Início » Piauí » Regeneração


Regeneração - Piauí



Regeneração faz parte do estado do Piauí. Encontra-se a uma latitude 06º14′16" sul e a uma longitude 42º41′18" oeste, estando a uma altitude de 164 metros. A população avaliada em 2008 era de 18.138 habitantes.

Criada a partir de uma missão indígena, onde eram aldeados os índios guegueses e acaroas, Regeneração foi capital do Piauí por 24 horas quando da transferência da capital de Oeiras para Teresina. O município. encontra-se a meio tempo entre a atual e a antiga capital. E conhecida até hoje como vila, porque passou quase 100 anos da sua história, mesmo com aspecto de cidade sendo uma simples vila. No mês de julho tem o tradicional carnaval fora de época denominada "Regefolia" com atrações de vários lugares desde do estado a outros como Bahia e Ceará, considerado o melhor carnaval fora de época do medio-parnaiba. A igreja matriz de Regeneração do padroeiro São Gonçalo, onde o padre Borges de carvalho celebrou por mais de 40 anos. Segundo os mais velhos debaixo da igreja ficava o cemitério dos índios que habitavam a vila regenerense.

História da cidade de Regeneração Piauí

As Origens de Regeneração remontam ao ano de 1772, quando os índios gueguezes e acoroás, expulsos de suas terras, situadas às margens dos Rios Parnaíba e Uruçuí, por ordem do Governador Gonçalo Lourenço Botelho de Castro, foram aldeados na missão criada à margem direita do Riacho do Coco, hoje Mulato, com a denominação de São Gonçalo do Amarante, homenagem ao santo de igual nome.

Os índios passaram a ser mantidos pela Fazenda Real, com a participação de particulares. Como as despesas se tornaram insuportáveis, o Governador cortou a ajuda para manutenção e determinou que os criadores das vilas de Campo Maior, Marvão e Parnaíba contribuíssem para o sustento dos índios. Sem a ajuda oficial, os índios passaram a viver como indigentes, culminando com a fuga dos acoroás da aldeia para se refugiarem na missão de São José do Curo, donde o ajudante, Félix do Rêgo Castelo Branco, os reconduziu a São Gonçalo.

Em 1773, a aldeia contava com uma população superior a 300 índios. sob a direção do Coronel João do Rêgo Castelo Branco. Em 1778 e 1780, ocorreram as últimas rebeliões dos índios gueguezes. A aldeia desenvolvia-se, quando recebeu a anexação da missão de São João do Sende.

A capela de São Gonçalo do Amarante, o Padroeiro da Cidade, foi construída em 1789, onde foi criada a Paróquia de igual topônimo, desmembrada de Oeiras. A elevação à categoria de Cidade, ocorreu em 1938.

Gentílico: regenerense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Gonçalo de Regeneração, pela lei provincial nº 751, de 26-08-1871.

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Regeneração, pela lei provincial nº 896, de 23-07-1875, desmembrado de Amaraante. Sede no atual distrito de Regeneração ex-São Gonçalo de Regeneração. Constituído do distrito sede. Instalado em 02-12-1882.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto-lei estadual nº 1279, de 26-06-1931, é extinto o município de Regeneração, sendo seu território anexado ao município de Amarante, como simples distrito.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município de Regeneração figura como distrito de Amarante.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Regeneração, pelo decreto estadual nº 1519, de 15-02-1934, desmembrado de Amarante. Sede no antigo distrito de Regeneração constituído do distrito sede. Reinstalado em 29-03-1938.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído do distrito sede.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído do distrito sede.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica distrital

São Gonçalo da Regeneração para simplesmente Regeneração alterado, pela lei provincial nº 896, de 23-07-1875.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 1.251,036: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 7: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 2.893: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 625: matrículas
Número de unidades locais: 189: unidades
Pessoal ocupado total: 1.395: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 6.626,04: reais
População residente : 17.556: pessoas
População residente - Homens: 8.590: pessoas
População residente - Mulheres: 8.966: pessoas
População residente alfabetizada: 11.014: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 6.037: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 15.589: pessoas
População residente, religião espírita: 20: pessoas
População residente, religião evangélicas: 876: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 738,09: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.154,95: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 150,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 228,33: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,591:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


Regeneração: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Regeneração? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: