O que fazer em Ilhabela, a Capital Nacional da Vela

o-que-fazer-em-ilhabela-a-capital-nacional-da-vela

Mesmo conhecida e cobiçada por várias pessoas, o arquipélago de Ilhabela ainda é novidade para muitos brasileiros e estrangeiros. Considerada a “menina dos olhos” do litoral norte de São Paulo, a cidade encanta os turistas pela preservação da mata atlântica, praias exuberantes, lindas cachoeiras e pelo luxo.

Ilhabela é ponto de encontro dos ricaços paulistanos que visitam a cidade nos finais de semana, feriados ou durante o verão. Por todo o arquipélago você encontra imponentes mansões, carros importados e helicópteros sobrevoando a Ilha. Mas quem acha que é preciso ter muito dinheiro para conhecê-la, está enganado. É possível desbravá-la gastando pouco.

Ilhabela é considerada a “menina dos olhos” do litoral norte de São Paulo. Foto: Silas Azocar

O Blog Cidades do meu Brasil separou algumas dicas para você programar a viagem desde agora e economizar na reserva do hotel. Veja:

Praias

A Ilha conta com 39 praias e cada uma com sua particularidade e geografia. As várias opções agradam os diferentes turistas, desde os que procuram por curtição, aos que buscam um pouco de tranqüilidade.

Para quem pretende descansar e aproveitar a natureza, a Praia do Bonete é uma ótima opção. Ela fica afastada do centro urbano do arquipélago e só é possível visitá-la de barco ou andando: são cerca de 13km de trilha. O passeio de Flex Boat custa em torno de R$150 pela agência Maremar. Tem previsão de embarque às 10h e retorno da praia às 18h.

A Praia do Bonete fica afastada do centro urbano de Ilhabela. Foto: Ilhabela.com.br

A Praia dos Castelhanos, que tem o formato de um coração, também impressiona os visitantes e torna-se um ponto obrigatório para os turistas. O acesso é melhor, pois a estrada que cruza o Parque Estadual de Ilhabela permite passeios de jipe, tornando a atração ainda mais em conta. O valor do passeio pela Eco Way custa R$70, e a empresa busca os turistas no hotel e depois os leva de volta.

Veja também

A Praia dos Castelhanos impressiona muitos turistas por sua imponente beleza. Foto: turismoemviagens.com

A Praia do Curral é a mais badalada do arquipélago. No verão, os diversos quiosques ficam cheios e é possível encontrar música ao vivo em quase todos. É lá que fica o maior hotel de praia da América do Sul, o famoso DPNY. A praia está localizada na região urbana e, por sempre estar cheia, é importante encontrar um bom lugar para estacionar.

Passeio de Escuna

Neste passeio você conhece duas lindas praias do norte de Ilhabela, a Fome e Jabaquara. As saídas são diárias com duração de 4h ou 6h. Até o final da temporada (carnaval) o valor cobrado pelo Ilha Adventure é de R$40 por pessoa.

Praia da Fome em Ilhabela.

Onde comer

No centro histórico de Ilhabela, conhecido por Vila, você encontra vários restaurantes que oferecem pratos deliciosos a base de frutos mar. Sugerimos os restaurantes Cheiro Verde e Marjerição. Ambos são uma ótima opção para almoçar ou jantar. Lá não existe MCDonald’s, mas nem precisa quando se tem uma sanduicheria como o Borrachudo. Os lanches são caseiros e o sabor é indiscutível. Você encontra hambúrgueres de salmão e lanches preparados com camarão sete barbas.

O centro de Ilhabela possui diversos restaurantes que oferecem pratos com frutos do mar.

O que fazer à noite

A Vila é o point de encontro dos moradores e turistas que visitam o arquipélago. O Estaleiro Bar concentra um grupo mais jovem que busca por boas músicas ao vivo e pessoas bonitas. Todas as quartas-feiras o lugar recebe apresentação de forró universitário e, mesmo sendo durante a semana, o agito é garantindo. O Bar São Paulo é destaque por suas apresentações de MPB e pela decoração, que lembra a antiga boemia paulistana. Já a proposta do Irish Pub é lembrar dos Pubs irlandeses. As baladas no Creoula e Senzala agitam as noites durante os feriados e verões de Ilhabela.

Se você gostou das nossas sugestões, compartilhe com seus amigos. Fiquem por dentro das nossas dicas de viagem todas as semanas!

Mais para você:

Deixe seu comentário