Início » Minas Gerais » Vespasiano


Vespasiano - Minas Gerais



Vespasiano faz parte do estado de Minas Gerais. Encontra-se a 19º41′31" de latitude sul e 43º55′24" de longitude oeste, a uma altitude de 693 metros. Sua população segundo o Censo 2010 é de 104.612 habitantes. Pertence à Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Possui uma área de 70,3464km².

É famosa por sediar a Cidade do Galo, centro de treinamento do Clube Atlético Mineiro. Situa-se a 15km do Aeroporto Internacional de Confins.

História da cidade de Vespasiano

O Município de Vespasiano pertence à Região Metropolitana de Belo Horizonte e tem a história de seu desenvolvimento fortemente ligada ao crescimento da capital . Existem duas vertentes para justificar o surgimento do arraial que, mais tarde, daria origem ao Município de Vespasiano.

A primeira delas fundamenta-se numa pesquisa realizada em 1994, pelo Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, através de seus representantes professor Celso Falabella e Dr. Wilson Veado. Pela pesquisa, constata-se a presença dos primeiros habitantes no lugarejo, por volta de 1738, quando se instalou aqui a 1ª Cia de Ordenança de Minas Gerais e, por volta de 1745, a chegada dos primeiros mineradores em busca de riquezas, fazendo surgir, desta maneira, o primeiro núcleo habitacional da região

A segunda vertente está intimamente ligada à figura de D.Marianna da Costa. Podemos afirmar que esta senhora foi o ´agente facilitador " do povoamento do município. D. Marianna Joaquina da Costa, natural de Santa Quitéria, hoje Esmeraldas, era casada com Joaquim da Fonseca Ferreira, filho de antigos mineradores da Fazenda da Carreira Comprida ,em Santa Luzia. O casal se fixou nesta região em 1853 e seu patrimônio, imenso, era constituído de toda a área onde hoje se ergue a região central de Vespasiano, incluindo terrenos em Lagoa Santa.

D. Marianna não se cansava de incentivar a vinda de pessoas para nosso povoado, que ia se expandindo com muita rapidez e recebendo as primeiras famílias: Fonseca Ferreira - família fundadora - seguida das famílias Lima e Silva e dos imigrantes portugueses, italianos, espanhóis e sírios,que constituíram as famílias Pereira, Rocha, Gelmini, Marani,Vercesi, Correa ,Viana, Barbosa, Valle, Fagundes, Santos, Salomão, Nassif, Issa, Duarte Tercetti, Drumond, dentre outras.

Aos poucos, Dona Marianna foi doando a essas pessoas pequenas áreas para que aqui se estabelecessem, cedendo também a água para abastecimento do povoado, bem como parte de alguns terrenos para construção do cemitério velho e da Igreja Matriz.

Da então Fazenda do Capão, de propriedade de Dona Marianna, surgiu o Arraial do Capão, com a construção das primeiras casas em terrenos vendidos e doados à futura paróquia. Ao redor do Arraial, expandiam-se as fazendas agropecuárias Fazenda Maçaricos,Angicos, Barreiro, Varginha onde se cultivava a cana-de-açúcar, o milho e o feijão e se criava gado. Mais tarde, desenvolveu-se a indústria de cal.

Com a inauguração da Estrada de Ferro Central do Brasil, em 1894, o Arraial passou a se chamar Vespasiano, em homenagem ao administrador da ferrovia, Cel. Vespasiano Gonçalves de Albuquerque e Silva. A construção dessa ferrovia foi de grande importância do ponto de vista sócio-econômico, pois, além de atrair novos moradores, favoreceu o escoamento dos produtos da região. Em 18 de dezembro de 1915, através da Lei Estadual 336, é criado o distrito de Vespasiano que, até 1948, pertenceu ao Município de Santa Luzia. O povo de nossa terra sempre cultivou fortes sonhos de liberdade, sem perder suas tradições e seus ideais conseguindo, através de muitas lutas, sua autonomia político-administrativa em 27 de dezembro de 1948.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Vespasiano (ex-povoado), pela lei estadual nº 663, de 18-09-1915, subordinado ao município de Santa Luzia do Rio das Velhas.

Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o distrito de Vespasiano figura no município Santa Luzia do Rio das Velhas.

Pela lei estadual nº 860, de 09-09-1924, o município de Santa Luzia do Rio das Velhas tomou o nome de Santa Luzia.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Vespasiano figura no município Santa Luzia (ex-Santa Luzia do Rio das Velhas).

Assim permanecendo no quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943.

Elevado á categoria de município com a denominação de Vespasiano, pela lei nº 336, de 27-12-1948, desmembrado de Santa Luzia. Sede no antigo distrito de Vespasiano. Constituído do distrito sede. Instalado 01-01-1949.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1971.

Pela lei estadual 6769, de 13-05-1976, é criado o distrito de São José da Lapa e anexado ao município de Vespasiano.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 2 distritos: Vespasiano e São José da Lapa

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1991.

Pela lei estadual nº 10704, de 27-04-1992, desmembra do município de Vespasiano o distrito de São José da Lapa. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1997, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: Prefeitura Municipal

Código do Município

3171204

Gentílico

vespasianense

Prefeito

ILCE ALVES ROCHA PERDIGÁO

População
População estimada [2018]125.376 pessoas  
População no último censo [2010]104.527 pessoas  
Densidade demográfica [2010]1.467,62 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,7 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]18.929 pessoas  
População ocupada [2016]15,7 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]33,2 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96,7 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,3  
Matrículas no ensino fundamental [2017]15.576 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]4.870 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]822 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]274 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]40 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]9 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]23.398,53 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]66,1 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,688  
Total de receitas realizadas [2017]308.038,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]248.759,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]8,56 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,2 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]24 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]71,080 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]91 %  
Arborização de vias públicas [2010]64,5 %  
Urbanização de vias públicas [2010]15,1 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Vespasiano: Imagens da cidade e Região

imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-1
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-2
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-3
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-4
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-5
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-6
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-7
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-8
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-9
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-10
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-11
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-12
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-13
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-14
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-15
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-16
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-17
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-18
imagem de Vespasiano+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Vespasiano e arredores.


Você conhece a cidade de Vespasiano? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: