Início » Goiás » Pirenópolis


Pirenópolis - Goiás



Pirenópolis faz parte do estado de Goiás.

Pirenópolis é um município histórico, sendo um dos primeiros do estado de Goiás. Foi fundado com o nome de Minas de Nossa Senhora do Rosário Meia Ponte pelo português minerador Manoel Rodrigues Tomar (alguns historiadores denominaram-o como Manoel Rodrigues Tomás). As minas da região foram descobertas pelo bandeirante Amaro Leite, porém foram entregues aos portugueses por Urbano do Couto Menezes, companheiro de Bartolomeu Bueno da Silva, o Anhanguera Filho, na primeira metade do século XVIII. Segundo a tradição local, o arraial foi fundado em 7 de outubro de 1727, porém não há documentos comprobatórios e muitos historiadores e cronistas antigos afirmam ser a fundação em 1731.

Foi importante centro urbano dos século XVIII e XIX, com mineração de ouro, comércio e agricultura, em especial a produção de algodão para exportação no século XIX. Ainda no século XIX, com o nome de cidade de Meia Ponte, destacou-se como o berço da música goiana, graça ao surgimento de grandes maestros, bem como berço da imprensa em Goiás, já que ali nasceu o primeiro jornal do Centro Oeste, denominado Matutina Meiapontense. Em 1890, mudou seu nome para Pirenópolis, o município dos Pireneus, nome dado à serra que a circunda. Ficou isolada durante grande parte do século XX e redescoberta da década de 1970, com a vinda da capital Brasília para o Centro Oeste. Hoje, é famosa pelo turismo e pela produção do quartzito, a Pedra de Pirenópolis.

História da cidade de Pirenópolis

Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN), seus casarões, ruas e igrejas de arquitetura colonial. Seu povo alegre, devoto e festeiro promove as festas mais populares de Goiás, como a "Festa do Divino", conhecida internacionalmente. A natureza exuberante propiciou a formação do "Parque Estadual da Serra dos Pireneus", local de pesquisas sobre a fauna e a flora típicas do cerrado brasileiro, repleta de animais, flores, plantas, nascentes, rios e cachoeiras.

Em 1727, uma bandeira chefiada pelo bandeirante Manoel Rodriques Tomar e guiada por Urbano do Couto Menezes chegou a região das "Serras dos Pireneus". Pela exuberante quantidade de ouro na região, fundou as "Minas de Nossa Senhora do Rosário" aos pés desta serra. Por ter sido um centro urbano florescente até fins do século XIX, sendo até considerada cidade mais importante do estado e, em seguida, ter experimentado um período de estabilidade e isolamento, que a manteve quase intocada pelas transformações do século XX, a antiga "Minas de Nossa Senhora do Rosário de Meia Ponte" conservou praticamente intacta sua feição original. Pirenópolis constitui-se hoje em um dos mais ricos acervos patrimoniais do Brasil Central, sendo tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1988. Em Pirenópolis, unem-se as duas vertentes formadoras de uma cultura vigorosa: o bem patrimonial conservado e o pensar e fazer cotidiano de seus moradores, pautado em tradições seculares que a contemporaneidade não conseguiu ainda abalar.

Pirenópolis manteve-se como testemunho vivo dos primeiros tempos da ocupação do território goiano. Cristalizou-se a feição do arraial das primeiras décadas do século XIX, que vivia então o auge de sua prosperidade e cultura, constituindo-se no que hoje é um bem histórico de valor inestimável, tanto para o estado de Goiás, como para a nação.

O arraial foi elevado a vila por decreto de regência, em 10 de julho de 1832 e a primeira comarca municipal foi instalada em abril de 1833. A Vila Meia Ponte foi elevada à categoria de cidade em agosto de 1853.

A denominação "Pirenópolis" foi estabelecida em fevereiro de 1890, em virtude da cidade se achar plantada aos pés dos Pireneus, cordilheira mais expressiva do estado.

Gentílico: pirenopolino

Distrito criado com a denominação de Meia Ponte, pela carta Régia de 10-08-1754.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Meia Ponte, pelo decreto de 1007-1832. Instalado 14-04-1833.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Meia Ponte, pela lei provincial nº 3, de 02-08-1853.

Pelo decreto estadual nº 18, de 27-02-1890, o município de Meia Ponte passou a denominar-se Pirenópolis.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto municipal nº 93, de 23-06-1933, é criado o distrito de Nossa Senhora da Conceição e anexado ao município de Pirenópolis.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Pirenópolis e Nossa Senhora da Conceição.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº1.233, de 31-10-1938, o distrito de Nossa Senhora da

Conceição passou a denominar-se Lagolândia. Pela lei muicipal nº 145, de 22-10-1958, é criado o distrito de Barra Alto e anexado ao município de Pirenópolis. Pela lei estadual nº 2.139, de 14-11-1958, desmembra do município de Pirenópolis o distrito de Barra Alta. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos Pirenópolis e Lagolândia. Assim permanecendo em divisões territoriais datada de 2007.

Alteração toponímica municipal

Meia Ponte para Pirenópolis alterado, pelo decreto estadual nº 18, de 27-02-1890.

Pirenópolis está localizado na zona do Planalto. Limita-se com os municípios de Goianésia Barro Alto, Niquelândia, Padre Bernardo, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Abadiânia, Anápolis, Petrolina de Goiás, São Francisco de Goiás, e Jaraguá. As coordenadas geográficas da sede municipal são 15º 51′ 01" de latitude sul e 48º 57′ 42" de longitude W. Gr.

A cidade está situada a uma altitude de 740 metros acima do nível do mar. é no município de Pirenópolis que se encontram os majestosos Pireneus, formados de três blocos, um dos quais se acha a 1 380 metros de altura. CLIMA - O clima da cidade pertence ao grupo provável clima tropical de altitude, sendo que no interior do município, o clima é tropical úmido. A temperatura registrada no posto metereológico da cidade é a seguinte: Média das máximas, 28,5ºC; médias das mínimas, 15,9ºC; média compensada, 22,3ºC.

O principal acidente geográfico é a Serra dos Pireneus, onde se encontra o famoso Pico dos Pireneus, com uma altitude aproximadamente de 1 380 metros. Seguem-se as Serras do Cocalzinho, Dourada, Pouso Alegre, Passa Três, Raizama e outras. O município é bem provido hidrograficamente, sendo banhado pelos rios Maranhão, que com o Rio das Almas formam o Tocantins. O Rio das Almas que banha a cidade, Rio dos Bois, Peixe, Patos e outros menos importantes, além de inúmeros ribeirões e córregos.

Pirenópolis divide-se entre seguintes bairros Centro,

Bonfim, Carmo, Vila Matutina, e Vila Zizito Pompeu.

Fonte: IBGE

Código do Município

5217302

Gentílico

pirenopolino

Prefeito

JOÃO BATISTA CABRAL

População
População estimada [2018]24.749 pessoas  
População no último censo [2010]23.006 pessoas  
Densidade demográfica [2010]10,43 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,8 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]3.147 pessoas  
População ocupada [2016]12,8 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]32,8 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,8 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,3  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,9  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.100 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]829 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]169 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]50 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]22 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]3 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]14.120,17 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]82 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,693  
Total de receitas realizadas [2017]53.162,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]43.426,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]14,49 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]8 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]14 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]2.205,010 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]33,9 %  
Arborização de vias públicas [2010]83,6 %  
Urbanização de vias públicas [2010]9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Pirenópolis: Imagens da cidade e Região

imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-1
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-2
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-3
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-4
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-5
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-6
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-7
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-8
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-9
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-10
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-11
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-12
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-13
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-14
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-15
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-16
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-17
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-18
imagem de Piren%C3%B3polis+Goi%C3%A1s n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Pirenópolis e arredores.


Você conhece a cidade de Pirenópolis? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: