Início » Goiás » Heitoraí


Heitoraí - Goiás



Heitoraí faz parte do estado de Goiás. A população avaliada em 2004 era de 3.663 habitantes.

FUNDAÇÃO: Teve inicio com a construção de uma capela em 1948 após a doação de 2 alqueires de terra pelo seu fundador Joaquim Heitor de Paula e sua esposa Dona Sinhana. A emancipação se deu em 08 de outubro de 1963 tardia por não haver vias de escoação de suas produções, existia uma estrada que ligava Heitoraí "capelinha" a Itaberai essa estrada era de péssimas condições e era a principal via de transporte na época,

a colonizar ao redor da Igreja CAPELINHA "apelido da cidade" que foi feita por Joaquim Heitor de Paula através de uma promessa a Nsa. Senhora Aparecida padroeira da cidade. Seu primeiro morador foi Onestino Correia e logo após Joaquim Heitor de Paula.

História da cidade de HEITORAI

Foi nos idos de 1948, que o fazendeiro JOAQUIM JOSé DE PAULA, atendendo aos princípios de sua convicção Católica, fez construir uma capela, ou capelinha, no dizer do povo, a qual se destinava à invocação de NOSSA SENHORA DA APARECIDA. Já no dia 8 de setembro do mesmo ano, era celebrada a primeira missa na capela, tendo sido celebrante o reverendíssimo, padre Afonso, da Paróquia de Itaberaí. Em seguida foi inaugurada a devoção de são José, realizando-se a tradicional Festa do Santo Carpinteiro, que se dá a 19 de março, de cada ano.

Como foi grande a afluência de fiéis e numerosas as várias prendas oferecidas, apurou-se uma renda ponderável.

Aí, o senhor JOAQUIM JOSé DE PAULA, determinou a construção e muragem do cemitério local.

Com a Capela a reunir fiéis surgiram as primeiras casas de moradia e comércio. Tudo fazia crer num futuro grandioso para a nova povoação. A criação do Distrito de Paz foi sendo, entretanto, protelada, assim como prevendo um desfecho tão pouco comum nesses casos. Estava reservada a Heitoraí uma fórmula singular de sua evolução. A simultaneidade institucional.

O Povo que tudo fez tem a seu crédito todo o acervo de realizações que aí se vê. Quando o poder público se mantinha tão distanciado, o povo, e somente este, era o elemento propulsor do crescimento local.

Na ante véspera do renhido pleito em que haveria de sagrar-se vencedor o atual chefe do executivo goiano, foi prometida a ligação da energia elétrica, provinda de Cachoeira Dourada. O povo de Heitorai, num justificado ceticismo em relação à presença do Governo em seus assuntos, após dúvida, ainda que vaga, desesperanço de uma ligação rápida da energia pela Centrais Elétricas de Goiás S.A. Não obstante, para gáudio de toda essa gente simples e altaneira, o então candidato, MAuro Borges Teixeira, promoveu a instalação que o governador José Feliciano Ferreira veio inaugurar aos 2 de outubro de 1.960. Estava assim, alcançado a etapa decisiva de sua evolução no setor econômico.

O distrito de Heitorai, foi criado por força de Lei Municipal, de 24 de janeiro de 1.963. Antes mesmo de ser instalado o Distrito, novo movimento foi encetado, agora, para a criação do Município. Para tanto, o Deputado João Abrão Sobrinho, apresentou à Assembléia Legislativa do Estado, um projeto de Lei, criando o Município de Heitorai, logrando unânime aprovação. Finalmente, no dia 8 de outubro de 1.963, o Governador Mauro Borges Teixeira, sancionou a Lei n° 4.653, passando assim, aos foros da cidade, o então não ainda instalado Distrito de Heitoraí.

O nome de Heitorai, se deu em homenagem a grande Família heitor, responsável em maior proporção pelo desenvolvimento e progresso da região. Adicionando no final de Heitor as letras "aí", as últimas finais de Itaberaí, Cidade de onde nasceu o recém-originado Município. Seu desmembramento obedeceu às idênticas divisas do Distrito e, sua instalação solene foi no dia 1° de janeiro de 1.964.

A cidade de Heitoraí pertence à Microregião do Mato Grosso Goiano. Encontra-se entre os municípios de: Itapuranga, ao Norte; Itaberaí, ao Sul; Uruana e Itaguaru a Leste; Goiás a Oeste. A área do Município é de 229,666 km.

Fonte: PREFEITURA MUNICIPAL

Autor do Histórico: ADILSON LELIS NUNES

Código do Município

5209606

Gentílico

heitoraiense

Prefeito

LUCIO PIRES DOS SANTOS

População
População estimada [2018]3.714 pessoas  
População no último censo [2010]3.571 pessoas  
Densidade demográfica [2010]15,55 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,3 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]420 pessoas  
População ocupada [2016]11,2 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]37,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,9  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,8  
Matrículas no ensino fundamental [2017]498 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]135 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]27 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]15 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]4 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]12.140,45 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]-  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,694  
Total de receitas realizadas [2017]14.784,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]11.680,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]27,78 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]32,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]2 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]229,638 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]39,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]99,3 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Heitoraí: Imagens da cidade e Região

imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-1
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-2
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-3
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-4
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-5
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-6
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-7
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-8
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-9
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-10
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-11
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-12
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-13
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-14
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-15
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-16
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-17
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-18
imagem de Heitora%C3%AD+Goi%C3%A1s n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Heitoraí e arredores.


Você conhece a cidade de Heitoraí? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: