Início » Paraná » Itambé


Itambé - Paraná



Itambé faz parte do estado do Paraná, localizado na Região Metropolitana de Maringá.

Toda esta área foi dotada de boas estradas, colocando as propriedades rurais e fácil comunicação com os centros urbanos, permitindo rápido escoamento das safras agrícolas. Não demorou muito e outras famílias aportaram em solo itambeense, eram alemães, espanhóis, japoneses, sírios, italianos e poloneses que, encontrando condições favoráveis e especiais, resolveram fixar-se, muito contribuindo para a colonização e grande progresso verificados.

Criado através da Lei Estadual n° 4.245, de 25 de julho de 1960, foi instalado em 30 de novembro de 1961, sendo desmembrado dos Municípios de Marialva, Bom Sucesso e São Pedro do Ivaí.

História da cidade de Itambé

Assim como inúmeros municípios da mesorregião Norte do Paraná, Itambé é fruto da obra colonizadora da Companhia de Terras Norte do Paraná, que adquiriu, inicialmente, junto ao governo do Paraná, 415.000 alqueires de terras férteis situadas entre os rios Paranapanema, Ivaí e Tibagi. Com sede em Londrina (1929) efetuou o maior empreendimento agro-imobiliário do Brasil, promovendo a agricultura no restante das terras.

Por volta do mês de janeiro de 1947, chegaram às terras, onde se localiza o atual Município de Itambé, os primeiros povoadores, destacando-se Paulo Tuti, Paulo Xavier, Paulo Bogenscheneider, Augusto Mineiro, Carlos Bobbo, Gaudêncio Severo Luiz, Antonio Naujalis, João Rodrigues Gomes, Otto Morais de Souza, Gumercindo Amaral, Pedro Bastos Pereira, José Guerra, Francisco Albino, Mário Machado, Gabriel C. de Freitas, João Cristino de Freitas, José Joaquim Pereira, Luiz Lopes, Antonio César de Oliveira e Manuel Palazzo.

Com o passar do tempo, mais famílias se deslocaram para Itambé e o traçado urbano foi surgindo paralelo às lavouras de café e cereais, até que em 1950, através da Lei nº 790, o patrimônio de Itambé, foi elevado a Distrito de Marialva e ainda em 11/11/1951 a Distrito Judiciário.

O desbravamento e a colonização do Município de Itambé é creditado à Companhia de Terras Norte do Paraná, atual Companhia Melhoramento do Paraná, empresa coloniz adora responsável pelo surgimento de inúmeras cidades na região norte de nosso Estado.

Tudo começou entre fins de 1946 a janeiro de 1947, quando pioneiros iniciaram a penetraçào no sertão inóspito da região. Louvamos a iniciativa do heróico pioneiro João Cortez Capel que pleiteou junto à Companhia a abertura de um novo patrimônio. Cidadão dotado de fibra incomum, enfrentou toda espécie de dificuldades e deu início a este progressista município paranaense. Foi responsável pela vinda de famílias oriundas dos mais diversos pontos do país.

O traçado urbano do patrimônio surgia paralelo a belas lavouras de café e cereais. O trabalho organizado e a harmonia reinante foram fatores fundamentais para o desenvolvimento e o progresso.

Entre os primeiros comerciantes da localidade destacamos Paulo Tutti, Severino, ongelo, Albino, Ernesto e Luiz Valler, Massakasso Honda, Antonio Naujalis, Oto Moraes de Souza, Paulo Xavier, José Gagg, Frederico Wegner, Luiz Lopes, João Granero, José Silva, e outros, responsáveis pelo desenvolvimento comercial.

Em 1947, Paulo Bogenschneider, juntamente com os cunhados, os irmãos Bindewald (João, Alberto, Henrique), iniciaram-se no trabalho de retirada e transporte de madeiras. Após um certo tempo, transformaram um caminhão de toras em uma espécie de jardineira e passaram a dedicar-se ao transporte de passageiros para Mandaguari. Em 1950 adquiriram a primeira jardineira, e com o tempo passaram a contar com uma frota de cinco ônibus.

Gentílico:

Formação Administrativa

Em 1950, através da Lei nº 790 foi elevado a Distrito de Marialva, e ainda em 11/11/1951 a Distrito Judiciário.

Na data de 25 de julho de 1960, pela Lei nº 4.245, foi criado o Município de Itambé.

A instalação solene ocorreu no dia 30 de novembro de 1961.

Fonte: Prefeitura Municipal de Itambé (PR)

Autor do Histórico: LAéRCIO ARALI

Código do Município

4111100

Gentílico

itambenense

Prefeito

VITOR APARECIDO FEDRIGO

População
População estimada [2018]6.107 pessoas  
População no último censo [2010]5.979 pessoas  
Densidade demográfica [2010]24,52 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,0 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]872 pessoas  
População ocupada [2016]14,1 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]29,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]99,2 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,9  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,7  
Matrículas no ensino fundamental [2017]648 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]284 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]49 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]17 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]3 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]27.653,91 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]87,5 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,746  
Total de receitas realizadas [2017]22.541,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]18.862,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]13,16 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]2 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]243,822 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]80,4 %  
Arborização de vias públicas [2010]99,6 %  
Urbanização de vias públicas [2010]53,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Itambé: Imagens da cidade e Região

imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-1
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-2
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-3
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-4
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-5
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-6
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-7
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-8
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-9
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-10
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-11
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-12
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-13
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-14
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-15
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-16
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-17
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-18
imagem de Itamb%C3%A9+Paran%C3%A1 n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Itambé e arredores.


Você conhece a cidade de Itambé? Então deixe seu comentário!


Comentários (3)

  1. carlos roberto medina's avatarcarlos roberto medina

    E uma cidade muito organizada de pessoa que busca o seu objetivo que e vencer: nasci ai nao fiz parte do seu dezenvolvimento pretendo voltar para essa bela cidade?

    #3 – 31/01/2016 - 21:43

  2. carlos roberto medina's avatarcarlos roberto medina

    E uma cidade muito organizada de pessoa que busca o seu objetivo que e vencer: nasci ai nao fiz parte do seu dezenvolvimento pretendo voltar para essa bela cidade?

    #2 – 31/01/2016 - 21:40

  3. carlos roberto medina's avatarcarlos roberto medina

    E uma cidade muito organizada de pessoa que busca o seu objetivo que e vencer: nasci ai nao fiz parte do seu dezenvolvimento pretendo voltar para essa bela cidade?

    #1 – 31/01/2016 - 21:39

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: