em

O que pode acontecer se os estaduais forem alterados ou extintos?

Jogadores da Anapolina-GO comemorando.Muito se ouve falar atualmente que os estaduais não tem valor, não servem para nada e até mesmo que é um atraso para o futebol brasileiro. Vivemos numa democracia e tenho o total direito de discordar, pelo fato de que esses tipos de matérias são veiculadas somente em mídias de enorme porte, consequentemente são as opiniões da maioria dos jornalistas influentes e formadores de opinião de tais mídias. Alguns dizem que os campeonatos estaduais devem ser erradicados, outros já dizem que deve ter uma parte do campeonato disponível somente para os pequenos e os grandes entram na fase final, entre outras opiniões. O povo não enxerga o mal que uma alteração ou até mesmo extinção dos campeonatos estaduais podem trazer a médio prazo. Primeiro: A maioria dos clubes brasileiros disputam apenas campeonatos estaduais. Ou seja, antes do meio do ano o calendário de tais clubes estará acabado. O investimento dos mesmos clubes são focados nos estaduais. Segundo: A vontade de mostrar trabalho de um jogador, tenho certeza que dobra quando vai enfrentar um clube grande, pela mídia que aquilo tem, sem contar o entretenimento que acontece quando um clube grande vai jogar em cidades onde os clubes, na maioria dos anos, disputam somente estadual. É uma atração e tanto! Aí se o clube da cidade não se classificar para a fase final, ele terá enfrentado somente clubes pequenos e deixará milhões de brasileiros que vivem longe dos grandes centros futebolísticos fora do espetáculo sensorial que é ir ao estádio assistir qualquer jogo mas que incrementa bastante quando há uma equipe com jogadores bons e famosos atuando.

Sem os campeonatos estaduais estaremos correndo sério risco. Ressaltando que não defendo somente os estaduais, mas sim um calendário que abranja todas as equipes com divisões bem distribuídas como na Inglaterra. É pedir demais? Acho que sim, não é? A grande parte dos clubes continuam a revelar jogadores, vale pensar se são realmente bons. Alguns chegam na Seleção Brasileira de base não me pergunte como. Quantas vezes você que vive em uma cidade pequena, onde os clubes só disputam campeonato estadual, não viu algum jogador e comentou assim: Joga muito mais que o fulano do Santos, São Paulo, Palmeiras, Flamengo, etc.? Se esses jogadores custam ser enxergados nos campeonatos estaduais com o molde atual, no qual eles podem mostrar trabalho pelo fato de enfrentarem os grandes clubes de uma maneira ou de outra e mesmo assim correndo o sério risco de ficar encostado durante o restante do ano esperando o próximo estadual, imagina se alterarem o campeonato estadual?

Isso, no meu ponto de vista, chega a ser estupidez. O Brasil é um país enorme, no qual poderíamos estar ainda no topo do mundo, mas não estamos pelo desconhecimento dos responsáveis pelo futebol aqui. Isso porque a maioria dos formadores de opinião das grandes mídias só frequentam as novas arenas e vivem a pedir estrutura para o futebol visando o crescimento dos grandes e o déficit dos clubes menores, já não bastassem a dificuldade que eles passam. Deixar milhões de brasileiros sem poder ver um clube grande em sua cidade também é um egoísmo e uma sandice tamanha. Ou, talvez, eu esteja usando de sandice e total desconhecimento de causa ao escrever esse texto, mas se isso estiver acontecendo, simplesmente finja que isso nunca foi escrito e o monopólio continua.

alguém opinou!

Deixe sua opinião!

Deixe uma resposta

IGREJA SANTA CECÍLIA E SÃO PIO X EM BOTAFOGO por Fernando Moura Peixoto

Tudo sobre a Hinode – Fraude Pirâmide ou Oportunidade?