Início » Pernambuco » Amaraji


Amaraji - Pernambuco



Amaraji faz parte do estado de Pernambuco.Distante a 96 km da capital pernambucana,Recife.

O município de Amaraji surgiu em torno de uma feira, realizada aos domingos, no Engenho Garra, a partir de 23 de julho de 1868. A feira atraiu o comércio e novas habitações. Foi crescendo um povoado denominado São José da Boa Esperança. Foi construída uma capela, tendo este santo como padroeiro. Em 1889, a Lei Provincial nº 2137 de 9 de novembro, elevou o povoado à categoria de Vila, a Vila de São José da Boa Esperança, pertencente ao município de Escada. No ano seguinte, foi criado o município com a denominação de Amaracy, depois Amaragi e atualmente denominado Amaraji. Foi elevada à categoria de cidade pela Lei Estadual nº 991, de 1 de julho de 1909. O município é formado pelo distrito Sede e pelo povoado de Demarcação.

Amaraji tem uma distância de 96 km de Recife pela BR 101, e 110 km pela BR 232. Situada na Zona da Mata Sul, rodeada de águas por todos os lados. Sua maior fonte de renda ainda é a Cana-de-açucar, porém já desenvolve várias outras culturas. Uma outra cultura forte na região é o Chuchu, sendo considerada a maior produtora. Para se chegar aqui existem dois caminhos: pela PE 63 são 25 km passando pela Usina União e Indústria até a BR 101; e pela PE 71 com uma distância de 27 km até a BR 232, passando pela cidade de Chã Grande que divide com a cidade de Gravatá. A BR 232 liga Recife ao sertão.

História da cidade de Amaraji Pernambuco - PE

Em 1889, a Lei Provincial nº 2137 de 9 de novembro, deu-lhe a categoria de Vila, ainda com a denominação de São José da Boa Esperança. Posteriormente, o Decreto Estadual de 22 de novembro de 1890, considerou os povoados de Cortês e Pedra Branca, aquele de Bonito e este de Vitória de Santo Antão, como pertencentes ao novo Município.

Finalmente em 1909, a Lei Estadual nº 991 de 1 de julho, elevou-a à categoria de Cidade.

O Município de Amaraji marca o seu aparecimento em terras de Pernambuco, a partir de 23 de julho de 1868, quando os habitantes do então Distrito da Estrada se dirigiram em requerimento ao Presidente da Câmara daquele Município, pedindo a criação de uma feira no Engenho Garra, no local onde hoje é a sede do Município de Amaraji. O pedido foi despachado favoravelmente, designando-se o domingo para o dia da feira. Assim, estabelecimentos comerciais e residenciais foram sendo construídos no local, formando-se aos poucos uma pequena povoação, denominada de São José da Boa Esperança.

Por iniciativa do comendador José Pereira de Araújo, foi erigida uma capela sob a invocação de São José da Boa Esperança.

Em 28 de junho de 1884, a Lei 1838 elevou à freguesia sob o patrocínio do Santo invocado, tendo por sede a povoação do mesmo nome, do Distrito de Paz da Comarca da Escada.

Gentílico: amaraniora

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Amaracy, pela lei provincial nº 1831, de 28-061884, subordinado ao município de Escada.

Elevado à categoria de vila com a denominação Amaracy, pela lei provincial nº 2137, de 09-11-1899. Desmembrado de Escada. Instalada em 11-10-1890.

Pelo decreto estadual nº 17, de 24-09-1890, a vila teve sua grafia alterada de Amarcy para Amaragi.

Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Amaragi, pela lei estadual nº 991, de 01-07-1909.

Pela lei municipal nº 57, de 05-01-1911, é criado o distrito de Cortês e anexado ao município de Amaragi.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 3 distritos: Amaragi, Arapibu e Cortez.

Pela lei municipal nº 19, de 27-11-1913, é criado o distrito de primavera e anexado ao município de Amaragi.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Amaragi, Arapibú, Cortez e Primavera.

Pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-12-1937, o distrito de Cortez teve sua grafia alterado para Cortês e Amaragi para Amaraji.

Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 09-12-1938, transfere o distrito de Arapibú os município de Amaraji para o de Ribeirão.

Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943, o distrito de Primavera passou a denominar-se Caracituba.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município já denominado Amaraji é constituído de 3 distritos: Amaraji, Caracituba ex-Primavera e Cortês ex-Cortez.

Pela lei estadual nº 1818, de 29-12-1953, desmembra do município de Amaraji o distrito de Cortês. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 1959, de 17-12-1954, o distrito de Caracituba passou a denominar-se Primavera de Santo Antônio.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Amaraji e Primavera de Santo Antônio ex-Caracituba.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 4984, de 20-12-1963, desmembra do município de Amaraji o distrito de Primavera de Santo Antônio. Elevado à catregoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2003.

Alterações toponímicas distritais

Amaracy para Amaragi, teve sua grafia alterado pelo decreto-estadual nº 17, de 24-08-1890. Amaragi para Amaraji, teve sua grafia alterado pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-12-1937.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Amaraji: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Amaraji? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: