Início » Minas Gerais » São Romão


São Romão - Minas Gerais



São Romão faz parte do estado de Minas Gerais. Encontra-se a uma latitude 16º22′07" sul e a uma longitude 45º04′10" oeste, estando a uma altitude de 480 metros. A população avaliada em 2004 era de 8.029 habitantes.

O município de São Romão encontra-se no norte de Minas e faz parte da microrregião de Pirapora. Sua área territorial é de 2.440km². Apresenta limites com os municípios de Pintópolis, Urucuia, Riachinho, Santa Fé de Minas, Ponto Chique, Ubaí e Icaraí de Minas.

A economia do município de São Romão está diretamente ligada às atividades agropecuárias, que constitui seu setor mais dinâmico.

História da cidade de SÁO ROMÁO/MG

HISTÁRICO

Nos primeiros anos do século XVIII um dos caminhos para se chegar às Minas do Ouro era o do Rio São Francisco, conhecido como "caminho dos currais". Apesar de determinação Real no sentido de proibir o comércio pelo caminho do São Francisco, uma vez que este estava inserido no sertão da capitania e não havia estrutura administrativa para arrecadação dos impostos por parte da Coroa, os currais nas margens do rio eram foram multiplicando-se e o comércio continuou cada vez mais ativo.

Objetivando conquistar uma ilha que dividia o São Francisco em dois "braços", o capitão Manuel Francisco de Toledo, guiado por Manuel Pires Maciel, entrou em violento conflito com índios Caiapós que habitavam o local. Estes foram cruelmente exterminados e os que restaram vivos foram expulsos de suas terras. No dia desse embate (23 de outubro de 1719), a Igreja celebrava a festa de São Romão. Segundo Diogo de Vasconcelos daí veio o nome da ilha e do povoado.

Surgiram importantes empórios comerciais como o arraial de São Romão devido à produção e a intermediação das mercadorias. Á mister registrar que, essa região agro-pastoril pouco sofria com a tributação colonial. Até a instituição da taxa de capitação, em 1736. Eclodiram, então, uma série de movimentos denominados pelos historiadores de "motins do sertão do São Francisco", em função do repúdio da população ao pagamento do novo sistema tributário, resultando na tomada do arraial de São Romão. As autoridades repreenderam e colocaram fim ao movimento prendendo os líderes do motim.

Quando da criação do arraial, foi estabelecido um Julgado naquela localidade. Contudo, com a criação da vila de Paracatu, o Julgado foi abolido e os moradores de São Romão ficaram sujeitos à Justiça de Paracatu. Após diversas queixas e requerimentos dos moradores do arraial, que sofriam com a distância até Paracatu, em 1807 foi restabelecido o Julgado de São Romão.

Apenas no século XIX, no ano de 1831, aos 13 dias do mês de outubro, o arraial de São Romão foi elevado à categoria de vila, recebendo o nome de Vila Risonha de Santo Antônio da Manga de São Romão.

Entre 1836 e 1855 o engenheiro Henrique Guilherme Fernando Halfeld percorreu a província de Minas Gerais e, segundo seus levantamentos oficiais, a vila de São Romão contava com aproximadamente 6.000 habitantes e estava subordinada à Comarca do São Francisco. Em 1871 foi aprovada a Lei n°. 1755 que estabelecia a transferência da sede da vila de São Romão para a vila das Pedras dos Angicos (atual cidade de São Francisco). Em 1874 os vereadores da Câmara Municipal de São Romão enviaram um ofício ao Presidente da Província de Minas Gerais solicitando o cumprimento da transferência da sede da Vila de São Romão para a freguesia das Pedras dos Angicos. Apenas no ano de 1887 a freguesia e a sede em São Romão foram restabelecidas pela Lei n°. 3485.

A 07 de setembro de 1923 a Vila Risonha de Santo Antônio da Manga de São Romão é elevada a município pela Lei Estadual n°. 843. A cidade recebe o nome de São Romão simplesmente. A instalação solene do município ocorre em 03 de março de 1924.

O município foi elevado à Comarca de Primeira Instância em março de 1955 pelo Decreto-Lei estadual n°. 4457. Em junho do ano de 1986 ocorre a sua reinstalação pelo Poder Judiciário. Integram a comarca de São Romão o município de mesmo nome, o município de Santa Fé de Minas e o distrito de Ribanceira.

GENTÁLICO

Sanromanense

Fonte: Prefeitura Municipal de São Romão/MG

Autor do Histórico: ADÁLIO ALVES LEAL

Código do Município

3164209

Gentílico

são-romano

Prefeito

MARCELO MEIRELES DE MENDONÇA

População
População estimada [2018]12.139 pessoas  
População no último censo [2010]10.276 pessoas  
Densidade demográfica [2010]4,22 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]616 pessoas  
População ocupada [2016]5,3 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]48,3 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,4 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,8  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.319 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]426 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]88 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]37 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]8 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]14.992,88 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]86,8 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,640  
Total de receitas realizadas [2017]26.859,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]23.801,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]46,51 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]7 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]2.434,004 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]17 %  
Arborização de vias públicas [2010]46 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


São Romão: Imagens da cidade e Região

imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-1
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-2
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-3
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-4
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-5
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-6
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-7
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-8
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-9
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-10
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-11
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-12
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-13
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-14
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-15
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-16
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-17
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-18
imagem de S%C3%A3o+Rom%C3%A3o+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de São Romão e arredores.


Você conhece a cidade de São Romão? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: