Início » Ceará » Tamboril


Tamboril - Ceará



Tamboril faz parte do estado do Ceará. Encontra-se a uma latitude 04º49′56" sul e a uma longitude 40º19′14" oeste, estando a uma altitude de 322 metros. A população avaliada em 2004 era de 25.826 habitantes. Possui uma área de 2046,6 km².

Tamboril recebeu status de vila e município, simultaneamente, pel lei provincial nº 664 de 4 de outubro de 1854. Extinto em 1931, o município foi restaurado em 1933.

Tropical quente semi-árido com chuvas de janeiro a abril. Temperatura: Apresenta uma variação de 5,1°C, entre os meses de novembro (29,0°C) de junho (23,9°C). As médias máximas e mínimas ocorrem nos meses de outubro (35,4°C) e julho (18,8°C). Os ventos sopram no quadrante nordeste/sudeste, com velocidades que variam de 2,7m/s em fevereiro a 3,7m/s em julho e novembro. Tropical quente semi-árido de janeiro a abril.

História da cidade de Tamboril Ceará - CE

A História do município de Tamboril recua aos meados do século XVIII, entre 1740 e 1760, quadra da vida colonial em que o capitão Luís Vieira de Sousa, casado com D. Ana Feitosa, organizou uma grande fazenda de criar e constituiu família numerosa. Homem de muita fé, afeito as duras lides do sertão, Luís Vieira logo mandou construir uma capela, sob invocação de Nossa Senhora Santana, em lugar escolhido e denominado Alto da Medalha Real. Para tanto doou vastas faixas de terras próprias para agricultura e criação e, por isso mesmo, excelentes para o estabelecimento de novos colonos.Iniciada a construção do pequeno templo, o capitão encomendou a imagem da padroeira. Antes, porém, de sua chegada, Luiz Vieira faleceu e, algum tempo depois, sua família recebia a imagem de Santo Anastácio, enviada, por engano, em lugar de Santana, que fôra encomendada. Reunidos os membros da casa, ficou deliberado que o padroeiro seria Santo Anastácio e que a igraja passaria a ser construída no local exato onde o extinto pretendia levantar a nova casa da fazenda.

Outra versão há que assegura ter havido uma seca, ocasionando grandes prejuízos à fazenda, e levando aquele proprietario a recorrer à proteção de Santana, no que foi atendido, por meio de um sonho, no qual a Santa mandava construir uma barragem no rio Acaraú. No dia imediato, o fazendeiro dava início a recomendada construção, que ainda hoje existe, e que lhe proporcionou recursos para a manutenção da fazenda nos anos de estiagem. Prometendo a Santa erigir um templo em sua honra, o fazendeiro encomendou a imagem, que somente depois de sua morte aí chegou, juntamente com a imagem de Santo Anastácio que se destinava a Independência. Os volumes foram marcados com as respectivas iniciais ( S.A.), sendo enviado o de Santana para Independência e o Santo Anastácio para Tamboril. Em face do equívoco, a família de Luis Vieira resolveu consultar as autoridades eclesiáticas. Imediatamente, autorizaram o culto a Santo Anastácio e a pleiteada transferência da ereção da capela em lugar mais próximo.

Passados mais alguns meses lá estava levantada a prometida capela, em torno da qual se formou, ao correr dos anos, o arraial que viria a ser a cidade de hoje.

Origem do Topônimo: Tamboril é um vocábulo híbrido, significando tambor pequeno de tambora, já corrução, pelos indígenas, da palavra tambor e do diminuitivo tupi mirim. A árvore de que os índios faziam os tambores, teve também o nome de tamboril a cuja abundância deve a cidade o seu nome.

Gentílico: tamborilense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Tamboril, pelo ato provincial de 18-03-1842, e por lei provincial nº 629, de 17-12-1853, subordinado ao município de Ipu.

Elevado à categoria de município com denominação de Tamboril, pela lei provincial nº 664, de 04-10-1854,

desmembrada de Ipu. Sede no núcleo de Tamboril. Constituído do distrito sede.

Pelo ato provincial de 17-03-1882, é criado o distrito de Arraial de Telha e anexado ao município de Tamboril.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 2 distritos: Tamboril e Arraial da Telha.

Pelo decreto estadual nº 193, de 20-05-1931, é extinto o município, sendo seu território anexado ao município de Santa Quitéria.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação pela lei nº 1156, de 04-12-1933, desmembrado de Santa Quitéria. Constituído de 2 distrtios: Tamboril e Arraial da Telha.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído de 5 distritos: Tamboril, Arraial da Telha, Lagoinha, Pinheiro e Timbaúba.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 5 distritos: Tamboril, Lagoinha, Monsenhor Tabosa, Pinheiro e Timbaúba. Não figurando o distrito de Arraial da Telha.

Pelo decreto estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de Lagoinha passou a denominar-se Pagéu e o distrito de Timbaúba a denominar-se Holanda.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 5 distritos: Tamboril, Pagéu ex-Lagoinha, Holanda ex-Timbaúba, Monsenhor Tabosa e Pinheiro.

Pelo decreto estadual nº 1114, de 30-12-1943, o distrito de Pagéu passou a denominar-se Curatis e o distrito de Pinheiro a denominar-se Sucesso.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 5 distritos: Tamboril, Curatis ex-Pagéu, Holanda, Monsenhor Tabosa e Sucesso ex-Pinheiro.

Pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, desmembra do município de Tamboril o distrito de Monsenhor Tabosa. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Tamboril, Curatis, Holanda e Sucesso.

Pela lei estadual nº 4197, de 06-09-1958, é criado o distrito de Oliveira expovoado com áreas desmembrada do distrito de Curatis e anexado ao município de Tamboril.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 5 distritos: Tamboril, Curatis, Holanda, Oliveiras e Sucesso.

Pela lei estadual nº 6379, de 02-07-1963, desmembra do município de Tamboril o distrito de Sucesso. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 7019, de 27-12-1963, é criado o distrito de Boa Esperança e anexado ao município de Tamboril.

Pela lei estadual nº 7014, de 26-12-1963, é criado o distrito de Carvalho e anexado ao município de Tamboril.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 6 distritos: Tamboril, Boa Esperança, Carvalho, Curatis, Holanda e Oliveiras.

Pela lei estadual nº 8339, de 14-12-1965, o o município de Tamboril adquiriu o extinto distrito de Sucesso, como simples distrito.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 7 distritos: Tamboril, Boa Esperança, Carvalho, Curatis, Holanda, Oliveiras e Sucesso.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Tamboril: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Tamboril? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: