Início » Minas Gerais » Ipaba


Ipaba - Minas Gerais



Ipaba é um município do estado de Minas Gerais, no Brasil.

O topônimo provém da palavra tupi upaba, que significa "lago,lagoa".

Até o século XIX, a região do atual município era habitada por índios crenaques.

Agenda Histórica do Município de Ipaba MG.

Por volta de 1890, Regino Cândido iniciou o povoamento da Penha. Uma extensa area de terra foi doada por ele as margens da BR 458, Onde foi criado o distrito de Vale Verde. Em virtude de uma epidemia de febre amarela que levou a óbito varias pessoas que residiam nas imediações do patrimônio da Penha, os fazendeiros aproveitaram a situação e transferiram o arraial para as margens do rio Doce.

Regino Cândido também ajudou a abrir trilhas entre as matas, dando sequência à rota que liga Entre Folhas a Inhapim e demais lugarejos a margem do rio Doce.

No mês de março de 1903, tiveram inicio os trabalhos da construção da estrada de ferro Vitoria a Minas. Depois de ter inaugurado varias estações, somente dia 31 de dezembro de 1912, a ferrovia chegava à Cachoeira Escura, no km 443, sendo liberada para o transporte de passageiro. No ano de 1914, os trabalhos da construção da ferrovia foram prejudicados com a gerra mundial, e todos os trabalhos foram paralisados entre Cachoeira Escura e Ipatinga. O ponto final da obra foi no km 457, próximo ao porto de Inhapim, sendo obrigatória a manobra das locomotivas para voltar rumo ao Estado do Espirito Santo. A estação recebeu o nome de Parada de Inhapim. Era essa a cidade mais próxima.

Na segunda fase a partir de 1919, prossegue a construção da EFVM. Somente em 1922, foram inauguradas as estações do porto de Inhapim e Ipatinga.

Os irmãos Mafra e os Abrantes, estavam entre os primeiro da EFVM. Foram responsáveis pela abertura de trilhas no meio das matas por onde iria passar a ferrovia do aço. Com a paralisação da obra 1914, eles se estabeleceram no porto de Inhapim. Montaram a primeira maquina de limpar café na região. A industria ficava onde hoje se encontra a rua Gessi de Assis Pena, no município de Ipaba. Os Mafra e os Abrantes são estoricos desbravadores de Ipaba.

Anos depois, os moradores exigiram que o nome Porto de Inhapim fosse mudado sob o argumento de que a cidade de Inhapim estava muito distante da estação que ficava na outra margem do rio. As lideranças se reuniram e vários nomes foram discutidos, chegando-se à conclusão que deveriam formar o nome com as silabas: IPA, de Ipatinga e BA, da bacia do rio Doce. Juntando-se as silabas fizeram desaparecer o porto de Inhapim e nascer o povoado de Ipaba. A origem do nome Ipaba é a mesma para as duas localidades divididas pelo rio Doce. Para diferenciá-las um dos povoados ficou conhecido como Ipaba de Caratinga e o outro, Ipaba de Mesquita.

O padre José Lanzillote indicou o santo de sua devoção como padroeiro de Ipaba de Caratinga, ficando, portanto, conhecido como São Sebastião de Ipaba. Finalmente os políticos adotaram somente Ipaba.

O nome Ipaba vem de origem indígena Tupi (Guarani) que quer dizer IPA, (Agua). BA, (muito)ou seja, muita Agua. Isto por causa da abundancia de água, como o rio Doce, lagos e córregos.

No ano de 1936, com o crescimento populacional do povoado de Ipaba, o então prefeito de Catinga, Sr. Omar Coutinho mandou demarcar os trinta e três alqueires de terra oficializando assim a existência de mais um povoado em seu município. A medição foi feita pelo agrimensor Paulo Franklin.

Distrito Ipaba foi elevado a categoria de distrito em 08 de outubro de1982.

Município Ipaba foi elevada a categoria de município em 27/04/1.992 A instalação se deu em 01/01/1.993 na posse do primeiro prefeito.

Comarca passou a pertencer a comarca de Ipatinga em 14 de março de 1995.

Localização Ipaba encontra-se localizado no leste de Minas Gerais e faz parte do colar metropolitano da região do Vale do Aço, distando 248 km de Belo Horizonte e 22 km de Ipatinga.

área territorial do município: 111 km2 de extensão.

Densidade demográfica: 127,72 habitantes por km2 .

População do município: 14,536 habitantes (censo 2000).

Distrito: Um distrito Vale Verde de Minas.

Outras localidades: Povoado de Boachá , Agua Limpa dos Gonçalves, Agua Limpa dos Vieira, Agua Limpa dos Antunes, Agua Limpa dos Viana, Córrego Beija-Flor e Córrego do Vermelho.

Limites: Divisa-se com Santana do Paraíso, Belo Oriente, Caratinga, Bugre e Iapu.

Relevo: A topografia dominante na área é de planícies, apresentando também algumas localidades com encostas e planaltos.

Temperatura: Media anual 21,2° C, Máxima anual 27,2° C e 16,5° C. Respectivamente.

Hidrografia: Os recursos hídricos são abundantes, sendo a região pertencente a bacia do rio Doce. Seu principal curso d′água é o próprio Rio Doce que banha a zona urbana. Destaca-se no município o ribeirão da Agua Limpa, Córrego do Beija-Flor, Lagoa central, lagoa do Piauzinho, Lagoa da Maromba, Lagoa da CENIBRA e Lagoa do Queixada,

Clima: Quente e úmido, com estações chuvosas e as vezes secas.

Economia: Agricultura (milho, arroz, feijão, amendoim,mandioca, etc.).

Pecuária: (asininos, bovinos,suínos.)

Extração de madeira: CENIBRA e CAF

Meios de comunicação: Telefone, Correio, Radio, e TV .

Pontos turísticos: Lagoa Central, Fazenda Macedônia (CENIBRA)

Festas populares, cívicas e religiosas: festa de Nossa Senhora da Penha , Semana Santa, Corpos Christi, Mês de Maria, Novena do Espirito santo. Festa Junina e Julina Aniversário da cidade mês de Abril Sete de Setembro Cavalgada Força Jovem - Umadei (Assembleia de Deus).

Atividades Sociais: Varanda Clube, Campo de Futebol, Jogos de Baralho, Quadras Esportivas, Peteca, Vôlei, Ginásio poliesportivo.

Governo Municipal

1° mandato: 1993 a 1996

Prefeito: José Vieira de Almeida

Vice Prefeito: José Vieira da Silva

Ipaba 28 de Agosto de 2008.

Adirson Teodoro Ferreira.

Diretor do departamento de Meio Ambiente.

Fonte: Deptº Meio Ambiente- Prefeitura Municipal

Autor do Histórico: JOãO DOS SANTOS BRAGA

Código do Município

3131158

Gentílico

ipabense

Prefeito

GERALDO DOS REIS NEVES

População
População estimada [2018]18.438 pessoas  
População no último censo [2010]16.708 pessoas  
Densidade demográfica [2010]147,69 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,5 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.509 pessoas  
População ocupada [2016]8,3 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]40 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,6 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,3  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.430 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]837 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]149 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]65 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]8 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]3 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]7.286,68 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]93,3 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,665  
Total de receitas realizadas [2017]33.436,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]29.183,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]20,33 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,5 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]6 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]113,246 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]76,2 %  
Arborização de vias públicas [2010]73,4 %  
Urbanização de vias públicas [2010]6,4 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Ipaba: Imagens da cidade e Região

imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-1
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-2
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-3
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-4
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-5
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-6
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-7
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-8
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-9
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-10
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-11
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-12
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-13
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-14
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-15
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-16
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-17
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-18
imagem de Ipaba+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Ipaba e arredores.


Você conhece a cidade de Ipaba? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: