Início » Goiás » Porangatu


Porangatu - Goiás



Porangatu é um município do estado de Goiás, no Brasil. A população avaliada em 2009 era de 40 469 habitantes. É considerado o principal município do Norte de Goiás. O município é cortado pela Rodovia Belém-Brasília (BR-153), um dos mais importantes corredores rodoviários brasileiro, por onde escoa grande parte da produção agrícola e industrial brasileira.

Antes da chegada dos colonizadores de origem europeia, a região era habitada pelos índios avás-canoeiros. No século XVIII, com a descoberta de ouro na região, houve a vinda dos bandeirantes, acompanhados de padres que visavam a catequizar os índios. Desse período, referências são a Fazenda Pindobeira, o bandeirante João Leite e a Igreja de Nossa Senhora da Piedade. A região sofreu novo influxo populacional durante a Guerra do Paraguai (1864-1870), quando desertores do exército brasileiro se fixaram na região.

"Porangatu" é um termo de origem tupi que significa "bonito e bom", através da junção dos termos porang ("bonito") e katu ("bom").

História da cidade de Porangatu

O povoamento da região originou-se da descoberta de ouro, pelo bandeirante João Leite, no século XVIII, denominando-se "Descoberto" o núcleo urbano primitivo.

Segundo a história, já existia na fazenda Pindobeira uma "Colônia de índios", formada pelos Padres da Companhia de Jesus, onde surgiu, posteriormente, a primeira povoação.

Os primeiros habitantes da região foram os silvícolas, destacando-se a tribo dos "Canoeiros", cujos ataques frequentes impediam o desenvolvimento do povoado.

Em 31 de dezembro de 1943, pelo Decreto-Lei nº 8305, passou a denominar-se "PORANGATU", do tupi: ?Poran" = bela; "gatu" = paisagem : paisagem bela.

A sua autonomia político-administrativa deu-se em 25 de agosto de 1948, pela Lei nº 122, instalando-se oficialmente no ano seguinte. Depois de longa fase estacionária, o advento da rodovia BR 153 (Belém-Brasília) , em 1958, trouxe forte impacto de progresso, ao município tornando-o um dos mais fluentes centros urbanos do Médio Norte Goiano.

Gentílico: porangatuense

Formação Administrativa

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito com a denominação de Descoberto figura no município de Pilar.

Pelo decreto estadual nº 1204, de 04-07-1931, desmembra do município de Pilar os distritos de Santana, Amaro Leite e Descoberto, para formar o novo município de Santana.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito figura no município de Santana.

Assim permanecendo no quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943.

Pelo decreto-lei estadual nº 8305, de 31-12-1943, o distrito de Descoberto passou a denominar-se Porangatu e o município de Santana a denominar-se Uruaçu.

No quadro anexo para vigorar no período de 1944-1948, o distrito com a denominação de Porangatu figura no município de Uruaçu ex-Santana.

Elevado à categoria de município com a denominação de Porangatu, pela lei estadual nº 122, de 25-08-1948, desmembrado de Uruaçu. Sede no atual distrito de Porangatu ex-Descoberto. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1954.

Pela lei municipal nº 34, de 31-12-1953 é criado o distrito de Mutunópolis expovoado e anexado ao município de Porangatu.

Em divisão territorial vigente em 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Porangatu e Mutunópolis.

Pela lei municipal nº 51, de 20-02-1958, é criado o distrito de Estrela do Norte e anexado ao município de Porangatu.

Pela lei municipal nº 52, de 20-02-1958, é criado o distrito de Santa Teresa expovoado e anexado ao município de Porangatu.

Pela lei estadual nº 2127, de 14-11-1958, desmembra do município de Porangatu o distrito de Estrela do Norte. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2105, de 14-11-1958, desmembra do município de Porangatu o distrito de Mutunópolis. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Porangatu e Santa Teresa.

Pela lei estadual nº 4896, de 13-11-1963, desmembra do município de Porangatu o distrito de Santa Teresa de Goiás ex-Santa Teresa. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 10430, de 08-01-1988, é criado o distrito de Bonópolis e anexado ao município de Porangatu.

Pela lei estadual nº 10438, de 09-01-1988, é criado o distrito de Cruzeiro do Norte e anexado ao município de Porangatu.

Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 3 distritos: Porangatu, Bonópolis e Cruzeiro do Norte.

Pela lei estadual nº 12800, de 27-12-1995, desmembra do município de Porangatu os distrito de Bonópolis e Cruzeiro do Norte, para formar o novo município de Bonópolis.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital

Descoberto para Porangatu alterado, pela lei estadual nº 8305, de 31-12-1943.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Porangatu: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Porangatu? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: