Início » Minas Gerais » Lagoa Dourada


Lagoa Dourada - Minas Gerais



Lagoa Dourada faz parte do estado de Minas Gerais. Charmosa cidade histórica do Campo das Vertentes, com cerca de 12 mil habitantes é cortada pela Estrada Real em seu perímetro urbano. Mas, é na zona rural que Lagoa Dourada preserva preciosos marcos de seu passado.

O povoamento local começou por volta de 1625, quando a bandeira comandada por Oliveira Leitão descobriu ouro nas águas de uma pequena lagoa. Ao encontrarem ouro de aluvião na lagoa, os primeiros mineradores a chamaram de "ALAGOA DOURADA". Então, nasceu o povoado e as casas foram subindo a colina. Por volta de 1717, a região já estava bem povoada e o arraial foi se formando com a chegada de novos "oureiros". Em 1734, Dom Frei Antônio de Guadalupe ergue, então, uma capela dedicada a Santo Antônio. Em 1750, o arraial é elevado a "Distrito da Paz". O coronel Antônio de Oliveira Leitão às suas custas, construiu um caminho novo que ligava São João del rei a Ouro Preto, passando pela então Alagoa Dourada, onde morava desde 1713. Demolida a antiga capela, construída em 1734, iniciou-se a construção da Matriz em 13 de julho de 1850. Muitos anos paralisada a construção foi reiniciada em 20 de junho de 1899, tendo sido contratado o empreiteiro Augusto Buzatti, italiano eque mudou-se para cidade. Em 1832, o nome original de Alagoa Dourada é alterado para Lagoa Dourada, uma referência à lagoa ali existente, muito rica em ouro. A antiga capela do Senhor do Bom Jesus foi destruída, em 1905, por vandalismo. A nova igreja, mal construída começou a ruir e novamente foi fechada. Só em 30 de maio de 1911 foi iniciada uma nova construção, feita também pelo empreiteiro Augusto Buzatti.

Após o esgotamento das jazidas auríferas, o arraial buscou alternativa na agricultura, principalmente, no milho e na produção do leite. Em 1892, o distrito passou a pertencer a Prados, e em 1911, foi finalmente emancipado.

História da cidade de No período pré-colonial, quando os portugueses descortinavam as matas do Brasil, na campanha de colonização, de catequização e em procura de ouro e pedras preciosas, data do século XV e XVI, no ano de mais ou menos 1652, vieram até neste lugar, que hoje é a cidade de Lagoa Dourada. Naquela época dos bandeirantes, em que cada grupo tinha seu chefe, o grupo que para aqui veio foi chefiado por Oliveira Leitão, o qual chefiou também os grupos que se descambaram para Tiradentes e São João Del Rei.

Os bandeirantes que aqui chegaram deram logo o nome ao local de Alagoas. Mais tarde, Alagoas passou a ter o nome de Lagoa Dourada, por haver nesta localidade uma lagoa que tinha grande quantidade de ouro e o ouro refletia na superfície da água, em formato de uma nata.

Lagoa Dourada, arraial fundado em 1715, no período colonial, por garimpeiros. Nessa época pertencia ao município de São José Del Rei, mais tarde Tiradentes, da Comarca de Rio das Mortes.

Em 1750, Lagoa Dourada foi elevada à categoria de Distrto de Paz, do referido município de São José Del Rei. O decreto de 14 de julho de 1832 e a Lei Estadual nº 2 de 14 de setembro de 1891 confirmaram a criação do Distrito.

Em 1892, Lagoa Dourada passou a pertencer ao município de Prados.

Somente em 1912, em virtude da Lei Estadual nº 556, foi elevada à categoria de município, pelo decreto de 30 de agosto de 1911, desmembrando-se do município de Prados.

Por força do decreto Lei Estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938, Lagoa Dourada adquiriu do Distrito de Casa Grande, transferido de Conselheiro Lafaiete.

Em virtude da Lei 2.764, de 30 de dezembro de 1962, o Distrito de Casa Grande foi elevado à categoria de cidade, desmembrando-se de Lagoa Dourada.

As pessoas nascidas no município são chamadas "Lagoenses"

A festa maior da cidade é dia 13 de junho, dedicada a Santo Antônio, padroeiro do município. Em 06 de junho comemora-se o dia da cidade, com feriado municipal.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: JOãO BOSCO DOS REIS

Código do Município

3137403

Gentílico

lagoense

Prefeito

MANOEL GERALDO DE RESENDE

População
População estimada [2018]12.953 pessoas  
População no último censo [2010]12.256 pessoas  
Densidade demográfica [2010]25,71 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,5 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.452 pessoas  
População ocupada [2016]11,2 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]37,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,9 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]6  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.666 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]529 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]109 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]27 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]12 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]17.817,69 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]94,8 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,676  
Total de receitas realizadas [2017]32.016,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]26.788,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]6,02 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]1,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]6 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]476,693 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]60,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]54 %  
Urbanização de vias públicas [2010]30,3 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Lagoa Dourada: Imagens da cidade e Região

imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-1
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-2
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-3
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-4
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-5
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-6
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-7
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-8
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-9
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-10
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-11
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-12
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-13
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-14
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-15
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-16
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-17
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-18
imagem de Lagoa+Dourada+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Lagoa Dourada e arredores.


Você conhece a cidade de Lagoa Dourada? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. radio lagoa Dorada net's avatarradio lagoa Dorada net

    eu moro em lagoa dourada,não tenho nada s reclamar lugar simples tranquilo muito sossegado.

    #1 – 02/02/2017 - 04:01

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: