Início » Rio Grande do Sul » Silveira Martins


Silveira Martins - Rio Grande do Sul



Silveira Martins faz parte do estado do Rio Grande do Sul.

A cidade de Silveira Martins é considerada o berço da Quarta Colônia de Imigração Italiana. Foi fundada por italianos a partir de abril e maio em 1877 e, era conhecida na época como Città Bianca (cidade branca), porque as barracas eram cobertas com lençóis brancos. Logo após, em 1878, mudaram o nome para Città Nuova (cidade nova), denominações dadas pelos italianos ao povoado que surgia no sopé do morro. Somente em 1879 os colonos resolveram dar um nome condigno e de importância para o núcleo colonial, e designaram a localidade com o nome de Gaspar da Silveira Martins.

A escolha deste nome deu-se porque Silveira Martins era um hábil político e grande tribuno, de eloquentes palavras, sendo conhecido como o "Sansão do Império", e era admirado pelos colonos por ter exercido diversos cargos públicos na época da imigração italiana, entre eles o de ministro dos Negócios da Fazenda, tendo dado recursos para a colonização do núcleo da Cidade Nova.

História da cidade de No ano de 1875, com a unificação da Itália e a necessidade de ocupação da região serrana da Província de São Pedro do Rio Grande do Sul, chegaram as primeiras levas de imigrantes italianos nas Colônias de Campo dos Bugres, Dona Isabel e Conde DEu, hoje Caxias do Sul, Garibaldi e Bento Gonçalves. Estavam formadas as três colônias de imigração italiana do RS. Porém, com o sonho de fazer a América, muitos italianos continuaram vindo para o Brasil. Dom Pedro II, através de seu aliado senador do império, Gaspar da Silveira Martins, percebeu a necessidade de povoar a Serra de São Martinho, fazendo defesa ao norte e nordeste para a intendência de Santa Maria da Boca do Monte. Surge então mais uma colônia de imigração italiana no RS, chamada inicialmente de Città Nuova, depois Città Bianca e mais tarde de Silveira Martins, em homenagem ao seu intercessor no império, Gaspar da Silveira Martins.

O sofrimento e o trabalho que alguns imigrantes passaram ao chegarem na região foi parecido com o dos primeiros imigrantes que se instalaram na serra gaúcha. Porém aqui na região central, faltaram-lhes as longas araucárias para construírem as primeiras moradias e os pinhões para dar sustento aos bravios imigrantes. Talvez por esse motivo, uma epidemia de peste bubônica matou mais de 400 imigrantes ainda no barracão da Val de Buia, local onde se abrigaram os imigrantes, antes de receberem as suas colônias de terra.

Já 130 anos se passaram, e hoje o município de Silveira Martins, emancipado em 1989 e que deu origem aos demais municípios que compõe a Quarta Colônia Região Turística (Silveira Martins, Nova Palma, Dona Francisca, Ivorá, Faxinal do Soturno, São João do Polêsine, Agudo, Restinga Seca e Pinhal Grande), tem o cargo de Berço da Quarta Colônia. Este é um pequeno compromisso perto do compromisso que temos em preservar a nossa história, a nossa cultura, a nossa religião e o nosso patrimônio, construídos e preservados pelos nossos antepassados nos momentos mais difíceis de suas vidas, quando aqui chegaram no longínquo ano de 1877.

São casas, igrejas, capitéis, monumentos, histórias, famílias, festas, comidas, vinhos, santos, orações e blasfêmias adornados por incríveis vales, belvederes e cascatas que compõe esse cenário tão atraente para pesquisadores e turistas de todo o país.

Por esse motivo e por outros, somos Silveira Martins, o Berço da Quarta Colônia de Imigração Italiana do Rio Grande do Sul.

Fonte: IBGE E PREFEITURA MUNICIPAL

Autor do Histórico: HOMERO DA SILVA POMPEO

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Silveira Martins: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Silveira Martins? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: