Início » Minas Gerais » Nova Belém


Nova Belém - Minas Gerais



Nova Belém faz parte do estado de Minas Gerais. A população avaliada em 2004 era de 4.337 habitantes. A emancipação política ocorreu no ano de 1997. O aniversário do município é no dia 20 de julho, no entanto, o Padroeiro é a Sagrada Família no mês de dezembro. O município realiza a "FESTA DO CAFÉ DE NOVA BELÉM", realizada nos meses de Junho ou Julho, quando os Cafeicultores estão terminando suas colheitas. A economia do município,como sugere o tema da festa da cidade, tradicionalmente, tem base na cafeicultura. Mas além da cafeicultura e pecuária, a partir do ano 2000 a extração de granito tem incrementado a renda de muitas famílias neste município.

CULTURA

O povo novabelenense valoriza as coisas simples, as tradições da família mineira típica, assim como zela pelos seus princípios e dignidade, herança do modelo patriarcal das famílias com grande número de filhos, característica comum nas famílias dos munícipes pioneiros.

História da cidade de Como o povoado surgiu:

As terras deste Município pertenciam ao Município de Mantena, que na época era zona litigiosa.

Por volta de 1939 o Sr. José Vieira Nunes comprou grande parte dessas terras e veio ocupá-las juntamente com sua família, porém nesta época já residia nessas terras o Sr. Joaquim Quinzote, conhecido como o 1oº morador da região.

Em 1961 o Sr. José Vieira Nunes autorizou seu genro Henrique Teixeira de Siqueira a fazer o loteamento de suas terras em médias e grandes propriedades, formando assim o povoado de Nova Belém e o Sr. Henrique Teixeira de Siqueira o seu fundador.

Antigos nomes do Município:

Conta-se a história que em uma festa da Igreja Católica no dia de São Sebastião 20/01, quando levantavam o cruzeiro o Sr. Joaquim Alves de Paula deu o nome de São Sebastião de Nova Belém, porém este nome não continuou, ficando apenas o nome de Nova Belém.

Datas importantes : Criação da vila, povoado ou Município, bem como emancipação do mesmo:

Aos 03(três) dias do mês de Abril de 1965, em virtude da Lei n°. 3.298 de 14/12/1964, procede a instalação do distrito de Santo Agostinho de Minas no povoado de Nova Belém, ficando assim instalado o distrito de Santo Agostinho de Minas na localidade de Nova Belém, em consequência da Lei Estadual que transferia a sede do distrito para o povoado de Nova Belém. Este ato representava melhoramentos para o povoado. Neste ano ficou decidido a situação do Contestado, ficando as terras de Nova Belém e Mantena pertencentes a Minas Gerais e de Santo Agostinho pertencentes ao Espírito Santo.

Em setembro de 1994, os senhores José Gomes, Aldair Lacerda do Nascimento, José Alexandre da Costa, José Nelvino da Silva deram os primeiros passos para a emancipação de Nova Belém através de um encontro com o Deputado Ermano Batista em busca de orientaçãoes para continuarem a caminhada.

O anseio de liberdade destes homens era grande, resolveram então formar um grupo de pessoas para uma reunião a fim de formar a comissão de emancipação. Aos 27(vinte e sete) dias do mês de novembro de 1994 foi feita a reunião formando a 1oº Comissão de Emancipação. Esta ficou constituída por: Eli Malta Aniceto, José Alexandre da Costa, José Gonçalves da Silva, José Nelvino da Silva, Pedro Paulo Reis, Jaci Domingos de Araújo, Adair Lacerda do Nascimento, Salomão Lopes de Souza, Altamiro da Silva Tavares, Elpídio José Sudário, Natanael José da Silva, João Batista Sobrinho, Jurandi Henrique de Paula, Joaquim Correia Gomes, Adão Amaro da Silva, José Gomes, João da Cruz Serra, Nero Caetano da Silva, Noel Teodoro Gomes, José Angelino de Souza, Joanézio Ferreira Souto.

Desta comissão os senhores Aldair Lacerda do Nascimento, José Nelvino da Silva, Jurandi Henrique de Paula, Eli Malta Aniceto, José Alexandre da Costa, José Gomes, Noel Teodoro Gomes, Adão Amaro da Silva continuaram firmes no propósito de emancipar Nova Belém, lutando a cada instante para que este sonho se tornasse realidade. Este sentimento de luta foi despertado também nos senhores Ibinário José Verly, José Gonçalves Vieira, José Mendes do Carmo, José Paula, João da Cruz Silva, Márcio José dos Santos Soares, Obadia Luiz Maulaz que se uniram não medindo esforços, buscando a cada momento soluçãoes para os problemas que surgiam impedindo a emancipação. Assim seguiram vencendo obstáculos mais obstáculos, até que puderam dar o grito de liberdade com a publicação da Lei n°. 12.030 de 21/12/1995 que Emancipava Nova Belém.

No dia 1oº(primeiro) de Abril de 1996, em solenidade no Gabinete do Prefeito Municipal de Mantena - M.G , o Sr. Joel Garcia dos Santos deu posse a Comissão Paritária, instituída para administrar o Município de Nova Belém, recém-emancipado, durante a fase de transição. Esta comissão foi formada por quatro membros, sendo dois indicados pelo Prefeito e dois pelos membros da Comissão de Emancipação. Receberam como função preparar a cidade para ter administração própria a partir de Janeiro de 1997. O Sr. Prefeito indicou o médico Geraldo Afonso Coelho Sena e o pecuarista Olney Maulaz explicando que ambos são de famílias que sempre tiveram laços em Nova Belém. O Sr. José rocha de Souza e Eli Malta Aniceto foram indicados pela Comissão de Emancipação como representantes autênticos do município. Por força do destino a Comissão Paritária pouco fez pelo município.

FORMAÁÁO ADMINISTRATIVA:

O distrito foi criado em 14/12/1964, pela Lei n°. 3.298, e o município em 21 de dezembro de 1995, pela Lei n°. 12.030. Na ocasião era composto do distrito de Santo Agostinho de Minas. Atualmente, compãoe-no de : Nova Belém e Santo Antônio de Nova Belém.

FORMAÁÁO JUDICIÁRIA:

O município de Nova Belém está jurisdicionado à Comarca de Mantena, de 2oª Entrância desde a sua emancipação.

TURISMO E EVENTOS:

Atividades Culturais:

Temos a tradicional festa junina na Comunidade do Souto, fazendo com que todos da Comunidade se integrem na organização desta de tal maneira, que visitantes de várias regiãoes se divertem por dois dias.

O futebol de campo é apreciado pela maioria, fazendo com que os finais de semana se transformem em festas com ótimos torneios.

Pontos Turísticos:

Contamos com cachoeiras maravilhosas de grandes quedas dágua, beleza natural do município sendo até mesmo pontos turístico da nossa região. Cachoeira do Pedro Lama, Cachoeira do Adão Guilherme, Cachoeira do Roldão, Cachoeira Prazerosa.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: GILMAR MORAES DE FREITAS

Código do Município

3144672

Gentílico

belenense

Prefeito

FLAVIA PEREIRA DORNELES

População
População estimada [2018]3.255 pessoas  
População no último censo [2010]3.732 pessoas  
Densidade demográfica [2010]25,43 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,4 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]177 pessoas  
População ocupada [2016]5,0 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]47,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96,7 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,2  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]474 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]177 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]44 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]22 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]12 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]16.640,62 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]95 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,592  
Total de receitas realizadas [2017]16.423,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]18.238,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]3,4 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]8 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]146,775 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]44,3 %  
Arborização de vias públicas [2010]25,1 %  
Urbanização de vias públicas [2010]19,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Nova Belém: Imagens da cidade e Região

imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-1
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-2
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-3
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-4
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-5
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-6
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-7
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-8
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-9
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-10
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-11
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-12
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-13
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-14
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-15
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-16
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-17
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-18
imagem de Nova+Bel%C3%A9m+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Nova Belém e arredores.


Você conhece a cidade de Nova Belém? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: