Início » Minas Gerais » Rio Piracicaba


Rio Piracicaba - Minas Gerais



Rio Piracicaba faz parte do estado de Minas Gerais. A população avaliada em 2004 era de 14.375 habitantes.

Rio Piracicaba, antigo distrito criado com a denominação de São Miguel de Piracicaba em 1750 e subordinado ao município de Santa Bárbara, tornou-se município pela lei estadual nº 556, de 30 de agosto de 1911.

Rio Piracicaba tem sua economia voltada para a extração de minério de ferro, agricultura de subsistência e pecuária leiteira. O minério que antes era extraído quase que exclusivamente na mina de "Morro Agudo" hoje é extraído em "Água Limpa". Carregado na Pera Ferroviária de Bicas, o minério de ferro segue de trem até o porto de Tubarão, no Espírito Santo, de onde é exportado.Ele teve seu crescimento a partir da exploração comercial no século XIX.

História da cidade de Rio Piracicaba

O Município de Rio Piracicaba, importante pela sua riqueza mineral, ex-arraial de São Miguel de Rio Piracicaba, foi elevado a sede do município pela Lei Estadual número 556 de 30 de Agosto de 1911. Localizado na região central de Minas, na bacia do Rio Doce, o povoado teve sua origem, como tantos arraiais de Minas, na febre do ouro que empolgou e atraiu ao Sertão Mineiro, na última década do século XVII e início do século XVIII, os bandeirantes paulistas e baianos de que tanto nos falam as crônicas históricas. O arraial de São Miguel de Rio Piracicaba, hoje Rio Piracicaba, foi fundado pelo Paulista João dos Reis Cabral, casado com D. Maria Antunes de Camargos, homem aventureiro que, deixando em São Paulo esposa e numerosa família, veio a esta região à procura de ouro. No dia 29 de setembro de 1713,assentou o seu barracamento às margens de um pequeno ribeirão, afluente do Rio Piracicaba, onde logo constatou a existência de grande quantidade de pepitas de ouro, lugar este que a partir desta data passou a chamar-se Córrego São Miguel, em homenagem ao Santo do dia. São Miguel e Rio Piracicaba que, segundo a língua Tupi/Guarani, quer dizer rio sem peixe ou peixe lustroso e negro ou "monte em que pára o peixe." Apesar dos problemas enfrentados pela população, o Município possui características de uma cidade em pleno desenvolvimento. Possui energia elétrica, abastecimento de água fluoretada, serviços telefônicos, boas escolas, comércio atuante e diversificado, estradas conservadas na zona rural e estradas pavimentadas ligando Rio Piracicaba a João Monlevade e outros municípios. Possui ainda empresas de grande porte com atuação na Cidade, que contribuem para que o Município tenha uma arrecadação e um PIB invejável. da região.

Distrito de Conceição de Piracicaba ( Jorge )

O distrito de Conceição de Rio Piracicaba está localizado a 13Km de Rio Piracicaba e a 5Km da BR381. Foi fundado pelo capitão Jorge Felipe, originário da Arábia. A maioria de seus habitantes trabalha nos municípios vizinhos ou vive do trabalho rural. O Distrito possui uma igreja católica construída pelo padre Levy, a Igreja Nossa Senhora da Conceição, e um templo da Assembléia de Deus.

Distrito de Padre Pinto ( Caxambu )

O nome "Caxambú" foi modificado para padre Pinto em 08 de Agosto de 1927, em homenagem ao serviços prestados pelo padre Manoel Fernandes Pinto Coelho. A Primeira capela inaugurada no distrito, data de 30 de Abril de 1911. Padre Pinto possui, hoje, uma igreja católica (Nossa Senhora Auxiliadora) e duas Igrejas evangélicas. A maior parte dos habitantes dedica-se aos trabalhos na área agrícola. habitantes.

Fazia parte do território de Rio Piracicaba, o distrito de João Monlevade que se emancipou em 29/04/1964 pela LEI ESTADUAL nº 12.030.

Gentílico: Piracicabense

Fonte: CoMARA MUNICIPAL DE RIO PIRACICABA

Autor do Histórico: MARCELO GOMES MARTINS

Código do Município

3155702

Gentílico

piracicabense

Prefeito

ANTÔNIO JOSÉ COTA

População
População estimada [2018]14.346 pessoas  
População no último censo [2010]14.149 pessoas  
Densidade demográfica [2010]37,93 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,0 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.834 pessoas  
População ocupada [2016]12,6 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]38 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,9 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]5,3  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.667 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]597 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]123 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]32 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]10 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]24.813,15 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]82,2 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,685  
Total de receitas realizadas [2017]43.376,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]36.371,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]2,5 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]6 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]373,037 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]73,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]55,5 %  
Urbanização de vias públicas [2010]47,8 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Rio Piracicaba: Imagens da cidade e Região

imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-1
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-2
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-3
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-4
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-5
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-6
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-7
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-8
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-9
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-10
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-11
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-12
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-13
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-14
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-15
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-16
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-17
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-18
imagem de Rio+Piracicaba+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Rio Piracicaba e arredores.


Você conhece a cidade de Rio Piracicaba? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. sirio rodrigues santana's avatarsirio rodrigues santana

    nao conheço mais tenho vontade de conhecer gostaria de saber onde pego o onibus de sao paulo para rio piracicaba mg,o horario e o tempo da viagem

    #1 – 24/10/2016 - 00:57

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: