Início » Santa Catarina » Campo Alegre


Campo Alegre - Santa Catarina



Campo Alegre faz parte do estado de Santa Catarina. Na contagem da população feita pelo IBGE em 2008 o município tinha 11.715 habitantes.

Em 1851 as divisas das Províncias do Paraná e Santa Catarina ainda eram desconhecidas, o que causava muitas brigas e confusões. O Paraná considerava a divisa pelo Rio Negro, com sua nascente localizada no Quiriri, as mesmas divisas doadas à princesa Dona Francisca por seu irmão Dom Pedro II quando ela se casou com o príncipe de Joinville. Com a fundação da Colônia Dona Francisca criou-se a "Cia. Colonizadora de 1849" pelas mãos do então Senador Alemão, Sr. Schroeder, a qual contratou com o governo imperial a colonização das terras da Princesa por europeus.

No período de 1853 a 1857, engenheiros fizeram diversas explorações para uma melhor e mais fácil subida da serra, encontrando a melhor maneira pelo Vale do Rio Seco. Em 1858 por solicitação da Cia. Colonizadora, o governo imperial aprova a construção da estrada, que ligaria Joinville - São Miguel - Tijucas do Sul - Curitiba.

História da cidade de Cidade Situada no Planalto Norte de Santa Catarina, Tendo Acesso pela BR-101 e SC-301, partindo de Joinville, distanta 61 KM da |Maior cidade do Estado.

Caracteristicas: Com cenários de cascatas e saltos de rara beleza, Campo Alegre é considerada o Paraiso da Serra.

Data de Fundação 18 de março de 1897.

Principais Atividades Econômicas: Agricultura, Pecuária, Extrativismo, reflorestamentos e a Indústria Moveleira.

População: 11.391, Contagem de 2007.

Área: 506 Km

Colonização: Espanhola, Alemã, Polonesa e Portuguesa.

Clima: temperado, com temperatura média de 19ºC.

Altitude: 870 Metros do nível do mar.

Cidades Próximas: São Bento do Sul, Mafra, Joinville, Jaraguá do Sul,Rio Negrinho e distante 220 KM da Capital.

História: A colonização da cidade começou com a construção da Estrada Dona Francisca. No Final do século XIX e inicio do século XX, a cidade viveu uma época áurea devido a fartura da erva mate e a sua localização privilegiada,entre Santa Catarina e Paraná.

Natureza: A natureza exuberante é o grande presente para os visitantes de Campo Alegre, aliada a clima serrano. A região é pontilhada por cochoiras, saltos e trilhas ecológicas.

Cultura: São muitas as manifestações culturais, herança deixada pelos colonizadores, com destaque para a festa estadual da Ovelha, com exposições e leilões, além de shows, bailes, artezanato e comida típica.

Contos: Contam os cronistas que o primeiro homem branco que passou pelo município foi Alvar Nunes, chamado também de "cabeça de vaca", explorador espanhol que acompanhou a expedição de Harveas à Flórida (EUA) em 1527 e naufragou na costa do atual Estado do Texas, foi nomeado administrador da colonia Rio da Prata (Uruguai e Argentina) que se estendia também ao Paraguai.

No inicio do século XIX, em 1807, não passava de um pequeno povoado. Seu comércio era representado por um pequeno estabelecimento comercial depropriedade de Francisco Bueno Franco. No dia 23 de agosto de 1827, o governo imperial começou a medição dos lotes coloniais e contruiu o primeiro rancho de Campo Alegre na localidade de São Miguel. A cidade foi nomeada de Froeliches Feld, que traduzido significa !Campo Alegre", nome recebido devido as belas paisagens naturais. Em 1851 e 1952 as divisas das Provincias do Paraná e Santa Catarina, ainda eram desconhecidas, o que causava muitas brigas e confusões. O Paraná considerava a divisa no divisor das águas em cima da Serra do Mar e não pelo Rio Negro, com sua nascente localizada no Quiriri, as mesmas divisas doadas a Princesa Dona Francisca, por seu irmão Dom Pedro II, quando ela se casou com o principe de Joinville.Com a fundação da Colonia Dona Francisca criou-se a Cia Colonizadora de 1849, pelas mãos do então Senador Alemão, Senhor Schroeder, a qual contratou com o governo imperial a colonização das terras da princesa por europeus.

No período de 1853 a 1857, os Engenheiros Kal Papst, Wunderwald e Aubé, cada um por sua vez, fizeram diversas explorações tentando fugir da única subida da serra então existenta, a denominada Estrada Três Barras, que ligava São Francisco do Sul a Curitiba no Paraná, subindo pelo rio seco, esses engenheiros encontraram alguns moradores residindo perto do Salto Branco do Rio turvo.

Fundada a colonia Dona Francisca, onde hoje é Joinville, a Cia co1lonizadora contratou, junto com o Governo imperial, a contrução de uma estrada para além da serra do mar, a fim de viabilizar novas colonizações. Em 1879, a Estrada Dona Francisca já era transitável e o problema de divisa entre as terras das provincias do Paraná e Santa Catarina, já estava resolvido. A ocupação do espaço em que se instalou Campo Alegre, deu-se sobre um entreposto de parada de viajantes que faziam o trajeto entre o Sul do Paraná e Norte de Santa Catarina. Em 1888, Campo Alegre torna-se Distrito de São Bento do Sul.

O Município de Campo Alegre foi criado pela Lei n.º 244 de 17 de outubro de 1896 e emancipado em 18 de março de 1897.

é limitado ao norte com o Estado do Paraná, ao Sul com os municípios de São Bento do Sul e Jaraguá do Sul, a oeste com o Estado do Paraná e São Bento do Sul, a leste pelos Municípios de Joinville e Garuva.

Fonte: Página da internet da Prefeitura Municipal de Campe Alegre.

Autor do Histórico: SOLDEMIR ANTôNIO ZANELLA

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.







































Aniversários dos Municípios



























<: Voltar









Selecionar local









Estados















Municípios



Todos

Por estado





Selecione o estado:



  • Acre

  • Alagoas

  • Amapá

  • Amazonas

  • Bahia

  • Ceará

  • Distrito Federal

  • Espírito Santo

  • Goiás

  • Maranhão

  • Mato Grosso

  • Mato Grosso do Sul

  • Minas Gerais

  • Paraná

  • Paraíba

  • Pará

  • Pernambuco

  • Piauí

  • Rio Grande do Norte

  • Rio Grande do Sul

  • Rio de Janeiro

  • Rondônia

  • Roraima

  • Santa Catarina

  • Sergipe

  • São Paulo

  • Tocantins








0 de5570 municípios









Nenhum município encontrado.












Nenhum município encontrado.





























Código do Município



4203303




Gentílico



campo-alegrense




Prefeito



RUBENS BLASZKOWSKI































































































































































































































































































































































































































































































































































População

População estimada
[2018]


11.974

pessoas  :






População no último censo
[2010]


11.748

pessoas  :






Densidade demográfica
[2010]


23,54

hab/km²  :








Trabalho e Rendimento

Salário médio mensal dos trabalhadores formais
[2016]


2,2

salários mínimos  :






Pessoal ocupado
[2016]


4.592

pessoas  :






População ocupada
[2016]


38,3

%  :






Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo
[2010]


32,3

%  :








Educação

Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade
[2010]


98,6

%  :






IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental
[2015]


6.1

 :






IDEB – Anos finais do ensino fundamental
[2015]


4.9

 :






Matrículas no ensino fundamental
[2017]


1.557

matrículas  :






Matrículas no ensino médio
[2017]


388

matrículas  :






Docentes no ensino fundamental
[2015]


62

docentes  :






Docentes no ensino médio
[2017]


24

docentes  :






Número de estabelecimentos de ensino fundamental
[2017]


6

escolas  :






Número de estabelecimentos de ensino médio
[2017]


2

escolas  :








Economia

PIB per capita
[2015]


28.590,59

R$  :






Percentual das receitas oriundas de fontes externas
[2015]


68,1

%  :






Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM)
[2010]


0.714

 :






Total de receitas realizadas
[2017]


49.477,00

R$ (×1000)  :






Total de despesas empenhadas
[2017]


41.088,00

R$ (×1000)  :








Saúde

Mortalidade Infantil
[2014]


-

óbitos por mil nascidos vivos  :






Internações por diarreia
[2016]


0,2

internações por mil habitantes  :






Estabelecimentos de Saúde SUS
[2009]


6

estabelecimentos  :








Território e Ambiente

Área da unidade territorial
[2017]


499,073

km²  :






Esgotamento sanitário adequado
[2010]


90

%  :






Arborização de vias públicas
[2010]


46,9

%  :






Urbanização de vias públicas
[2010]


22,9

%  :








Notas &: Fontes











Notas:




  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100



  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100



  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100



  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.



  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000



  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100



  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100



  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100








Fontes:




  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018



  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011



  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)



  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010



  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016



  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016



  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus -
    SUFRAMA



  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015



  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD



  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014



  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente



  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009



  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística



  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010



  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010


















População

















População no último censo

11748 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2640º





No Estado


1º

295º



100º






Na micro região


1º

3º



3º







Acessar página de ranking










Densidade demográfica

23.54 hab/km²





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2860º





No Estado


1º

295º



195º






Na micro região


1º

3º



3º



























Pirâmide Etária - 2010






















































































100 ou mais















95 a 99
90 a 94
85 a 89
80 a 84
75 a 79
70 a 74
65 a 69
60 a 64
55 a 59
50 a 54
45 a 49
40 a 44
35 a 39
30 a 34
25 a 29
20 a 24
15 a 19
10 a 14
5 a 9
0 a 4
Homens  :  :  :  :  :  :  :  :  :  : Mulheres
Brasil












População residente por religião

( Unidade:
pessoas

)







Católica apostólica romana




Evangélica




Espírita




































Trabalho e Rendimento








Em 2016, o salário médio mensal era de 2.2 salários mínimos.
A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 38.3%.
Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 95 de 295 e 45 de 295, respectivamente.
Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 1080 de 5570 e 198 de 5570, respectivamente.
Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 32.3% da população nessas condições, o que o colocava na posição 70 de 295 dentre as cidades do estado e na posição 4212 de 5570 dentre as cidades do Brasil.




















Salário médio mensal dos trabalhadores formais

2.2 salários mínimos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1080º





No Estado


1º

295º



95º






Na micro região


1º

3º



2º







Acessar página de ranking










Pessoal ocupado

4592 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1082º





No Estado


1º

295º



86º






Na micro região


1º

3º



3º







Acessar página de ranking










População ocupada

38.3 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



198º





No Estado


1º

295º



45º






Na micro região


1º

3º



1º


















Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo

32.3 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4212º





No Estado


1º

295º



70º






Na micro região


1º

3º



1º




































Educação








Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 6.1 no IDEB.
Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 4.9.
Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 134 de 295.
Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 127 de 295.
A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 98.6 em 2010.
Isso posicionava o município na posição 119 de 295 dentre as cidades do estado e na posição 1139 de 5570 dentre as cidades do Brasil.




















Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade

98.6 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1139º





No Estado


1º

295º



119º






Na micro região


1º

3º



1º


















IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental

6.1





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1304º





No Estado


1º

295º



134º






Na micro região


1º

3º



2º


















IDEB – Anos finais do ensino fundamental

4.9





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



941º





No Estado


1º

295º



127º






Na micro região


1º

3º



2º



























Matrículas

( Unidade:
matrículas

)







Ensino pré-escolar




Ensino fundamental




Ensino médio




Ensino superior




































Economia

















PIB per capita

28590.59 R$





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



970º





No Estado


1º

295º



119º






Na micro região


1º

3º



2º







Acessar página de ranking










Percentual das receitas oriundas de fontes externas

68.1 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4587º





No Estado


1º

295º



246º






Na micro região


1º

3º



1º


















Total de receitas realizadas

49477 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1851º





No Estado


1º

295º



90º






Na micro região


1º

3º



3º







Acessar página de ranking










Total de despesas empenhadas

41088 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2022º





No Estado


1º

295º



91º






Na micro região


1º

3º



3º







Acessar página de ranking




























Saúde








A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de - para 1.000 nascidos vivos.
As internações devido a diarreias são de 0.2 para cada 1.000 habitantes.
Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 1 de 295 e 235 de 295, respectivamente.
Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 1 de 5570 e 4284 de 5570, respectivamente.




















Mortalidade Infantil

- óbitos por mil nascidos vivos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1º





No Estado


1º

295º



1º






Na micro região


1º

3º



1º







Acessar página de ranking










Internações por diarreia

0.2 internações por mil habitantes





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4284º





No Estado


1º

295º



235º






Na micro região


1º

3º



3º




































Território e Ambiente








Apresenta 90% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 46.9% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 22.9% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio).
Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 22 de 295, 129 de 295 e 161 de 295, respectivamente.
Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 445 de 5570, 4244 de 5570 e 1633 de 5570, respectivamente.




















Esgotamento sanitário adequado

90 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



445º





No Estado


1º

295º



22º






Na micro região


1º

3º



2º


















Arborização de vias públicas

46.9 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4244º





No Estado


1º

295º



129º






Na micro região


1º

3º



1º


















Urbanização de vias públicas

22.9 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1633º





No Estado


1º

295º



161º






Na micro região


1º

3º



3º





































© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística| v4.3.11.0




































Campo Alegre: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Campo Alegre? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: