Início » Minas Gerais » Itambacuri


Itambacuri - Minas Gerais



Itambacuri faz parte do estado de Minas Gerais. A população avaliada em 2004 era de 23.424 habitantes.

A convite do Governo Imperial da época, foi fundado no Vale do Mucuri e Rio Doce, um aldeamento para catequese dos indígenas, a fim de liberar terras para a colonização e se aproveitar da mão-de-obra dos nativos.

Frei Serafim de Gorízia e Frei Ângelo de Sassoferrato, que aqui chegaram a 19 de Fevereiro de 1873. Estava dentro em pouco tempo, formada a aldeia na data de 13 de Abril de 1873, legalmente considerada a fundação da cidade.

História da cidade de ITAMBACURI MINAS GERAIS Monografia - n.° 560 Ano: 1973

ASPECTOS HistóricoS

A 19 de fevereiro de 1873, ao local onde hoje se acha a sede do Município de Itambacuri, chegavam os primeiros brancos, os capuchinhos Frei Serafim de Gorízia e se auxiliar imediato, Frei ongelo de Sassoferrato, com pequena comitiva de trabalhadores e alguns índios mansos. Frei Serafim de Gorízia partira poucos meses antes, ao expirar de 1872, do Rio de Janeiro, com destino a Filadélfia (hoje, Teófilo Otoni), com a incumbência de formar um aldeamento para a catequese de índios dos vales do Mucuri e São Mateus. Após a estafante caminhada pela extensa região, em busca de local apropriado, extasiou-se com a magnífica visão panorâmica da área, alcançada desde o divisor de águas do rio Itambacuri e córrego d′Areia, e por esta se decidiu. Em fins de fevereiro, um dos primeiros cuidados do desbravador foi a abertura de uma estrada, ao estilo da época, simples picada, que Ihe facultasse receber e enviar tropas a Filadélfia. Logo a seguir outros moradores da região, atraídos pela fama de comuna ordeira e progressista que se estava formando, foram acorrendo e se fixando, consolidando as obras do dinâmico Frei Serafim.

Quatro anos após, contava o povoado com algumas dezenas de casas, uma igreja e quatrocentos a quinhentos índios nos trabalhos da lavoura. Em 1873, o aldeamento possuía um patrimônio de cinquenta e cinco mil cruzeiros, segundo reIatório de seu fundador ao Governo do Estado.

A preocupação pela educação dos indígenas e "nacionais" era grande por parte dos fundadores. Perceberam que o aldeamento só poderia prosperar através da educação de seus moradores. Dado a dificuldade em conseguir professores bem preparados cogitaram na fundação de um colégio, que não só atendesse à educação dos menores, como à formação de professores.

Assim, em 3 de julho de 1907, chegaram da Itália quatro religiosas Franciscanas para assumir a direção da Escola. O progresso conseguido foi tão grande, que em 1912 foi inaugurado o curso secundário e em 1926, por decreto estadual, o colégio Santa Clara adquiriu as regalias da Escola Normal.

A vida econômica e social do povoado desenvolveu-se em ritmo normal, até sua elevação à categoria de distrito, e, posteriormente, de Município havendo sua sede recebido foros de cidade em 1924.

Formação Administrativa

O distrito de Itambacuri foi criado pela Lei estadual n° 556, de 30 de agosto de 1911, subordinado ao município de Teófilo Otoni.

Por força da Lei estadual n° 843, de 7 de setembro de 1923, instituiu-se o Município de Itambacuri, formado por 4 distritos: o de Itambacuri, desmembrado do município de Teófilo Otoni, e os de Aranã, Frei Serafim e Igreja Nova, criados com territórios desmembrados do distrito-sede.

Pelo disposto no Decreto-lei estadual n° 148, de 17 de dezembro de 1938, foi extinto o distrito de Aranã, cujo território passou a integrar o de Frei Gaspar, do município do mesmo nome. Ainda em face desse decreto, o distrito de Igreja Nova cedeu parte de suas terras aos novos distritos de São Fidélis e São Pedro, bem assim para os municípios de Conselheiro Pena, recém-criado, e de Resplendor. Passou Itambacuri a constituir-se dos distritos da Sede, Frei Gaspar, Frei Serafim, Igreja Nova, São Fidélis e São Pedro.

Em virtude do Decreto-lei estadual n° 1.058, de 31 de dezembro de 1943, o Município perdeu para o de Ataléia, recém-criado, o distrito de Fidelândia (ex-São Fidélis), acrescido de parte do território do distrito de Pescador (ex-São Pedro). Segundo o referido decreto, Itambacuri reunia os distritos da Sede, Campanário (ex-Igreja Nova), Frei Gaspar, Frei Serafim e Pescador (ex-São Pedro).

A Lei n° 336, de 27 de dezembro de 1948, criou o distrito de São José do Divino. Por Lei estadual n° 1.039, de 12 de dezembro de 1953, foram criados os distritos de Frei Inocêncio, Guarataia e Nova Módica, aparecendo Itambacuri, em 1954, com 9 distritos. Por Lei estadual n° 2.764, de 30 de dezembro de 1962, foram desmembrados, passando a municípios, os distritos de Campanário, Frei Gaspar, Frei Inocência, Pescador, Nova Módica e São José do Divino, ficando o Município reduzido a 3 distritos: Itambacuri, Frei Serafim e Guarataia. Esta situação permanece até a presente data. O Municipio de Itambacuri integrava, até 1949, o Termo e a Comarca de Teófilo Otoni.

A Comarca de Itambacuri deve sua criação ao Decreto-lei n° 336, de 27 de dezembro de 1948, havendo sido instalada em 6 de novembro de 1949. é de 1ª entrância e abrange em sua jurisdição os municípios de Campanário, Frei Gaspar, Frei Inocêncio, Nova Módica, Pescador e São José do Divino.

Fonte: IBGE

Código do Município

3132701

Gentílico

itambacuriense

Prefeito

HENRIQUE LUIZ DA MOTA SCOFIELD

População
População estimada [2018]23.212 pessoas  
População no último censo [2010]22.809 pessoas  
Densidade demográfica [2010]16,07 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]2.227 pessoas  
População ocupada [2016]9,4 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]43,9 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,2 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,2  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,2  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.447 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]982 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]245 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]58 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]21 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]11.018,53 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]85,1 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,634  
Total de receitas realizadas [2017]51.483,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]48.320,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]2,91 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]7,8 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]14 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]1.419,209 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]59,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]39,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]3,5 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Itambacuri: Imagens da cidade e Região

imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-1
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-2
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-3
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-4
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-5
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-6
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-7
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-8
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-9
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-10
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-11
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-12
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-13
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-14
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-15
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-16
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-17
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-18
imagem de Itambacuri+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Itambacuri e arredores.


Você conhece a cidade de Itambacuri? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: