Início » São Paulo » Iguape


Iguape - São Paulo



Iguape faz parte do estado de São Paulo. Encontra-se no sul do estado, no Vale do Ribeira, a uma latitude 24º42′29" sul e a uma longitude 47º33′19" oeste, estando a uma altitude de três metros. A população avaliada em 2004 era de 28 367 habitantes. Com cerca de 1 980 quilômetros quadrados, é o município com a maior área do estado de São Paulo.

A palavra "iguape" tem origem na antiga língua tupi e significa "na enseada", através da junção dos termos y ("água"), kûá ("enseada") e pe ("em").

Seu centro histórico é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional como patrimônio nacional desde 2009.

História da cidade de IGUAPé SãO PAULO

Situada em região litorânea, ponto de passagem de Portugueses, Castelhanos e Franceses nos primórdios do século XVI, praticamente no sul das terras delimitadas pelo meridiano de Tordesilha, tornouse reduto de aventureiros e exploradores em busca em busca de riquezas.

O primeiro núcleo Iguapénse estabeleceu-se por volta de 1537, ao pé do Outeiro do Bacharel, no estuário do rio que deu origem ao seu nome, da língua tupi " ygya-pe ".

Consta que na época encontrava-se na região, Rui Garcia de Mosqueara e outros Castelhanos refugiados, formando um pequeno povoado.

O núcleo desenvolveu em função da descoberta do ouro de lavagem na região dos afluentes do Ribeira do Iguapé. Em meados do século XVII, para ali afluíram inúmeros aventureiros, tornando-se local de convergência destes e das riquezas por eles exploradas.

No início do século XVIII a maior parte das atividades mineradoras declinou e, em fins de 1700, o esmorecimento da exploração do ouro levou inclusive ao fechamento da oficina de fundição existente.

Com o aumento da produção de arroz, Iguapé ressurgiu, no século XIX, com participação direta na economia regional. O Porto do Mar Pequeno passou a ser o único meio de escoamento do produto vindo das regiões ribeirinhas para ser explorado.

A riqueza obtida com a exportação do arroz reverteu para a cidade, em construção de residências de grandes porte, engenhos, jornais, companhias de teatros, uma nova igreja Matriz, e outros melhoramentos.

GENTíLICO: IGUAPéNSE

FORMAçãO ADMINISTRATIVA

Freguesia criada com a denominação de Nossa Senhora das Neves de Iguapé em 1635.

Vila criada anteriormente a 1638, com a denominação de Nossa Senhora das Neves de Iguapé.

Cidade com a denominação de Bom Jesus da Ribeira, por Lei Provincial nº 17, de 3 de abril de 1849.

Foi restabelecida a denominação de Iguapé ou tomou a denominação de Bom Jesus de Iguapé, por Lei Provincial nº 3, de 3 de maio de 1850.

Obs.: O Diploma Legal que altera a denominação anterior para atual não encontrada.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o Município de Iguapé se compõe de 4 Distritos: Iguapé, Juquiá, Jacupiringa e Prainha.

Lei Estadual no 2253, de 29 de dezembro de 1927, desmembra do Município de Iguapé o Distrito de Jacupiranga.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de Iguapé permanece com 4 Distritos: Iguapé, Alecrim, Juquiá, e Prainha.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o Município de Iguapé compreende o único termo judiciário da comarca de Iguapé, sendo que em 1936, o Município de Iguapé se compõe de 5 Distritos: os mesmo citados em 1933, e mais o de Registro, e em 1937, o Município se compõe de 5 Distritos: os mesmo de 1936 e mais o de Pedro de Toledo (Ex-Alecrim).

No quadro anexo ao Decreto-lei nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Iguapé compreende

o único termo judiciário da comarca de Iguapé e se divide em 5 Distritos: Iguapé, Juquiá, Pedro de Toledo, Prainha e Registro. Pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, o Município de Iguapé perdeu os Distritos de Prainha, Juquiá e Pedro Toledo para o novo Município de Prainha. Em 1939-1943, o Município de Iguapé é composto dos Distritos de Iguapé e Registro e é termo único da comarca de Iguapé, termo este formado por 3 Municípios: Iguapé, Jacupiranga e Prainha. Decreto-Lei no 14334, de 30 de novembro de 1944, desmembra do Município de Iguapé o Distrito de Registro.

Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30-XI-1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-48, o Município de Iguapé ficou composto de 1 único Distrito, Iguapé e constitui o único termo judiciário da comarca de Iguapé formada pelos Municípios de Iguapé, Jacupiranga e Registro.

Permanece composto apenas de 1 Distrito, Iguapé, comarca de Iguapé, nos quadros territoriais fixados pelas Leis Estaduais nos 233, de 24-XII-1948 e 2456, de 30-XII-1953 para vigorar, respectivamente, nos períodos 1949-1953 e 1954-1958.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do Distrito Sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Iguape: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Iguape? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: