Início » Tocantins » Monte do Carmo


Monte do Carmo - Tocantins



Monte do Carmo faz parte do estado do Tocantins, a 89km da capital do estado, Palmas. O município, com uma população estimada em seis mil habitantes, está localizado na região central do estado, a uma altitude média de 295 m. Tem uma área total de 3.359,7km² e uma densidade demográfica de 1,62 habitantes/km². É um dos caminhos para o Jalapão e dispõe de rodovia asfaltada. A cidade é amplamente conhecida por ser a terra natal do cantor Rick Sollo.

A história de Monte do Carmo começa a partir do descobrimento das minas de ouro, na primeira metade do século XVIII. Prossegue em 1741 com a fundação do Arraial de Nossa Senhora do Carmo. Foi fundado pelo bandeirante Manuel de Sousa Ferreira, na confluência dos ribeirões: Matança hoje é córrego Água Suja (devido à lavagem do ouro), até o córrego Sucuri que abastece a cidade. Em 1836 deram-lhe o nome de arraial de Nossa Senhora do Carmo, 1911 foi denominado Carmo, em 1943 resolveram mudar para Tairuçu (palavra indígena), mas não durou muito, passou a se chamar Monte do Carmo em 1953.

O ouro que abundava em profusão nas minas do Carmo, atraía os aventureiros lusitanos e mamelucos, que enfrentavam as tribos bravias que habitavam os sertões desconhecidos.

História da cidade de MONTE DO CARMO

A cidade de Monte do Carmo está situada no sopé da Serra do Carmo, entre a confluência dos ribeirões água Suja e Sucuryu.

A povoação deve sua origem ao influxo das grandes minerações de ouro, era esta zona um "El Dorado", de fortuna exuberante para os exploradores, na maioria portugueses auxiliados pelo braço escravo.

A povoação foi fundada em 1741, por Manoel de Sousa Ferreira. O Arraial de Nossa Senhora do Monte do Carmo que alguns anos após o descobrimento se tornou um núcleo populoso, abrigava em seu seio entre outros elementos importantes o Padre José Faustino da Gama, que em outubro de 1805, vindo a falecer deixou em seu testamento algumas oitavas de ouro para ser construida próximo a sua residência uma capela com a invocação de Nossa Senhora das Mercês.

Em 1809, foi enviado ao norte da província o Ouvidor Dr. Joaquim Teotônio Segurado, por ordem do Príncipe Regente D. João VI, para incrementar na região a agricultura, pecuária e o tráfego fluvial nos rios Maranhão (hoje Tocantins) e Araguaia. Chegando ao arraial que fica afastado das margens do Tocantins, maravillha-se com a topografia da pequena povoação que era Porto Real (hoje Porto Nacional), chegando ao arraial doCarmo, consultou os habitantes para se transferirem para a nova povoação de Porto Real, mostrando as vantagens que poderiam ter instalando-se às margens de um rio navegável. Para maior incentivo determinou o Ouvidor Segurado que a deixa testamentária do Padre Gama fosse destinada a construçõa da Capela de Nossa Senhora das Mercês na nova povoação e não no velho arraial do Carmo. Tão logo se construiu a referida capela, importantes famílias do arraial se transferiram para Porto Real, entretanto assim em franca decadência o velho arraial.

Em 1835, foi criada a Freguesia de Porto Real, desmembrando assim a Freguesia do Carmo, que mais tarde foi anexada a de Porto Nacional, perdendo o velho arraial do Carmo a sua hegemonia.

Pela resolução nº 2 de 19/02/1895, o Intendente Benício Pinheiro de Santana, de Porto Nacional, criou o distrito de Justiça do Carmo. Em 1911, na divisão administrativa do Brasil, figurou como distrito de Porto Nacional, com a denominação de Carmo; em 1920, passou a denominar-se Monte do Carmo.

De 31/12/1936 à 13/12/1937, passou a denominar-se Nossa Senhor do Monte do Carmo.

Em 31/10/1938, por força do Decreto Lei Estadual nº 1.233, voltou a denominar-se Carmo. Em 31/12/1943, por Decreto Lei Estadual nº 8.305, foi mudada a denominação para "TRAIRUçU′, nome de origem indígena. O novo nome sempre foi repudiado pelos seus habitantes e por constantes apelos voltou a receber a denominação de Monte do Carmo, pela Lei Municipal nº 186, de 23 de julho de 1953 e finalmente pela Lei Estadual nº 4.708 de 23/10/1963, foi elevado a categoria de município com a denominação de Monte do Carmo, desmembrado do território do município de Porto Nacional, sendo sua em 1º de janeiro de 1964.

Dentre os vultos ilustre destacamos o Padre José Faustino da Gama, vigário da Freguesia que muito batalhou pela prosperidade do arraial, Padre José Lopes de Almeida de importante família local, vigário da Freguesia, Severiano Aires da Silva, Juiz, João Aires da Silva grande impulsionador do progresso do Arraial, José Pinto de Cerqueira, general do exercito brasileiro, Carolino Pereira da Silva, que serviu muitos anos como Juiz Distrital, Dona Alberonilha Aires Pereira, professora primária durante muitos anos.

O santo padroeiro é Nossa Senhora do Carmo, desde o início da formação do Arraial, sendo sua capela construida em 1802, tendo-se gasto na construção o valor correspondente a 1.450 oitavas de ouro doado pelos habitantes da localidade, sendo vigário naquela época o Padre Ignácio Ortiz de Camargo. A construção acima referida ficou a cargo de uma irmandade, fundada especialmente para gerir a capela, tendo como 1º Presidente o Sr. João Aires da Silva e Tesoureiro o Sr. José de Souza Ribeiro.

Os festejos são realizados no dia 16 de julho de cada ano com novenário, leilões, procissão; nos dias seguintes 17 e 18 respectivamente realizam-se os festejos do Divino Espírito Santo, cheios de tradições, antes, era concorridíssimos e a festa de Nossa Senhora do Rosário, que na época da escravidão era cognominada a festa dos negros ainda conservando o mesmo ritmo, dançam as congadas, o moçambique (tambor), estando hoje em dia bastante modificada, não possuindo o brilho de antes.

Os habitantes do município são chamados "CARMELITOS". O município de Monte do Carmo é termo da Comarca de Porto Nacioanal.

O primeiro prefeito foi o Sr. Durval do Rêgo Barros, nomeado peo Sr. Governador do Estado e demitido logo após a Revolução de 31 de março de 1964, sendo nomeado no mesmo ato o jovem Ademar Pereira da Silva. O primeiro Prefeito eleito foi Dona Raimunda da Silva Barros, tendo sido empossada em 1º de fevereiro de 1966. A Câmara Municipal composta por 7 vereadores.

Monte do Carmo, 16 de dezembro de 1982.

Fonte: PREFEITURA MUNICIPAL/IBGE.

Autor do Histórico: MARIA FRANCISCA PEREIRA DOS SANTOS PAOLINI

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 3.616,674: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 2: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.034: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 243: matrículas
Número de unidades locais: 46: unidades
Pessoal ocupado total: 426: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 16.017,53: reais
População residente : 6.716: pessoas
População residente - Homens: 3.601: pessoas
População residente - Mulheres: 3.115: pessoas
População residente alfabetizada: 4.849: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.092: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 5.509: pessoas
População residente, religião espírita: 10: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.134: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 995,31: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.777,92: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 204,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 300,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,622:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Monte do Carmo: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Monte do Carmo? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: