Início » Rio Grande do Sul » Dom Pedrito


Dom Pedrito - Rio Grande do Sul



Dom Pedrito é um município do estado do Rio Grande do Sul. Pertence à mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e à microrregião da Campanha Meridional.

O município de Dom Pedrito se limita ao sul, em curta fronteira, com o Departamento de Rivera, Uruguai. No estado, se limita a oeste com Santana do Livramento, ao norte com Rosário do Sul, com São Gabriel (limite municipal bem curto) e com Lavras do Sul. A leste o limite é com Bagé.

O município é servido pelas bacias hidrográficas dos rios Rio Camaquã e Rio Santa Maria. Este último nasce no nordeste do município.

História da cidade de DOM PEDRITO

Monografia - nº 562

Ano: 1973

ASPECTOS HistóricoS

O TERRITóRIO que constitui hoje o Município de Dom Pedrito, integrava o de Bagé, como 3.° e 4.°

distritos de Paz. A região, afeita às lutas definidoras da fronteira sul, entre espanhóis e luso-brasileiros,

experimentou ainda os efeitos da Campanha do Prata e da Revolução Farroupilha, tornando-se palco

de memoráveis batalhas.

A guerra dos Farrapos, que teve início em 1835 só terminou em 1845, seguindo-se uma fase de progresso.

Imbuídos de espirito religioso, os habitantes da povoação solicitaram a criação de uma capela curada, sendo atendidos em 18 de novembro de 1852 de conformidade com a Lei n.° 238. A capela ergueu-se a margem direita do rio Santa Maria, sob a invocação de Nossa Senhora do Patrocínio e, desde logo, surgiram as habitações, em maioria ainda cobertas de palha, iniciando-se o núcleo populacional.

A 2 de fevereiro de 1854, chegou ao Passo de Dom Pedrito, o Capitão Hermes Ernesto da Fonseca do 1.° Regimento de Artilharia, com a missão de demarcar o local definitivo da povoação e os terrenos destinados aos logradouros públicos.

A região progrediu, tanto economicamente como em população. A 18 de novembro de 1856, foi lançada a pedra fundamental de uma igreja, graças aos donativos dos fiéis e aos esforços de Delfino Jacinto Pereira, Plácido José Xavier, José Joaquim da Silva e outros. Em fins do ano seguinte, deu-se a transferência da imagem de Nossa Senhora do Patrocínio, padroeira da povoação, para o templo localizado no terreno da atual praça General Osório. Mais tarde, em 1899, seria essa igreja demolida, levantando-se novo templo na quadra que se defronta com a Praça e onde se encontra até o presente.

O desenvolvimento do povoado não sofreu solução de continuidade e, após ter sido o território elevado à categoria de freguesia em 1859, sob o orago de Nossa Senhora do Patrocínio de Dom Pedrito, seus moradores encetaram novas reivindicações pela sua emancipação. Em 1872, ao ser criada a Vila nas proximidades de Passo de Dom Pedrito, recebeu o topônimo atual. Em 1873 instalou-se a Câmara Municipal e finalmente em 1888 foi a vila de Dom Pedrito elevada à categoria de cidade, pelo seu extraordinário progresso.

Na fase da revolução de 1893, as lutas se prolongaram até 1895, após o que entrou o Município em período de prosperidade e paz.

Em 1923, Dom Pedrito é novamente envolvido pelas lutas internas, sendo ocupada a Cidade a 14 de abril do mesmo ano pelos insurgentes e, logo após pelas tropas legalistas, prosseguindo à luta com alternativas, até setembro do mesmo ano. Acalmados os ânimos, Dom Pedrito retomou seu ritmo de progresso, tendo como base econômica a pecuária e, mais recentemente, a rizicultura e triticultura.

Formação Administrativa O DISTRITO deve sua criação a Lei provincial n.° 437, de 3 de dezembro de 1859, e o Município, com território desmembrado do de Bagé, à Lei provincial n.° 815, de 30 de outubro de 1872; a instalação verificou-se a 2 de abril de 1873.

Recebeu foros de cidade em 20 de dezembro de 1888, segundo a Lei provincial n.° 1.720.

Na divisão administrativa de 1911 figurava com os 5 distritos de Dom Pedrito, São Sebastião, Santa Maria, Ponche Verde e Upacaraí; na de 1920, o de Santa Maria, aparecia com a denominação de Santa Maria e Piraí e surgia o novo distrito de Vacaiquá.

No quadro de divisão administrativa relativo a 1933, o número de distritos era de sete; na de 1938, de seis.

Em conformidade com o Decreto estadual n.° 7.643, de 28 de dezembro de 1938, e com o de n.° 7.842, de 30 de junho de 1939, o Município passava a ter sómente os distritos de Dom Pedrito e São Sebastião, desdobrando-se o primeiro nas zonas de Dom Pedrito, Caveiras, Vacaiquá, Ponche Verde e Fontoura (ex-Santa Maria Grande). Essas alterações não foram esclarecidas pelos decretos que estabeleceram o quadro territorial vigente em 1939-43, aventando-se a hipótese de que as mesmas se devam ao Decreto n.° 7.199, de 31 de março de 1938. Quanto à alteração toponímica consignada, apenas o Decreto n.° 7.842 a esclarece, citando o nome antigo.

Dá-se o mesmo na divisão fixada pelo Decreto-lei estadual n.° 720, de 29 de dezembro de 1944, para vigorar no quadriênio 1945-48. Nesta, o Distrito sede compreendia 5 subdistritos, com as denominações das antigas zonas; o Distrito de São Sebastião passa a denominar-se Torquato Severo e recebeu parte territorial do Distrito de José Otávio, do Município de Bagé

Segundo os quadros territoriais de 1950 e 1955, e pelos censos de 1960 e 1970, o Município é formado dos distritos de Dom Pedrito (sede) e Torquato Severo. Foi declarado de interesse da segurança nacional pelo Decreto-lei n.° 5.449, de 4 de junho de 1968.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.






































Aniversários dos Municípios



























<: Voltar









Selecionar local









Estados















Municípios



Todos

Por estado





Selecione o estado:



  • Acre

  • Alagoas

  • Amapá

  • Amazonas

  • Bahia

  • Ceará

  • Distrito Federal

  • Espírito Santo

  • Goiás

  • Maranhão

  • Mato Grosso

  • Mato Grosso do Sul

  • Minas Gerais

  • Paraná

  • Paraíba

  • Pará

  • Pernambuco

  • Piauí

  • Rio Grande do Norte

  • Rio Grande do Sul

  • Rio de Janeiro

  • Rondônia

  • Roraima

  • Santa Catarina

  • Sergipe

  • São Paulo

  • Tocantins








0 de5570 municípios









Nenhum município encontrado.












Nenhum município encontrado.





























Código do Município



4306601




Gentílico



pedritense




Prefeito



MARIO AUGUSTO DE FREIRE GONÇALVES































































































































































































































































































































































































































































































































































População

População estimada
[2018]


38.589

pessoas  :






População no último censo
[2010]


38.898

pessoas  :






Densidade demográfica
[2010]


7,49

hab/km²  :








Trabalho e Rendimento

Salário médio mensal dos trabalhadores formais
[2016]


2,0

salários mínimos  :






Pessoal ocupado
[2016]


6.225

pessoas  :






População ocupada
[2016]


15,6

%  :






Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo
[2010]


32,7

%  :








Educação

Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade
[2010]


97,5

%  :






IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental
[2015]


5.4

 :






IDEB – Anos finais do ensino fundamental
[2015]


3.1

 :






Matrículas no ensino fundamental
[2017]


4.727

matrículas  :






Matrículas no ensino médio
[2017]


1.055

matrículas  :






Docentes no ensino fundamental
[2015]


342

docentes  :






Docentes no ensino médio
[2017]


102

docentes  :






Número de estabelecimentos de ensino fundamental
[2017]


33

escolas  :






Número de estabelecimentos de ensino médio
[2017]


7

escolas  :








Economia

PIB per capita
[2015]


29.596,75

R$  :






Percentual das receitas oriundas de fontes externas
[2015]


71,5

%  :






Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM)
[2010]


0.708

 :






Total de receitas realizadas
[2017]


144.387,00

R$ (×1000)  :






Total de despesas empenhadas
[2017]


104.391,00

R$ (×1000)  :








Saúde

Mortalidade Infantil
[2014]


10,73

óbitos por mil nascidos vivos  :






Internações por diarreia
[2016]


1

internações por mil habitantes  :






Estabelecimentos de Saúde SUS
[2009]


17

estabelecimentos  :








Território e Ambiente

Área da unidade territorial
[2017]


5.190,238

km²  :






Esgotamento sanitário adequado
[2010]


86,8

%  :






Arborização de vias públicas
[2010]


97,8

%  :






Urbanização de vias públicas
[2010]


16,4

%  :








Notas &: Fontes











Notas:




  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100



  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100



  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100



  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.



  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000



  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100



  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100



  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100








Fontes:




  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018



  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011



  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)



  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010



  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016



  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016



  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus -
    SUFRAMA



  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015



  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD



  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014



  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente



  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009



  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística



  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010



  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010


















População

















População no último censo

38898 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



786º





No Estado


1º

497º



52º






Na micro região


1º

5º



2º







Acessar página de ranking










Densidade demográfica

7.49 hab/km²





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4644º





No Estado


1º

497º



445º






Na micro região


1º

5º



2º



























Pirâmide Etária






















































































100 ou mais















95 a 99
90 a 94
85 a 89
80 a 84
75 a 79
70 a 74
65 a 69
60 a 64
55 a 59
50 a 54
45 a 49
40 a 44
35 a 39
30 a 34
25 a 29
20 a 24
15 a 19
10 a 14
5 a 9
0 a 4
Homens  :  :  :  :  :  :  :  :  :  : Mulheres
Brasil












População residente por religião

( Unidade:
pessoas

)







Católica apostólica romana




Evangélica




Espírita




































Trabalho e Rendimento








Em 2016, o salário médio mensal era de 2.0 salários mínimos.
A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 15.6%.
Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 348 de 497 e 295 de 497, respectivamente.
Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 1807 de 5570 e 1913 de 5570, respectivamente.
Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 32.7% da população nessas condições, o que o colocava na posição 200 de 497 dentre as cidades do estado e na posição 4111 de 5570 dentre as cidades do Brasil.




















Salário médio mensal dos trabalhadores formais

2.0 salários mínimos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1807º





No Estado


1º

497º



348º






Na micro região


1º

5º



5º







Acessar página de ranking










Pessoal ocupado

6225 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



884º





No Estado


1º

497º



91º






Na micro região


1º

5º



2º







Acessar página de ranking










População ocupada

15.6 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1913º





No Estado


1º

497º



295º






Na micro região


1º

5º



4º


















Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo

32.7 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4111º





No Estado


1º

497º



200º






Na micro região


1º

5º



5º




































Educação








Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 5.4 no IDEB.
Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 3.1.
Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 266 de 497.
Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 314 de 497.
A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 97.5 em 2010.
Isso posicionava o município na posição 330 de 497 dentre as cidades do estado e na posição 2904 de 5570 dentre as cidades do Brasil.




















Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade

97.5 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2904º





No Estado


1º

497º



330º






Na micro região


1º

5º



3º


















IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental

5.4





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2671º





No Estado


1º

497º



266º






Na micro região


1º

5º



2º


















IDEB – Anos finais do ensino fundamental

3.1





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4766º





No Estado


1º

497º



314º






Na micro região


1º

5º



3º



























Matrículas

( Unidade:
matrículas

)







Ensino pré-escolar




Ensino fundamental




Ensino médio




Ensino superior




































Economia

















PIB per capita

29596.75 R$





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



913º





No Estado


1º

497º



199º






Na micro região


1º

5º



2º







Acessar página de ranking










Percentual das receitas oriundas de fontes externas

71.5 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4431º





No Estado


1º

497º



399º






Na micro região


1º

5º



3º


















Total de receitas realizadas

144387 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



599º





No Estado


1º

497º



51º






Na micro região


1º

5º



2º







Acessar página de ranking










Total de despesas empenhadas

104391 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



739º





No Estado


1º

497º



65º






Na micro região


1º

5º



2º







Acessar página de ranking




























Saúde








A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de 10.73 para 1.000 nascidos vivos.
As internações devido a diarreias são de 1 para cada 1.000 habitantes.
Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 185 de 497 e 199 de 497, respectivamente.
Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 3095 de 5570 e 2419 de 5570, respectivamente.




















Mortalidade Infantil

10.73 óbitos por mil nascidos vivos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



3095º





No Estado


1º

497º



185º






Na micro região


1º

5º



4º







Acessar página de ranking










Internações por diarreia

1 internações por mil habitantes





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2419º





No Estado


1º

497º



199º






Na micro região


1º

5º



3º




































Território e Ambiente








Apresenta 86.8% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 97.8% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 16.4% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio).
Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 51 de 497, 58 de 497 e 294 de 497, respectivamente.
Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 621 de 5570, 433 de 5570 e 2153 de 5570, respectivamente.




















Esgotamento sanitário adequado

86.8 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



621º





No Estado


1º

497º



51º






Na micro região


1º

5º



1º


















Arborização de vias públicas

97.8 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



433º





No Estado


1º

497º



58º






Na micro região


1º

5º



1º


















Urbanização de vias públicas

16.4 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2153º





No Estado


1º

497º



294º






Na micro região


1º

5º



2º





































© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística| v4.3.8.18.18


































Dom Pedrito: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Dom Pedrito? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: