Início » Minas Gerais » Uberlândia


Uberlândia - Minas Gerais



Uberlândia faz parte do estado de Minas Gerais. A cidade encontra-se no Triângulo Mineiro e também pertence à Mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba e à microrregião de mesmo nome. Encontra-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 556 quilômetros. Sua população, segundo estatísticas de 2012, é de 619536 habitantes, sendo o mais populoso da região do Triângulo Mineiro, segundo mais populoso de Minas Gerais, e o trigésimo do Brasil, além de ser a quarta maior cidade do interior do país, e efetivamente a maior fora de São Paulo, atrás apenas de Campinas, São José dos Campos e Ribeirão Preto. Ocupa uma área de 4 115,82 quilômetros quadrados, sendo que 135,3492 quilômetros quadrados estão em perímetro urbano.

A sede tem uma temperatura média anual de 22,3 graus centígrados. Na vegetação do município, predomina o cerrado. Em relação à frota automobilística, em 2009 foram contabilizados 261318 veículos. Com uma taxa de urbanização da ordem de 97,56 por cento, o município contava, em 2008, com 198 estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano é de 0,830, considerado como elevado em relação ao do estado, que é de 0,800.

A cidade de Uberlândia foi emancipada de Uberaba no final da década de 1880. Sua denominação atual foi introduzida pela Lei Estadual 1 128, de 19 de outubro de 1929. É também a principal e maior cidade do Triângulo Mineiro. Conta ainda com localização geográfica privilegiada, já que, com a sua malha rodoviária, está ligada aos grandes centros nacionais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia e Brasília. Os maiores centros econômicos do Brasil contam com Uberlândia como ponto de ligação.

História da cidade de UBERLÁNDIA MINAS GERAIS Monografia - n.oº 487 Ano: 1970

ASPECTOS HISTÁRICOS

Bartolomeu Bueno da Silva, o "Anhangüera", abriu em 1722 a primeira estrada no "Sertão da Farinha Podre", quando por lá passou com destino a Goiás. A estrada ficou conhecida durante muitos anos por "Estrada do Anhangüera" e depois por "Estrada de Goiás" e "Estrada Real".

A primeira "bandeira" que perlustrou terras do atual Município de Uberlândia teve a chefia do Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira e contou com a participação de Januário Luís da Silva, Pedro Gonçalves da Silva, José Gonçalves Heleno, Manuel Francisco Ferreira e outros. Esse primeiro devassamento, com vistas à ocupação da terra, deve ter-se processado entre 1810 e 1812.

Seguiu-se a concessão das primeiras sesmarias, nas bacias dos rios Uberaba-legítimo (Uberabinha) e Abelhas (atual Araguari), aos povoadores que se constituíram nos troncos das famílias Peixoto, Pereira, Carrejo, Rezende, Barbosa e outras.

Daí em diante, de muitos pontos do Julgado do Desemboque, de Minas Gerais e Goiás, estabeleceu-se corrente imigratória quase contínua, em grande parte composta de conhecidos ou parentes daqueles sesmeiros.

Em 1846, por iniciativa de Felisberto Alves Carrejo e Francisco Alves Pereira da Rocha, erigiuose uma capela, sendo primeiro padre José Martins Carrejo, filho de Felisberto Alves Carrejo.

O lugar escolhido para o arraial chamava-se São Pedro. Consta que esse topônimo se originou de uma inscrição, em que se lia "29 de junho" (dia do Santo), gravada em relevo na superfície de tronco secular, às margens de um córrego afluente do rio Uberabinha. Segundo a tradição, chamava-se Uberaba esse rio ou "Uberaba-legítimo". Uberaba, em idioma indígena, significa água que brilha.

Formação Administrativa O Distrito de Paz foi criado, com a denominação de São Pedro de Uberabinha, na Paróquia e Município de Uberaba, pela Lei provincial n.o° 602, de 21 de maio de 1852 e elevado à freguesia pela de n.o° 831, de 11 de junho de 1857.

A Lei n.o° 4.643, de 31 de agosto de 1888, criou o Município de Uberabinha, constituído pelas freguesias de São Pedro de Uberabinha (sede) e Santa Maria, está desmembrada do Termo de Monte Alegre e aquela do de Uberaba.

A instalação verificou-se a 14 de março de 1891. Pelo disposto na Lei estadual n.o° 2, de 14 de setembro desse ano, o distrito de Uberabinha teve confirmada sua criação.

A Lei estadual n.o° 23, de 24 de maio de 1892, concedeu categoria de cidade à sede do Município. Este se apresenta em 1911 (Divisão Administrativa) e no Recenseamento Geral de 1920 integrado pelos distritos de Uberabinha e Santa Maria.

Por força da Lei estadual n.o° 843, de 7 de setembro de 1923, o Município passou a abranger o novo distrito de Martinópolis, criado com território desmembrado do distrito-sede. Seis anos depois, em 1929, na conformidade do disposto em Lei estadual número 1.128, de 19 de outubro, o Município e o distrito passaram a denominar-se Uberlândia.

Por força do Decreto-lei estadual n.o° 1.058, de 31 de dezembro de 1943, o Município passou a constituir-se de 5 distritos: Uberlândia, Cruzeiro dos Peixotos, Martinésia (ex-Martinópolis), Miraporanga (ex-Santa Maria) e Tapuirama, assim permanecendo até hoje.

A Comarca de Uberabinha foi criada pela Lei estadual n.o° 11, de 13 de novembro de 1891, e teve o topônimo mudado para Uberlândia pela Lei estadual n.o° 1.128, acima citada. 17: Comarca de 3.oª entrância.

Fonte: IBGE

Código do Município

3170206

Gentílico

uberlandense

Prefeito

ODELMO LEÃO CARNEIRO SOBRINHO

População
População estimada [2018]683.247 pessoas  
População no último censo [2010]604.013 pessoas  
Densidade demográfica [2010]146,78 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]237.667 pessoas  
População ocupada [2016]35,5 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]27,2 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]81.339 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]23.250 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]4.497 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]1.390 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]181 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]52 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]48.585,36 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]54,7 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,789  
Total de receitas realizadas [2017]2.171.504,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]2.038.218,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]10,03 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,4 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]108 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]4.115,206 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]98,2 %  
Arborização de vias públicas [2010]95,2 %  
Urbanização de vias públicas [2010]33 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Uberlândia: Imagens da cidade e Região

imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-1
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-2
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-3
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-4
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-5
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-6
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-7
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-8
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-9
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-10
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-11
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-12
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-13
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-14
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-15
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-16
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-17
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-18
imagem de Uberl%C3%A2ndia+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Uberlândia e arredores.


Você conhece a cidade de Uberlândia? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: