Início » Minas Gerais » Verdelândia


Verdelândia - Minas Gerais



Verdelândia faz parte do estado de Minas Gerais. Sua economia se destaca pela agropecuária, sobretudo pelo cultivo de banana e criação de gado. É banhada pelo Rio Verde Grande, de grande importância para seu desenvolvimento.

Não se sabe ao certo de onde vieram os primeiros moradores da região onde hoje é o município de Verdelândia. Antigos moradores contam que seus antepassados, escravos, vieram fugidos dos seus algozes e chegaram à região. Quando chegaram, se depararam com índios que já viviam por estas terras. Houve conflito com os indígenas, que se mudaram para a região onde hoje é a cidade de São João das Missões-MG. Os novos moradores se estabeleceram próximo a uma lagoa denominada por eles de “Lagoa da Jaíba” e outra parte na “Lagoa do Sapê”. Viveram, até a década de 60, tempo dos conflitos de terra, sem noção de demarcação legal de terras. As glebas eram separadas umas das outras através de troncos de madeira. Cada roceiro cultivava seu pedaço de terra e plantava alimentos destinados a sua sobrevivência. Plantava-se arroz, feijão, mandioca, milho e mamona. A alimentação era completada por caça e pesca no Rio Verde Grande. A dificuldade maior era encontrar sal, principalmente para conservar os alimentos. Daí surgiu a necessidade de se dirigir a outras terras para vender arroz e comprar sal e café. A construção da estrada de ferro em Janaúba contribuiu para a chegada de pessoas de outras cidades a partir da década de 1940, como Matias Cardoso, Porteirinha, Salinas e Janaúba. Com a chegada das famílias e de um padre, costumes e cultura externa foram ao poucos sendo incorporados ao modo de vida da população.

Sua população estimada em 2010 era de 8.350 habitantes.

História da cidade de Verdelândia

A ocupação da área que hoje compãoe o município é pouco conhecida. Sabe-se, porém, que ela se deu a partir da expansão da criação de gado na região.

Pioneiros vindos de Varzelândia, de Janaúba, de Montes Claros e até de regiãoes mais distantes começaram a ocupar grandes áreas de terras na região e destiná-las à criação extensiva de bovinos, razão pela qual ainda hoje esse é um município com baixíssima densidade populacional.

Entre os anos de 1960 a 1980 ocorreram grandes convulsãoes sociais na região, causadas por conflitos entre posseiros, vindos de diversos municípios vizinhos para ocupar terras que se diziam devolutas e alguns fazendeiros, que se diziam donos dessas áreas e moveram violenta reação contra esses trabalhadores, ocasião em que ocorreram várias mortes de pessoas.

A povoação que veio a constituir a sede do distrito de Verdelândia surgiu aos poucos, na margem esquerda do Rio Verde Grande, no lugar onde se inicia a estrada que liga a Rodovia MG-401 à cidade de Varzelândia, a 50 km dali. Um pouco mais tarde surgiu, bem próximo dali, mas na margem direita do mesmo rio, outra povoação, que veio a constituir na sede do Distrito de Barreiro do Rio Verde. E na margem da Rodovia MG-401 apareceu um outro povoado, que recebeu o nome de Janaíba, devido a sua localização à margem da Rodovia que leva a Janaúba, que hoje faz parte também da sede do município de Verdelândia.

Gentílico:

Formação Administrativa

O Distrito de Verdelândia foi criado pela Lei Estadual n°. 6769, de 13/05/1976 e instalado em 24/10/1977, vinculado ao Município de Varzelândia e o de Barreiro do Rio Verde, havia sido criado pela Lei Estadual n°. 8285, de 08/10/1982 e instalado em 13/03/1983, pertencendo ao Município de Janaúba.

O Município foi criado através da Lei Estadual n°.12030, de 22/12/1995, com a junção das áreas de dois distritos: Verdelândia, então pertencente ao município de Varzelândia e Barreiro do Rio Verde, pertencente a Janaúba.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: ROGÁRIO RODRIGUES DA SILVA

Código do Município

3171030

Gentílico

verdelandense

Prefeito

WILTON LEITE MADUREIRA

População
População estimada [2018]9.265 pessoas  
População no último censo [2010]8.346 pessoas  
Densidade demográfica [2010]5,31 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,5 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]306 pessoas  
População ocupada [2016]3,3 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]45,3 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]95,5 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4,8  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,1  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.540 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]529 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]121 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]28 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]11 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]9.592,74 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]96,2 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,584  
Total de receitas realizadas [2017]20.530,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]19.971,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]42,25 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,7 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]5 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]1.570,582 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]20,3 %  
Arborização de vias públicas [2010]90,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Verdelândia: Imagens da cidade e Região

imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-1
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-2
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-3
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-4
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-5
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-6
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-7
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-8
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-9
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-10
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-11
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-12
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-13
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-14
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-15
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-16
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-17
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-18
imagem de Verdel%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Verdelândia e arredores.


Você conhece a cidade de Verdelândia? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: