Início » Minas Gerais » Campo Belo


Campo Belo - Minas Gerais



Campo Belo é uma cidade no estado de Minas Gerais.

Inicialmente e após o surgimento do Povoado de Casa do Casca do Tamanduá, as terras do hoje Município de Campo Belo pertenciam à aquela Vila que mais tarde passou a ser chamada São Bento do Tamanduá, por último, Itapecerica na Comarca do Rio das Mortes (São João Del Rey) e eram habitadas pelos índios Cataguases, da tribo Tupi, podendo esses silvícolas terem chegado à região fugindo da perseguição e da escravidão, por volta do ano 1.600. Posteriormente, já sem os Índios Cataguases, disseminados pelos portugueses e paulistas caçadores de ouro que integraram a Bandeira de Lourenço Castanho Jacques, o Velho, por volta de 1.726 estas terras dos Cataguases foram ocupadas por negros fugitivos que mais tarde se uniram aos que aqui chegaram sob a liderança de “Ambrósio Rei” na formação do Quilombo do Ambrósio, provavelmente na localidade chamada de Meia Laranja (hoje município de Cristais) e que fora parcialmente exterminado em 1743 por milícia armada que cumpria ordens da Coroa Portuguesa. Nesse episódio teriam sido mortos muitos negros, inclusive crianças, mulheres e velhos, bem como teriam destruído as casas, gado e lavouras. Ambrósio teria fugido para as terras que hoje está o Triangulo Mineiro, onde teria sido morto em 1.776. O Quilombo do Ambrósio, que em todas as terras chamadas de Campo Grande, teria contado com 15.552 negros e cerca de 2.592 casas, foi o maior, mais importante e duradouro Quilombo de Minas Gerais.

Porém, assim como sobreviveram alguns Cataguases, também sobreviveram vários Negros e, de forma curiosa, passaram a conviver amistosamente, na a tentativa da sobrevivência. Os nomes das comunidades rurais de Campo Belo provavelmente têm origem nas Sesmarias e, o povo fora formado à partir dos Índios, dos Negros Angolanos da Tribos Banto e Bunto e ainda de europeus. Os Italianos começaram na região, para o serviço nas lavouras, após o fim da escravidão negra em 1.888 . Os Libaneses aqui chegaram à partir de 1.890 e se dedicaram especialmente á atividade comercial.

História da cidade de Campo Belo

Segundo o historiador local José Miserani de Carvalho, em sua obra " Velharias, as origens de Campo Belo encontram-se entre fins do século XVI, quando, por aqui andou, o bandeirante Lourenço Castanho, perseguindo os ferozes índios Cataguases, data em que se deu o início da civilização nestas terras.

Acredita-se que o local servia de pouso para os viajantes, pela proximidade com a Estrada Real.

Uma tradição oral nos conta que viajando por ínvios caminhos, uma dessas caravanas vindas do sul e em demanda do oeste de Minas, acampou casualmente, ao entardecer de um dia muito claro e quente, perto de manso regato, para descansar e passar a noite.

Em pesquisa pela redondeza do pouso, quis a fortuna que ao chefe da expedição se deparasse no âmago da floresta, uma verde alcatifa aureolada por mato fechado. Ao leve farfalhar do arvoredo que lamentava o fim do dia, a voz do sertanista se elevou triunfal numa exclamação que está atravessando séculos - Que Campo Belo!

Acampara o viajor próximo ao córrego que posteriormente vaio a chamar-se "Lavapés"; ficava o campo belo à distância, na graciosa encosta de uma colina. Romão Fagundes do Amaral, era como se chamava o aventureiro.

Mais tarde, dizem que aí por 1720, às terras do campo belo chegou uma senhora por nome de Catarina Parreira, vinda de Suaçuí, aqui em Minas, segundo uns, de Portugal, segundo outros.

Cerca de dez anos após a sua chegada, Catarina, católica fervorosa, deu início às obras de monumental igreja.

Gentílico: campo-belenses

Formação Administrativa

Campo Belo tornou-se distrito por Alvará de 24 de setembro de 1818.

A vila foi criada pela Lei provincial n.° 373, de 9 de outubro de 1848, com sede no povoado de Senhor Bom Jesus do Campo Belo e essa mesma denominação. Suprimida pela Lei n° 472, de 31 de maio de 1850, reconquistou sua autonomia administrativa por efeito da Lei n.° 2 221, de 13 de junho de 1876. Originou-se do então Município de Tamanduá, ocorrendo sua reinstalação a 28 de setembro de 1878.

A Lei n° 3 196, de 23 de setembro de 1884, concedeu foros de cidade a sede municipal.

Em 12 de dezembro de 1953 e 30 de novembro de 1962 perdeu os distritos de Santana do Jacaré e Aguanil, desmembrados para formarem novos municípios destes nomes.

Na divisão territorial vigente figura com dois distritos: Campo Belo e Porto dos Mendes, este último criado pela Lei n.° 2 764, de 30 de novembro de 1962, com território desanexado do distrito-sede.

Judicialmente, Campo Belo é sede de comarca, criada pela Lei provincial n.° 3 196, de 23 de setembro de 1884 e instalada em 7 de março de 1892.

é comarca de 3.ª entrância, constituída pelos municípios de Campo Belo (sede), Cristais, Santana do Jacaré e Aguanil.

Fonte: Prefeitura Municipal IBGE

Código do Município

3111200

Gentílico

campo-belense

Prefeito

ALISSON DE ASSIS CARVALHO

População
População estimada [2018]53.866 pessoas  
População no último censo [2010]51.544 pessoas  
Densidade demográfica [2010]97,58 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]10.808 pessoas  
População ocupada [2016]19,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]30,8 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,4 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6.4  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4.9  
Matrículas no ensino fundamental [2017]5.905 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]1.876 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]327 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]130 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]22 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]7 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]17.245,78 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]77 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.711  
Total de receitas realizadas [2017]127.823,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]121.659,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]6,84 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]23 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]528,225 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]94,5 %  
Arborização de vias públicas [2010]36,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]18,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Campo Belo: Imagens da cidade e Região

imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-1
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-2
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-3
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-4
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-5
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-6
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-7
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-8
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-9
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-10
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-11
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-12
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-13
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-14
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-15
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-16
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-17
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-18
imagem de Campo+Belo+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Campo Belo e arredores.


Você conhece a cidade de Campo Belo? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: