Início » Minas Gerais » Ponto dos Volantes


Ponto dos Volantes - Minas Gerais



Ponto dos Volantes faz parte do estado de Minas Gerais. A população avaliada em 2004 era de 11.349 habitantes.

Antes de se tornar um município, Ponto dos Volantes era um distrito da cidade de Itinga. Sua história é recente, mas o pequeno lugarejo que cresceu parece que marca o progresso rodoviário do Brasil; de um ponto de caminhoneiros e viajantes na época em que a estrada era de terra ao grandioso portal do Vale do Jequitinhonha.

A cidade é nova e sua política ainda está em formação.

História da cidade de Constituído como a maioria dos Municípios Brasileiros, a partir de instalações das primeiras famílias em glebas de terra ou de uma referência comercial.

Ponto dos Volantes teve impulsionado a sua povoação na década de 1940, com início da construção da BR 116, Rio Bahia, no primeiro Governo da era Getúlio Vargas.

A chegada das famílias Rocha, Ramalho, Sicupira e Andrade, também conhecidos por Vermelhos, são os primeiros testemunhos do surgimento do pequeno lugarejo, reforçada mais tarde com a chegada de dois acampamentos de trabalhadores contratados para a construção da rodovia.

A grande movimentação de pessoas que se dava à época, se concentrava no distrito de Santana de Araçuaí, rota dos trechos que permitiam acesso aos municípios de Itaobim, Joaíma, Jequitinhonha, águas Formosas, Almenara e adjacências, tal a localização de confluência da estrada que interliga o médio e baixo Jequitinhonha, transformaram o então povoado no centro comercial da região, se destacando Santana do Araçuaí como possuidora da melhor feira comercial realizada no pequeno mercado e praça local, onde estavam presentes vários produtores, moradores, artesãos e negociadores que circulavam e vendiam sua produção naqueles ermos, representam a parte mais tradicional e histórica do município.

Incorporado juntamente como quase todo o vale do Jequitinhonha a jurisdição do Condado de Minas Novas, por volta do século XIX, a primeira denominação do então povoado Terra Viamão quando já caracterizava o local como Ponto de Apoio aos viajantes. Anos depois passou a chamar de Barra dos Pilões em referência a confluência dos Córregos do Pilão, São João, São Joanico, Anta Podre e Cardoso, que contavam as imediações do lugarejo.

Historiadores da região apontavam que a atual denominação de Ponto dos Volantes, a partir de 1958, também tem alguma identificação com a história do Cangaço Brasileiro, ocorrido na década de 30, liderado pelo Pernambucano de Serra Talhada, Virgulino Ferreira da Silva o Lampião, que circulou com o seu banditismo social pelo nordeste brasileiro, sendo seguido a época pelas Patrulhas Militares Volantes criadas para combater os revoltosos.

Acreditando na existência das ramificações do cangaço no nordeste mineiro, surgiram também no estado as Patrulhas Volantes tendo a localidade a época servido de ponto de parada dessas tropas, o que pode ter algum relacionamento com o nome do município.

Incorporado ao município de Itinga pela Lei nº 1058 de 31 de dezembro de 1943, alcançou a categoria de Distrito através da Lei nº 8.285 de 08 de outubro de 1982, sendo então efetivado o nome de Ponto dos Volantes.

A emancipação e conquista de sua autonomia político-administrativa, aconteceu através de Plebiscito popular, sendo regulamentado através de Lei nº 12.030, de 21 de dezembro de 1995.

Nas eleições municipais de 1996, foram eleitos o Primeiro Prefeito Municipal, Vice-Prefeito, representando o Poder Executivo e a Câmara Municipal de Vereadores, o Poder Legislativo, composto por 09 vereadores sendo todos empossados em 1º de janeiro de 1997.

Constituem o município de Ponto dos Volantes, além da sede, o distrito de Santana do Araçuaí, os povoados do Morais, Virgem das Graças, Boa Vista de Santana, comunidades do Marinheiros, Cardoso, Córrego Seco I, Córrego Seco II, São João Grande, Pedra Alta, Pedra dos Lopes, Travessão, Esperança, Guaribas, Uruçu, Verdes, Coelhos, Pilões, Anta-Podre, Cachoeirinha, Jenipapo e São Joanico.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: ERNEI BARBOSA SILVA

Código do Município

3152170

Gentílico

ponto volantense

Prefeito

LEANDRO RAMOS SANTANA

População
População estimada [2018]12.061 pessoas  
População no último censo [2010]11.345 pessoas  
Densidade demográfica [2010]9,36 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,5 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]641 pessoas  
População ocupada [2016]5,3 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]49,9 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,4  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,2  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.965 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]592 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]136 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]50 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]15 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]8.153,86 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]93,5 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,595  
Total de receitas realizadas [2017]30.112,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]25.599,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]21,58 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,5 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]8 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]1.212,413 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]10,4 %  
Arborização de vias públicas [2010]52,4 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Ponto dos Volantes: Imagens da cidade e Região

imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-1
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-2
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-3
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-4
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-5
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-6
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-7
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-8
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-9
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-10
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-11
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-12
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-13
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-14
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-15
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-16
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-17
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-18
imagem de Ponto+dos+Volantes+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Ponto dos Volantes e arredores.


Você conhece a cidade de Ponto dos Volantes? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: