Início » Rondônia » Espigão d'Oeste


Espigão d'Oeste - Rondônia



Espigão do Oeste é uma cidade localizada na região leste do estado de Rondônia. Com uma população de 29189 habitantes, a cidade é conhecida por ser povoada por descendentes de pomeranos. É o 13º município mais populoso e o 11º com a maior população urbana de Rondônia. A cidade é Bi-Campeã da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, detém o 12º maior PIB do Estado, o melhor IDEB de Rondônia e o 40º melhor IDH da região Norte do Brasil. O município é sede da Federação de Motociclismo do Estado de Rondônia e o atual vice-campeão do Campeonato Rondoniense de Futebol, com o Esporte Clube Espigão. Em 1999, Priscila Giacomolli, representando a cidade, venceu o Miss Rondônia e representou o estado no Miss Brasil do mesmo ano.

No ano de 1969, Espigão já era uma Vila e em 12 de agosto de 1970, numa cerimônia emocionante foi plantado um cruzeiro por Vicente Vanin Martins e junto ao cruzeiro, uma garrafa, tendo em seu interior um papel com os comes das pessoas que participaram do evento. Na ocasião, por falta de vinho, não foi celebrada a 1ª missa, a mesma aconteceu mais tarde, no dia 07 de setembro de 1970, sendo então celebrada pelo Padre Adolfo Rool. Mas as dificuldades dos colonizadores não pararam aí. Nos anos seguintes, especialmente em 1975, vários acontecimentos marcaram tragicamente o povo tão sofrido de Espigão do Oeste, que lutavam por um futuro melhor. A colonizadora ltaporanga dividia os lotes em 2000 ha e cobrava dos colonos apenas o trabalho de topografia, isto é, a demarcação dos mesmos. No entanto, o INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) só regularizaria as terras, se os lotes fossem reduzidos a 100 ha, e os colonos retirassem um interdito probatório que eles haviam impetrado contra o Instituto, como medida de garantia da posse das terras.

Porém, esta proposta foi acolhida com desagrado pelos colonos e houve revolta geral, quando receberam a notícia de que funcionários do INCRA viriam para cortar as terras. Indignados, os colonos decidiram serrar a ponte sobre o Igarapé Amola Faca, para impedir a passagem dos tais funcionários, mas nesse mesmo dia, 28 de abril de 1975, policiais armados invadiram a Vila de Espigão e num ato de injustiça e crueldade espancaram trabalhadores bons e honestos. Várias pessoas foram presas e somente depois de muita luta, conseguiram liberdade. Em compensação à tanto sofrimento, conseguiram logo em seguida os documentos das terras.

História da cidade de Espigão do Oeste

Por volta de 1966 os irmãos Melhorança, José Candido e Romeu, atendendo apelos publicitários do governo militar, que desejava a ocupação da Amazônia Oriental, com o lema "integrar para não entregar", saíram da cidade de Andradina, SP, migrando para Pimenta Bueno, RO, quando a intenção inicial era ir para o Acre. Com base em documentação sem valor, fundaram a Colonizadora Itaporanga, vendendo lotes para os colonos em terras localizadas à margem esquerda da BR-364, sentido Porto Velho - Cuiabá, afastadas, aproximadamente, 30 quilometros do leito da rodovia.

Partindo de Pimenta Bueno, a 5 Km deixaram a BR-364, adentraram 28 Km na mata, chegando ao alto de uma colina, local escolhido para o núcleo do empreendimento colonizador. Os irmãos Melhorança denominaram o lugar de Espigão por suas caracteristicas peculiares. O nome de Espigão d′Oeste foi sugerido por um padre e aceito pela comunidade.

Gentílico: espigãosense-d′oeste

Formação Administrativa

Através do decreto-lei nº 81.272, de 30 de janeiro de 1978, a localidade de Espigão d′Oeste, com o mesmo nome de origem, foi elevada à categoria de distrito do Município de Pimenta Bueno.

Através da lei nº 6.921, de 16 de junho de 1981, com área desmembrada do município de Pimenta Bueno, foi criado o Município de Espigão d′Oeste, sem mudar de nome.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: VALTER NICHIO BERTONI

Distrito criado com a denominação de Espigão D´Oeste, pela lei federal nº 6448, de 11-10-1977, subordinado ao município de Pimenta Bueno.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o distrito de Espigão D´ Oeste, figura no município de Pimenta Bueno.

Elevado à categoria de município com a denominação de Espigão D´ Oeste, pela lei federal nº 6921, de 16-06-1981, desmembrado de Pimenta Bueno. Sede no atual distrito de Espigão D´ Oeste. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-02-1983.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1983, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei nº 921, de 17-12-2004, foram criados os distritos de Boa Vista do Pacarana, Novo Paraíso, Flor da Serra e Nova Esperança e anexados ao município de Espigão D´ Oeste.

Em divisão territorial datada de 2005, o município é constituído de 5 distritos: Espigão D´ Oeste, Boa Vista do Pacarana, Novo Paraíso, Flor da Serra e Nova Esperança.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Autor do Complemento: IBGE


Código do Município

1100098

Gentílico

espigãoense

Prefeito

NILTON CAETANO DE SOUZA

População
População estimada [2018]32.047 pessoas  
População no último censo [2010]28.729 pessoas  
Densidade demográfica [2010]6,36 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,8 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]5.326 pessoas  
População ocupada [2016]16,3 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]39,7 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]95,9 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,7  
Matrículas no ensino fundamental [2017]4.976 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]1.198 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]239 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]80 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]23 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]4 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]16.650,27 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]75,6 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,672  
Total de receitas realizadas [2017]70.984,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]56.572,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]22,22 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]4 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]9 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]4.518,026 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]13,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]59,4 %  
Urbanização de vias públicas [2010]4,2 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Espigão d'Oeste: Imagens da cidade e Região

imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-1
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-2
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-3
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-4
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-5
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-6
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-7
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-8
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-9
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-10
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-11
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-12
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-13
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-14
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-15
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-16
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-17
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-18
imagem de Espig%C3%A3o+d%27Oeste+Rond%C3%B4nia n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Espigão d'Oeste e arredores.


Você conhece a cidade de Espigão d'Oeste? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: