Início » Paraná » Tapira


Tapira - Paraná



Tapira é um município do estado do Paraná, no Brasil. A população avaliada em 2008 era de 5 944 habitantes.

"Tapira" é um termo oriundo da língua tupi e significa "anta", através do vocábulo tapi′ira .

Sua economia é baseada na agricultura, sendo a cana-de-açúcar e o café os seus principais produtos.

História da cidade de Tapira

O território onde hoje está localizado o município de Tapira pertencia ao distrito de Maria Helena, município de Cruzeiro do Oeste, comarca de Peabiru (Gleba ivaí). Parte desse território, ou seja, 10 mil alqueires paulistas, foram adquiridos do Governo do Estado do Paraná pela Colonizadora Rio Bom, de propriedade do Banco do Estado do Rio Grande do Sul. Esta Gleba localizava-se às margens do Ribeirão Tapiracuí, portanto apenas uma parte do que é hoje o Município de Tapira.

A área que corresponde a Gleba 4 e Gleba 6, foram colonizadas pela sociedade colonizadora Paraná Ltda, que pertencia a Comarca de Foz do Iguaçu.

A Colonizadora Rio Bom mediu a área ainda em 1948. Somente voltaram em 1953 com o intuito de colonizar e lotear, no entanto diante das dificuldades encontradas tais como, chuvas torrenciais, acesso, doenças, etc., tiveram que adiar por mais alguns anos.

Mas, no ano de 1951 chega às margens do Rio Ivaí, o Senhor Elizeu Garcia Barros (Dango), destemido paulista, experiente desbravador, residente em Paraíso do Norte, descendo de bote por este rio, acampa em sua margem esquerda, onde inicia a ´posse´ passando a dedicar-se a pesca, a caça e a criação de porcos. Mais tarde tomou conhecimento de que as terras onde se instalara eram de propriedade do BANRISUL (Banco do Estado do Rio Grande do Sul), após varias negociações, adquiriu 50 alqueires paulistas, onde continuou residindo. Este mesmo pioneiro já em 1961, constrói uma balsa, interligando Tapira a Santa Isabel do Ivaí e alguns anos mais tarde o Senhor Severino Nilo Ribeiro constrói uma olaria em propriedade do Senhor Elizeu Garcia Barros, que também adquiriu.

Em 1952, diversas famílias de posseiros chegam ao que seria o norte do Município de Tapira, através do Córrego do Fiscal, que posteriormente foram evacuadas para a Gleba 7, no Município de cidade Gaúcha.

Ainda em 1952, diversas famílias de posseiros se instalaram às margens do Córrego Mimoso, entre eles o Senhor José Miotto e seu filho Antônio Miotto, Luiz Carlos de Souza e seus filhos..., Carlos Cearense, Valdico, Anastácio e João Carlos de Souza.

Entretanto no outro lado, ou seja, o que mais se avizinhava de cidade Gaúcha, estava praticamente sem ninguém. Este acesso, ou seja, a estrada desde o Ribeirão Tapiracuí até o local onde está a cidade de tapira, foi empreitada ao Senhor Elizeu Garcia Barros, que a construiu a muque, pois as máquinas da Colonizadora Rio Bom ainda não tinham chegado, sendo que no trecho de cidade Gaúcha até as margens do Ribeirão Tapiracuí havia somente uma picada, que só foi ampliada com a chegada das máquinas da Companhia Rio Bom.

Somente em 1957 surgiram os primeiros indícios de cidade como realização daquela Companhia Imobiliária. Como pioneiros surgem as figuras de diversos desbravadores que haviam acampado às margens do Córrego água Fria e já haviam iniciado as derrubadas. Entre esses homens está o mateiro Luiz Antão Barbosa, que no dia 27 de maio de 1957, iniciam a derrubada no local. Em princípio no ano de 1958, foram construídas as primeiras casas no povoado e destas um hotel sob a direção da família do Senhor Luiz Antão Barbosa que tinha ficado em cidade Gaúcha em virtude das dificuldades de se chegar a área já derrubada.

Em seguida foram construídas mais casas para a instalação dos escritórios da colonizadora, qual seja casa para o gerente administrativo o Senhor Osvaldo Becker, Pedro Horácio da Silva e Lourival Batista, tratorista e Laércio Martins e Joaquim de Lima, motoristas.

A Igreja Matriz só foi erguida em agosto, após a doação do material pelo Senhor Severino Nilo Ribeiro; a paróquia foi instalada em julho de 1967 com a posse do Frei Justino Sampfir.

Em 25 de julho de 1960, cidade Gaúcha tornou-se município, portanto o território passou a pertencer ao novo município, na categoria de distrito administrativo, através da Lei nº 35 de 20 de agosto de 1962.

Somente em 02 de fevereiro de 1967 é criado o município de Tapira, pela Lei Estadual nº5.495, publicada no Diário Oficial do Estado do Paraná, em 03 de fevereiro de 1967; o território assim se desmembrava de cidade gaúcha e mantinha as mesmas fronteiras que possui atualmente; a instalação oficial do município deu-se a 15 de dezembro de 1968; ocasião em que foram empossados o primeiro prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Com o passar dos anos, as frentes colonizadoras foram penetrando em direção Sul onde a Colonizadora do Dr. Moacir (Sociedade Colonizadora Paraná Ltda.), se ocupava em loteamentos e vendas de terras, a qual, a Gleba 4 e Gleba 6 (hoje denominada Santa Felicidade), foram incorporadas as terras que hoje foram o território tapirense.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Tapira, pela lei estadual nº 49, de 21-11-1962, subordinado ao município de Cidade Gaúcha.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o distrito de Tapira figura no município de Cidade Gaúcha.

Elevado à categoria de município com a denominação de Tapira, pela lei estadual nº 5495, de 02-02-1967, desmembrado de Cidade Gaúcha e Maria Helena. Sede no atual distrito de Tapira. Constituído do distrito. Instalado em 15-12-1968.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1971, o município é constituído do distrito sede.

Assim permencendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Código do Município

4126900

Gentílico

tapirense

Prefeito

CLAUDIO SIDINEY DE LIMA

População
População estimada [2018]5.584 pessoas  
População no último censo [2010]5.836 pessoas  
Densidade demográfica [2010]13,44 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,8 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]939 pessoas  
População ocupada [2016]16,1 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]30,6 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]99,2 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6.2  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3.7  
Matrículas no ensino fundamental [2017]647 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]222 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]58 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]16 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]6 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]20.776,01 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]86,3 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.697  
Total de receitas realizadas [2017]25.764,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]22.536,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]11,76 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,9 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]5 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]434,371 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]9,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]98,3 %  
Urbanização de vias públicas [2010]7,7 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Tapira: Imagens da cidade e Região

imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-1
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-2
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-3
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-4
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-5
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-6
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-7
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-8
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-9
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-10
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-11
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-12
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-13
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-14
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-15
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-16
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-17
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-18
imagem de Tapira+Paran%C3%A1 n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Tapira e arredores.


Você conhece a cidade de Tapira? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: