Início » Bahia » Palmeiras


Palmeiras - Bahia



Palmeiras faz parte do estado da Bahia. Encontra-se a uma latitude 12º31′44" sul e a uma longitude 41º33′32" oeste, estando a uma altitude de 697 metros. A população avaliada em 2004 era de 7 711 habitantes. Possui uma área de 698,462km².

Antes da exploração colonial do interior do atual estado da Bahia, a região onde atualmente há o município de Palmeiras era habitado por indigenas da nação tapuia. Com o início da ocupação dos colonos na região, os nativos começaram a evacuar a região.

No início da segunda metade do século XVIII, famílias de pequenos agricultores, descendentes de portugueses, se fixaram em Lavrinha, às margens da estrada boiadeira. A Lavrinha teve o seu apogeu com a descoberta de pequenas lavras de diamantes. Logo, em 1855, vieram garimpeiros de Mucugê, Lençóis, Andaraí, do sertão da Bahia, e Minas Gerais. Com a exploração do diamante, Lavrinha de tapera se tornou um próspero arraial. A arquitetura se refinou, e parte da população nativa se tornou garimpeira. Com o dinheiro do garimpo, se investiu na agricultura e no próprio garimpo. Aos poucos, foram surgindo pequenas povoações como: Fundão, Cruz, Ribeirão, Laranjo e outras.

História da cidade de Palmeiras

Entre 1815 e 1819, Joaquim Pereira dos Santos, lavrador residente no lugar conhecido por "Olhos D′água", adquiriu um trato de terra do Sargento-mor Francisco da Rocha Medrado, e aí construiu duas casas, tomando a fazenda o nome de Palmeiras. Tempos depois, Joaquim dos Santos mudou-se para o Piauí e deixou a fazenda Palmeiras entregue ao seu filho Manoel dos Santos.

Fixaram-se às margens do riacho Lajedinho, garimpeiros procedentes de Santa Isabel do Parguassu (Mucugê) que procuravam diamantes e carbonatos. Com a descoberta de jazidas de diamantes no riacho Lajedinho, cedo se formou um arraial. Em 1864, o Arraial de Palmeiras já era um lugar florescente, que atraía garimpeiros das lavras de Lençóis e Andaraí.

Em 1865, Monsenhor Lino da Silveira Gusmão, vigário da Freguesia de Lençóis, deu início a construção de uma capela que foi terminada pelo coletor estadual José Xavier Alves.

Na administração do presidente da Província da Bahia, Desembargador Antônio Luís Afonso de Carvalho, a Lei nº 2651, de 14 de maio de 1889, elevou a povoação das Palmeiras a distrito de paz e subordinada ao município de Lençóis.

Gentílico:

Formação Administrativa

Por Ato do Governador do Estado, de 23 de dezembro de 1890, elevada à categoria de vila com a denominação de Vila Bela das Palmeiras e criado o município do mesmo nome, com território desmembrado do de Lençóis, tendo por limites os distritos da Serra Negra e de Capão Grande.

Com a Lei nº 628, de 30 de dezembro de 1953, criou-se o distrito de Caeté-Açu, com sede no Povoado de Capão Grande que foi elevado à categoria de vila com o nome do distrito.

Fonte: SEI (BA); DERBA (BA); IBGE

Autor do Histórico: CLáUDIA GONçALVES XAVIER

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 737,454: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 6: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.557: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 328: matrículas
Número de unidades locais: 114: unidades
Pessoal ocupado total: 669: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 6.294,86: reais
População residente : 8.410: pessoas
População residente - Homens: 4.174: pessoas
População residente - Mulheres: 4.236: pessoas
População residente alfabetizada: 6.368: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.695: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 3.947: pessoas
População residente, religião espírita: 276: pessoas
População residente, religião evangélicas: 975: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 770,51: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.480,10: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 170,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 280,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,643:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Palmeiras: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Palmeiras? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: