo começou um forte processo de implantação de ciclovias dede 2012. O projeto privilegia os chamados Bike tours pela cidade e está causando polêmicas entre os paulistanos que andam de carro e os que andam de bike.

A centenas de quilômetros de ciclovias. Para se ter uma ideia do quanto isso é significativo, Berlim e Nova York possuem as maiores ciclovias do mundo, a primeira com 750km e a segunda com 675km.

Polêmicas à parte, a verdade é que a cidade tem oferecido uma ótima oportunidade para quem quer fazer da bicicleta seu principal meio de locomoção. Ciclovias em ruas e avenidas famosas como a Faria Lima, Pedroso de Moraes e Avenida Escola Politécnica já estão funcionando, e já recebem centenas de ciclistas exibindo suas Calois, e outras marcas de bikes, pela cidade. Aos finais de semana, as ciclovias se estendem para grandes avenidas como a Paulista, Braz Leme, dentre outras.

O Viajante Brasileiro resolveu fazer uma lista para você com os quatro melhores pontos para se pedalar em São Paulo. Confira as melhores opções da cidade:

Cidade Universitária

Um dos pontos de encontro mais tradicionais dos ciclistas em São Paulo, a Cidade Universitária-USP fica na zona oeste da cidade, com entradas pela Avenida Afrânio Peixoto (Pinheiros), Avenida Escola Politécnica (Jaguaré) e pela Avenida Corifeu de Azevedo Marques (Butantã).

O local oferece vias largas e diversas opções de trajetos. A Cidade Universitária sempre foi procurada por quem quer pedalar em São Paulo por ser um lugar tranquilo, com menor volume de carros que as outras regiões da cidade e por ser um local arborizado.

A dica para quem vai até lá é fazer um percurso de 10 km que passa pela raia olímpica, praça da reitoria, praça dos bancos, avenida da FEA até voltar para a raia olímpica. Quem está em busca de caminhos mais desafiadores, a pedida é pegar a rua do Matão, um percurso de 800 metros de subida onde é possível realizar uma pedalada mais completa.

Os portões da Cidade Universitária em tempos normais ficam abertos das 5h às 20h, após esse horário, é possível sair de lá, mas a entrada após às 20h só é permitida para estudantes e funcionários credenciados.

Parque do Ibirapuera

O Parque mais famoso da cidade também oferece uma excelente ciclovia para quem gosta de pedalar em São Paulo. Com trechos de asfalto, terra e grama, a ciclovia do Parque do Ibirapuera possui pouco mais de 3km de extensão e foi inaugurada em 2004.

Dois diferenciais fazem da ciclovia do Ibirapuera uma das mais frequentadas em São Paulo, o primeiro é o fato dela ficar aberta à noite, o parque fica aberto das 5h às 00h, e a os três pontos de assistência aos ciclistas instalados durante o trajeto, que oferecem máquina de ar para calibrar pneus, vaporizador para se refrescar e um estacionamento para bicicletas.

Quem não tem bicicleta, pode alugar uma no portão 3 do parque, na Avenida Pedro Álvares Cabral.

Parque Villa Lobos

Situado na Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001, o Parque Villa Lobos também possui um trecho especialmente dedicado a quem anda de bike. A ciclovia contorna todo o parque e tem 3,5km de extensão. Também é possível estender o percurso com a conexão que o Parque Villa Lobos faz com o Parque Cândido Portinari, que tem mais 1,5km de ciclovias.

Além de um asfalto de ótima qualidade, o Villa Lobos e o Portinari oferecem sanitários, vestiários e bebedouros em locais estratégicos, além de lanchonetes onde você pode comprar água, isotônico e até mesmo um coco verde geladinho.

Quem não tem bicicleta, também pode alugar uma na entrada principal do Parque Villa Lobos. Lá, você vai encontrar diversos tipos de bicicletas e patins para passear.

Parque Ecológico do Tiete

Situado na zona leste de São Paulo, o Parque Ecológico do Tietê pode ser acessado pela Rodovia Ayrton Senna. Sua entrada principal fica no km 17, sentido Rio de Janeiro.

O Parque dispõe de 11,4km de ciclovias, em uma área de preservação na várzea do Rio Tietê. Lá, você poderá curtir um clima quase de interior, com trilhas, lagos com pedalinhos e trechos do parque que contam um pouco da história do rio Tietê.

O Parque possui bebedouros, sanitários e locais para estacionar as bicicletas, além de lanchonetes para alimentar os ciclistas mais famintos. O único ponto negativo do Parque Ecológico é que, pelo menos por enquanto, o acesso até o parque via bicicleta saindo do centro da cidade de São Paulo ainda é muito complicado. A dica é ir de carro até o parque, que possui estacionamento gratuito e pedalar somente lá dentro.

Ciclovia Marginal Pinheiros e Parque do Povo

Na Rua Henrique Chamma, 590, no Itaim Bibi, você entrará no Parque do Povo, um parque relativamente novo na cidade de São Paulo, com uma ótima estrutura para ciclistas e pedestres. Os amantes das bikes já sabem que é pelo Parque do Povo que se tem acesso a uma das melhores ciclovias de São Paulo, a da Marginal Pinheiros.

Ideal para pedalar sozinho ou em pequenos grupos, a ciclovia da Marginal Pinheiros é um dos poucos locais de São Paulo onde as bicicletas não precisam dividir espaços com carros ou pedestres. A ciclovia foi construída em um espaço entre o rio Pinheiros e a linha férrea por onde passam os trens da CPTM.

O percurso é de 15km, contanto ida e volta, é totalmente plano e possui algumas lombadas. A prefeitura de São Paulo, promete um trecho ainda maior após o término das obras do monotrilho, e espera-se que até outubro de 2015, a ciclovia da Marginal alcance os 43km.

A ciclovia da Marginal Pinheiros oferece banheiros em locais estratégicos, bicicletários em algumas das estações da CPTM que ficam no percurso e saídas para o Parque Villa Lobos e a Cidade Universitária.

E agora, está esperando o quê para pegar sua bicicleta e sair para uma boa pedalada? Aproveita toda a infraestrutura de São Paulo e conheça novos caminhos e privilegie um transporte limpo e sustentável como a bicicleta!

Serviços

Parque do Ibirapuera

Inaugurado em agosto de 1954, o Parque do Ibirapuera é um local metropolitano e um ponto mais que obrigatório para quem deseja conhecer a cidade de São Paulo e se divertir e relaxar.

  • Avenida Pedro Álvares Cabral Vila Mariana – São Paulo – SP
  • (11) 5574-5045
  • www.parqueibirapuera.org/
  • Segunda a sexta: 5h – 0h Sábado e domingo: 24h

Parque Villa Lobos

Inaugurado em 1987, o Parque Villa Lobos foi uma homenagem ao compositor Heitor Villa-Lobos. Localizado no bairro de Alto de Pinheiros, em São Paulo, o parque conta com amplas áreas de lazer e com a visitação de mais de 20 mil pessoas aos finais de semana

  • Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 1025 – Pinheiros – São Paulo – SP
  • (11) 2683-6302
  • parquevillalobos.sp.gov.br/
  • Segunda a domingo e feriados: 05h – 19h

USP

Criada em 25 de janeiro de 1934, a Universidade de São Paulo (USP), se encontra em São Paulo capital, se mantem pelo Estado de São Paulo e é ligada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

  • Avenida da Universidade Butantã – São Paulo – SP
  • (11) 3091-3503
  • www5.usp.br/
  • Segunda a Domingo: 24h

Parque Ecológico do Tietê

O parque conta com atividades de lazer, esporte e cultura, além de uma rica fauna e flora. O lugar conta com o Núcleo Engenheiro Goulart, que possui trilhas para caminhadas, Centro de Educação Ambiental, Centro Cultural, Museu do Tietê, e muito mais.

  • Rua Guira- Acangatara, 70 São Paulo – SP
  • (11) 2958-1477
  • www.ecotiete.org.br/
  • Segunda a domingo: 08h – 17h

Parque do Povo

O Parque Povo Mário Pimenta Camargo, comumente conhecido como Parque do Povo fica localizado no bairro do Itaim Bibi e garante diversão e lazer para todas as idades.

  • Avenida Henrique Chamma, 420 – Chácara Itaim – São Paulo – SP
  • (11) 3073-1217
  • [email protected]
  • www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/parques/regiao_centrooeste/index.php?p=22396
  • Todos os dias das 06h às 22h

Deixe sua resposta!