Início » São Paulo » Pindamonhangaba


Pindamonhangaba - São Paulo



NE:Guaratinguetá, Potim

L:Roseira,

O:Taubaté,Tremembé

História da cidade de PINDAMONHANGABA SãO PAULO

O Capitão Jacques Felix, na década de 1520, em missão oficial de fundar uma Vila (Taubaté, em 1645), iniciou o povoamento da zona valeparaibana, concedendo Sesmarias.

O apriosionamento de silvícolas da região, para servirem às lavouras em São Paulo e São Vicente, a existência de trilhas indígenas para o interior mineiro e o litoral e a própria hidrografia, fez do lugar, ponto de passagem forçada para as expedições que demandavam às Minas Gerais, a partir do porto de Ubatuba, para descanso e reabastecimento.

O lugar, onde se acredita ter havido uma fábrica de anzóis, ficou conhecido como Pindamonhangaba, topônimo tupi-guarani composto das palavras "pindá"ou "piná"=azol, "monhang"=fazer e âba"=lugar.

No pequeno arraial que começava a surgir, foi erguido por volta de 1690, um templo religioso (Igreja-Matriz), sob a invocação de Nossa Senhora do Bom Sucesso, cuja construção foi atribuída a Antônio Bicudo Leme e Brás Esteves Leme. O padre João de Faria Filho, que teve ação determinante na construção daquela igreja, fez-se vigário naquele mesmo ano. Nasceu assim a Freguesia de Nossa Senhora do Bom Sucesso, liugado à Vila de Taubaté.

Começava a se concentrar no bairro uma alta aristocracia rural desejosa de que fosse criada a Vila de Pindamonhangaba. No entanto, conforme Lei da Coroa Portuguesa, na época, não poderiam existir vilas (municípios) a menos de cinco léguas uma das outras e, devido à proximidade a Taubaté, o desejo de emancipação não poderia ser concretizado.

O Padre Fialho, que encontrou a povoação já formada, preparou o movimento emancipador em relação a Taubaté, na segunda metade do ano de 1703, movimento de que participaram Pedro Taques, Coronel Salvador Fernandes Furtado, Bicudo Leme e seu filho Manoel da Costa Leme.

O movimento revolucionário forçou a criação do Município, por vontade de seu próprio povo, reconhecido por carta régia da rainha D. Catarina, em 10 de julho de 1705, com o nome de Nossa Senhora do Bom Sucesso de Pindamonhangaba.

Terminada a mineração que ia além da Mantiqueira e o pequeno ciclo da cana-de-açúcar, na região, teve início no século XIX as atividades escravocratas com o ciclo do café, quando os grandes latifundiários conquistaram títulos de nobreza: Barão Homem de Melo, 1o e 2o Barões de Pindamonhangaba, Barão de Rameiro, Barão de Itapeva, Barão de Lessa e outros.

Essa sociedade formou a Guarda de Honra do Príncipe Regente, que se representar no Grito do Ipiranga.

Foi elevada à cidade com o nome de Pindamonhangaba pela Lei no 17, de 3 de abril de 1849, e à Comarca em 1858, mas logo suprimida. A comarca somente voltou a ser criada que 1877, pela Lei no 27, de 7 de maio. O primeiro Prefeito, empossado em 1836, foi o Sargento Mor Oliveira Bueno de Godoy Moreira.

Com a abolição da escravidão, a cidade foi duramente atingida, por não estarem seus fazendeiros preparados para o regime de trabalho livre: a lavoura decaiu e as extensas propriedades foram retalhadas, começando uma fase de cidade morta. O ritmo ascensional do progresso somente foi retomado após 1940, com a rizicultura, produção agropecuária e, mais tarde, com atividades industriais.

O atual Prefeito é João Bosco Nogueira e o Vice-Prefeito Nilton Flávio de Oliveira.

GENTíLICO: PINDAMONHANGABENSE

FORMAçãO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Nossa Senhora do Bom Sucesso de Pindamonhangaba, e 1690-1705, no Município de Taubaté.

Vila criada com a denominação de Nossa Senhora do Bom Sucesso de Pindamonhangaba, por Carta Régia de 10 de julho de 1705, desmembrado de Taubaté. Constituído do Distrito Sede.

Cidade por Lei Provincial no 17, de 3 de abril de 1849.

Em divisão administrativa do Brasil referente ao ano de 1911, o Município de Pindamonhangaba se compunha do Distrito Sede,

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de Pindamonhangaba permanece com o Distrito Sede.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-Lei Estadual no 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Pindamonhangaba compreende

o único têrmo judiciário da comarca de e figura com o Distrito Sede. No quadro fixado pelo Decreto-Lei Estadual no 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943,

o município é composto do Distrito Sede e é têrmo da comarca de Pindamonhangaba formada de 1 único têrmo Pindamonhangaba. Em virtude do Decreto-Lei Estadual no 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o município ficou composto do Distrito Sede. Assim figura nos quadros fixados pelas Leis nos 233, de 24-XII-1948 e 2456, de 30-XII-1953 para 1954-1958 para vigorar, respectivamente nos períodos de 1949-1953 e 1954-1958. Lei Estadual no 5285, de 18 de fevereiro de 1959, cria o Distrito de Moreira Cesar e incorpora ao Município de Pindamonhangaba. Em divisão territorial de 01-VII-1960 o município é formado de 2 Distritos: Pindamonhangaba e

Moreira Cesar. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 729,998: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 35: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 19.601: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 6.928: matrículas
Número de unidades locais: 4.077: unidades
Pessoal ocupado total: 36.100: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 39.202,21: reais
População residente : 146.995: pessoas
População residente - Homens: 72.288: pessoas
População residente - Mulheres: 74.707: pessoas
População residente alfabetizada: 130.252: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 42.037: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 94.701: pessoas
População residente, religião espírita: 3.548: pessoas
População residente, religião evangélicas: 35.984: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.642,22: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.869,88: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 386,67: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 580,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,773:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Pindamonhangaba: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Pindamonhangaba? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: