Início » Bahia » Itaberaba


Itaberaba - Bahia



Itaberaba é um município do estado da Bahia, no Brasil. Encontra-se na região da Chapada Diamantina. Sua estimativa populacional, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é de 70 000 habitantes. Fica às margens da BR-242, uma importante rodovia federal que liga a Bahia ao Distrito Federal. Possui diversas indústrias e um forte comércio, o que a torna um dos maiores centros regionais do estado.

"Itaberaba" é um termo tupi que significa "pedra brilhante", através da junção dos termos itá ("pedra") e berab ("brilhante").

A região que hoje o município de Itaberaba ocupa já foi habitada pelos índios Maracás, do grupo dos Tapuias. Eram índios robustos e guerreiros, mas não eram antropófagos.

História da cidade de Itaberaba

Ao território do atual município são feitas referências desde o século XVII, quando os diversos governadores mandavam fazer entradas contra os selvagens que, anualmente, desciam sobre os estabelecimentos portugueses do Recôncavo. As passagens das Bandeiras que viajaram margeando o Rio Paraguaçu deixaram vestígios de fortim, à sua margem direita. é tradição oral a existência da tribo dos maricás, aldeada outrora na serra do Orobó, que sustentou lutas constantes com as Bandeiras vindas para combatê-la e, afinal, sendo os indígenas vencidos, retiraram-se para as matas do sul deste estado.

Atribuem-se como fatores ou causas determinantes do povoamento do município: a

concessão de sesmarias, como as do capitão-mor Manuel Cajado e Antônio Guedes de Brito, a

do último compreendida entre os rios Capivari, Piranhas e as serras do Orobó, e do Tupim, desde 1768; e as Entradas com a esperança da existência de ouro na serra do Orobó, cujo significado de ouro bom é tradição.

Em 1806, foi comprada do capitão-mor Manoel Rodrigues Cajado, a fazenda São Simão, a qual em 1809 passou a Antônio de Figueiredo Mascarenhas que, no centro da sua propriedade, edificou uma casa de oração, consagrada a Nossa Senhora do Rosário, local em que hoje se encontra a cidade de Itaberaba. Aí se formou povoação em torno da capela e, em 1817, já era um arraial Orobó pertencente ao município de Cachoeira. Ao povoado que se formou e cresceu em razão da capela, foram dadas honras de paróquia pela Resolução Provincial nº 195, de 18 de maio de 1843, com a denominação de Freguesia de Nossa Senhora do Rosário do Orobó, antes no âmbito da Freguesia de Santana do Camisão, ficando, por este ato, criado o Distrito de Paz.

Gentílico: itaberabense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Itaberaba, pela lei provincial nº 195, de 18-05-1843, subordinado ao município de Camisão.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Orobó, pela lei provincial nº 1715, de 26-03-1877, desmembrado de Camisão. Sede no antigo distrito de Orobó. Constituído do distrito sede. Instalada em 30-07-1877.

Elevado á condição de cidade com a denominação de Itaberaba, pela lei estadual nº 176, de 25- 06-1897.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 2 distritos: Itaberaba e Orobó Grande .

Pela lei estadual nº 1022-A, de 25-06-1914, desmembra do município de Itaberaba o distrito de Orobó Grande. Elevado à categoria de vila.

Pela lei municipal nº 47, de 04-10-1920, aprovada pela lei estadual nº 1470, de 16-05-1921, é criado o distrito de Boa Vista e anexado ao município de Itaberaba.

Pela lei estadual nº 8570, de 29-07-1933, é criado o distrito de Ibiquera e anexado ao município de Itaberaba.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído de 3 distritos: Itaberaba, Boa Vista e Ibiquera.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, confirmado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944, o distrito de Boa Vista tomou a denominação de Tupim.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído Itaberaba, Ibiquera e Tupim (ex-Boa Vista).

Pela lei estadual nº 628, de 30-12-1953, é criado o distrito de Brejo Novo (ex-povoado de Belo Horizonte), com terras desmembradas do distrito de Ibiquera e anexado ao município de Itaberaba.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Itaberaba, Brejo Novo, Ibiquera e Tupim.

Pela lei estadual nº 1036, de 20-08-1958, desmembra do município de Itaberaba o distrito de Ibiquera. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: Itaberaba, Brejo Novo e Tupim.

Pela lei estadual nº 1729, de 19-07-1962, desmembra do município de Itaberaba os distritos de Brejo Novo e Tupim. Elevado à categoria de município com denominação de Boa Vista do Tupim.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Itaberaba: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Itaberaba? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: