Início » Tocantins » Palmeirópolis

Palmeirópolis - Tocantins

Disponibilizamos uma lista de hotéis com ótimos preços no município de Palmeirópolis e arredores.

Palmeirópolis faz parte do estado do Tocantins.

As origens remotas de Palmeirópolis datam de 1922, com a instalação da Fazenda Itabaiana, então de propriedade de João Polidório. No início da década de 60 teve início o povoado de Palmeiras, nome dado ao lugar devido aos coqueirais de babaçu existentes em abundância na região. Pela Lei Estadual nº 7.471, de 2 de dezembro de 1971, o povoado de Palmeiras foi elevado à condição de Distrito de Paranã. Finalmente, pela Lei nº 8.850 em 10 de junho de 1.980, o Distrito foi emancipado com o nome de Palmeirópolis. O município, chegou a ser um dos maiores produtores de grãos do Estado de Goiás, mas sofreu um sério revés econômico com a criação do Estado do Tocantins, pois, com a divisão territorial, ficou fora da área de influência da capital do novel estado, e isolada geograficamente de Palmas. O comércio local é expressivo e, mesmo após a divisão do Estado, continuou tendo como principais centros de abastecimento as cidades de Anápolis e Goiânia, no estado Goiás, devido à logística e às facilidades de acesso. A partir do início deste século, vem experimentando um gradual processo de retomada do desenvolvimento, que teve início com a construção do linhão do sistema energético Furnas-Tucurui, seguida da pavimentação asfáltica da rodovia TO-498, que liga ao Estado de Goiás, o que deu uma alavancagem na economia da região. Posteriormente, veio a construção da Usina Hidrelétrica de São Salvador, no Rio Tocantins, que teve em Palmeirópolis o seu principal ponto de apoio logístico, o que motivou grande aumento do número de trabalhadores em circulação na cidade, propiciando o incremento do comércio e da economia do lugar, cujos reflexos positivos continuaram após a conclusão da obra. A UHE de São Salvador formou um grande lago no Rio Tocantins, banhando extensa área do município de Palmeirópolis, o que propiciou o incremento da piscicultura e do turismo na região. A cidade conta com uma razoável rede hoteleira, dispõe de boa infraestrutura urbana e tem uma logística considerável, com vias de acesso asfaltadas para Palmas, para o Estado de Goiás e para o Nordeste do Brasil.

O Município de Palmeirópolis To, está localizado na Região Norte do Brasil, ao Sul do estado do Tocantins mais especificamente no Paralelo 13. Situa-se a uma latitude 13º02′38" sul e a uma longitude 48º24′08" oeste, estando a uma altitude de 438 metros do nível do mar. De acordo com o censo de 2010 (IBGE) a população de Palmeirópolis é de 7.339 habitantes. O bioma é o cerrado, na sua maioria agricultável e de solo fértil. A bacia hidrográfica do município tem como principais cursos d′água o Rio Maranhão ou Tocantins e os ribeirões Mucambão, Limoeiro, Cocalinho, Mucambinho, Córrego do Mato, Mutum, Grotão e Piabanha, entre ouros menores. Geologicamente o município está inserido em uma das regiões mais complexas da Plataforma Sul-Americana e apresenta todos os eventos geotectônicos com unidades litoestratigráficas de idades extremamente variáveis, sendo que a mais importante delas é a Sequência Vulcano-Sedimentar de Palmeirópolis (SVSP), onde está localizado um dos maiores depósitos vulcanogênicos de minério de cobre do Brasil, com ouro e prata associados. O relevo do Município é caracterizado por terrenos pouco acidentados, com cotas variando em torno de 400m, destacando-se os Morrinhos e o Morro Preto ou Curruá, com altitudes pouco superiores a 500m e o Morro Solto, que se sobressai expressivamente no centro do Município, com altitude superior a 700m, além do espigão da Serra Dourada, na divisa com o Estado de Goiás, com cota superior a 1000m.

Palmeirópolis

As origens de Palmeirópolis datam de 1922, com a instalação da fazenda Itabaiana, propriedade de João Polidório.

No início da década de 1960, teve início o povoado de Palmeiras, nome dado ao lugar devido aos coqueirais de babaçu existentes em abundância na região.

O município que chegou a ser um dos maiores produtores de grãos do estado de Goiás, sofreu sério revés econômico com a criação do Estado do Tocantins, pois, com a divisão territorial, ficou fora da área de influência da capital do novo estado, e isolado geograficamente de Palmas.

O comércio local é expressivo e continuou tendo como principais centros de abastecimento as cidades de Anápolis e Goiânia, no estado de Goiás, devido às facilidades de acesso.

Ultimamente, vem experimentando um gradual processo de retomada do desenvolvimento, que teve início com a construção do linhão do sistema energético Furnas-Tucurui, seguido da pavimentação asfáltica da rodovia que o liga ao Estado de Goiás, o que deu uma alavancagem na economia da região.

Cabe destacar a construção da usina hidrelétrica de São Salvador, no rio Tocantins, que tem em Palmeirópolis o seu principal ponto de apoio logístico, o que motivou grande aumento do número de trabalhadores em circulação na cidade, propiciando o incremento do comércio e da economia do lugar.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Palmeirópolis, pela Lei Estadual nº 7471, de 02-12-1971, subordinado ao município de Paraná.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1971, o distrito de Palmeirópolis, figura no município de Paraná.

Assim permencendo em divisão territorial datada de 1-I-1979.

Elevado à categoria de município com a denominação de Palmeirópolis, pela Lei Estadual nº 8850, de 10-06-1980, desmembrado do município de Paraná.

Sede no distrito de Palmeirópolis.

Constituído do distrito sede, instalado em 01-02-1983.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1983, o município é constituído do distrito sede.

Pela Lei Estadual nº 10421, de 01-01-1988, é criado o distrito São Salvador de Goiás e anexado ao município de Palmeirópolis.

Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 2 distritos: Palmeirópolis e São Salvador de Goiás.

Pela Lei Estadual nº 251, de 20-02-1991, alterada em seus limites, pela Lei Estadual nº 498, de 21-12-1998, desmembra do município Palmeirópolis o distrito de São Salvador de Goiás.

Elevado à categoria de município com a denominação de São Salvador do Tocantins.

Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: http://to.gov.br/palmeiropolis/925

Ajude a Construir a Histórias da cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco Agora mesmo!

Palmeirópolis: Imagens da cidade e Região

imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-1
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-2
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-3
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-4
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-5
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-6
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-7
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-8
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-9
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-10
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-11
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-12
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-13
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-14
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-15
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-16
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-17
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-18
imagem de Palmeir%C3%B3polis+Tocantins n-19

Você conhece Palmeirópolis? Colabore e deixe seu comentário:


Estados





Compartilhe Esta Página: