Início » Paraná » Tibagi


Tibagi - Paraná



Tibagi é uma cidade brasileira, situada no interior do estado do Paraná, a 200km de Curitiba. Foi fundada em 1872. Tem uma população de 19.983 habitantes segundo a estimativa de 2010.

O têrmo é referência ao Rio Tibagi, que nasce nos Campos Gerais, corta o território municipal e joga suas águas no Rio Paranapanema. Etimologicamente é denominação de ongem Tupi, "Tibagy": o rio do pouso, o rio da parada.

A história registra que bem antes da povoação da região, o Rio Tibagi foi objeto de passagem de numerosas expedições e bandeiras, que levavam os intrépidos aventureiros sertão a dentro.

História da cidade de Tibagi Paraná _ PR

Antes que fosse iniciado o desbravamento e povoamento dos sertões do Tibagi, numerosas expedições e bandeiras foram organizadas e levadas até às barrancas do rio do mesmo nome, com penetrações em quase todas as direções da vasta zona do Tibagi. Desde os tempos mais remotos era conhecida a notícia de que o rio Tibagi possuía ouro e acumulava enorme quantidade de pedras preciosas, principalmente diamante. Daí o motivo das numerosas expedições levadas até às margens desse rio, desde os primeiros tempos das entradas no sertão, feitas pelas bandeiras paulistas e, mais tarde, curitibanos. Entretanto, a formação de um Povoado na região do Tibagi, somente foi tentada na última década do século XVII.

Os primitivos moradores da Cidade de Tibagi procediam de São Paulo, e seus estabelecimento na região foi lento e durou vários anos, até que fosse definitivamente escolhida a localização do Povoado.

Antonio Machado Ribeiro, que é fundador da Cidade, veio de São Paulo em 1782, acompanhado de sua família. Depois de Antonio Machado Ribeiro ter se estabelecido nesses terrenos, apareceu ali o Coronel José Félix Novaes do Canto, que passou a residir no lugar denominado Monte Alegre, estendendo seus domínios para o interior e, juntamente com Machado Ribeiro, abriu um caminho até à margem direita do Tibagi. Contudo, desgostoso por não ter podido legalizar as suas terras, Antonio Machado Ribeiro resolveu atravessar o rio, indo estabelecer-se nas campinas situadas à margem do Tibagi, juntamente no local onde se encontra a Cidade de Tibagi. Ainda aí Machado Ribeiro sofreu muitos reveses ocasionados pelos selvagens.

Depois das dificuldades que passaram Machado Ribeiro e sua família, resolveu ele tomar posse das terras compreendidas desde o rio Pinheiro Seco até a barra do rio Santa Rosa, fazendo ali diversas plantações, inclusive algodão, com que tecia pano para seu uso. Com a ida de outras famílias para aquele local, os aborígenes puderam ser rechaçados e obrigados a retirarem-se para o interior do sertão.

A povoação de Tibagi foi elevada à Freguesia em 1846, no Município de Castro e, em 1872, foi elevada à categoria de Vila. A Vila de Tibagi teve predicamento de Cidade em 1897.

O topônimo advém do rio do mesmo nome que banha o Município, sendo que, em tupi-guarani, significa "Rio do Pouso".

Gentílico: tibagiano

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação de Tibagi, por lei provincial de São Paulo n.º 15, de 06-03-1846, subordinado ao município de Castro.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Tibagi, pela lei provincial n.º 302, de 18-03-1872, desmembrado de Castro. Sede na povoação de Tibagi, Constituído do distrito sede. Instalado em 10-01-1873.

Elevado à condição de cidade, por lei estadual n.º 259, de 27-12-1897.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município figura com 8 distritos: Tibagi, Amparo, Bela Vista, Caeté, Faxinal de São Sebastião, Lajeado Bonito, Monjolinho e São Roque.

Pelo decreto-lei estadual n.º 6667, de 31-03-1938, o distrito de Amparo passou a denominar-se Alto do Amparo.

Pelo decreto-lei estadual n.º 7573, de 20-10-1938, transfere os distritos de São Sebastião e São Roque ex-Faxinal de São Sebastião do município de Tibagi para o de Londrina. Sob o mesmo decreto desmembra do município de Tibagi o distrito de Caeté. Para formar o novo município de São Jerônimo. Ainda sob o mesmo decreto-lei extingui o distrito de Monjolinho, sendo seu território anexado ao distrito de Queimadas ex-Lajeado Bonito.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Tibagi, Alto do Amparo, Bela Vista e Queimadas.

Pelo decreto-lei estadual n.º 199, de 30-12-1943, o distrito de Queimadas passou a denominar-se Ortigueiras. Sob o mesmo decreto o distrito de Bela Vista passou a denominar-se Natingui.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 4 distritos: Tibagi, Alto do Amparo, Natingui e Ortigueira.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 4 distritos: Tibagi, Alto do Amparo, Natingui e Ortigueira.

Pela lei estadual n.º 790, de 14-11-1951, é criado o distrito de Ventania e anexado ao município de Tibagi. Sob a mesma lei estadual, desmembra do município de Tibagi os distritos de Natingui e Ortigueira. Elevados à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: Tibagi, Alto do Amparo e Ventania.

Pela lei estadual n.º 7294, de 03-01-1980, é criado o distrito de Caetano Mendes e anexado ao município de Tibagi.

Em divisão territorial datada de 15-VIII-1988, o município é constituído de 4 distritos: Tibagi, Alto do Amparo, Caetano Mendes e Ventania.

Pela lei estadual n.º 9244, de 14-05-1990, desmembra do município de Tibagi o distrito de Ventania. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 3 distritos: Tibagi, Alto do Amparo e Caetano Mendes.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-V-2001.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 2.951,567: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 10: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 3.455: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 860: matrículas
Número de unidades locais: 572: unidades
Pessoal ocupado total: 2.874: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 33.293,14: reais
População residente : 19.344: pessoas
População residente - Homens: 9.804: pessoas
População residente - Mulheres: 9.540: pessoas
População residente alfabetizada: 15.644: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 5.690: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 15.058: pessoas
População residente, religião espírita: 29: pessoas
População residente, religião evangélicas: 3.427: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.621,01: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.000,90: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 290,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 406,67: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,664:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Tibagi: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Tibagi? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: