Início » Goiás » Paraúna


Paraúna - Goiás



Paraúna é um município do estado de Goiás, no Brasil. A população avaliada em 2007 era de aproximadamente 12 033 habitantes.

"Paraúna" é um termo de origem tupi e significa "mar preto", através da junção dos termos pará ("mar") e un ("preto").

Cercado de mistérios e de misticismo, o Parque de Paraúna abriga histórias e lendas que o escritor e pesquisador Alódio Tovar se encarregou de divulgar para o Estado de Goias. Os motivos são muitos para que assim seja: vai das belezas da Serra das Galés, da Portaria, a Muralha de Pedra, o Vale da Felicidade ou a Ponte de Pedra até as histórias fantásticas contadas pelos moradores das redondezas sobre estranhos seres que visitam ou habitam a região.

História da cidade de Paraúna

O povoamento de Paraúna surgiu, por volta de 1900, em terras do então Município de Alemão (atual Palmeiras de Goiás), do qual fora distrito com o nome de Bota Fumaça.

Na fazenda São José, às margens do córrego do mesmo nome, os primeiros habitantes construíram um rancho de palha, que servia de templo, onde se rezava o terço ao Menino Jesus, todos os primeiros domingos do mês. Daí, a afluência de diversas famílias para essa localidade.

Com o desenvolvimento inicial e a doação de parte de terras ao Menino Jesus (Igreja), para a formação do Patrimônio, o povoado, com o topônimo "Fumaça", alcançou expressivo progresso.

Posteriormente, em data ignorada, alcançou a categoria de distrito, com a nova denominação de "São José do Turvo", mais tarde supresso e restabelecido em 23 de dezembro de 1930, pelo Decreto nº 412, passando a chamar-se "PARAúNA", do tupi = para (rio) e úna (preto) = rio preto, denominação dada pela Lei nº 903, de 7 de julho de 1930.

Gentílico: paraunense

Formação Administrativa

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no município de Alemão o distrito de São José do Turvo ex-povoado.

Pela lei estadual nº 540, de 14-06-1917, o município de Alemão passou a denominar-se Palmeiras.

No quadro do Recenseamento de 1-IX-1920, o distrito de São José do Turvo, figura no município de Palmeiras ex-Alemão.

Elevado à categoria de município com a denominação de Paraúna, ex-São José do Turvo, pela lei estadual nº 903, de 07-07-1930, desmembrado de Palmeiras. Sede no atual distrito Paraúna ex-São José do Turvo. Constituído do distrito sede. Instalado em 20-091930.

Pelo decreto estadual nº 412, de 23-10-1930, o município de Paraúna foi extinto, sendo seu território anexado ao município de Palmeiras, como simples distrito.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Paraúna, figura no município de Palmeiras.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Paraúna, pelo decreto estadual nº 5108, de 10-11-1934, desmembrado de Palmeiras. Sede no antigo distrito de Paraúna. Constituído do distrito sede. Reinstalado em 24-11-1934.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído do distrito.

Pelo decreto-lei estadual nº 557, de 30-03-1938, Paraúna adquiriu do município de Goiás o distrito de Cachoeira, como simples distrito.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 2 distritos: Paraúna e Cachoeira.

Pelo decreto-lei estadual nº 8305, de 31-12-1943, o distrito de Cachoeira passou a denominar-se Moitú.

No quadro anexo para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Paraúna e Moitú.

Pela lei municipal nº 6, de 26-04-1948, são criados os distritos de Firminopolis e Marilândia ex-povoado, criado com terras dos distritos de Paraúna e Moitu e anexado ao município de Paraúna.

Pela lei estadual nº 173, de 07-10-1948, desmembra do município de Paraúna os distritos Marilândia e Moitú, para formar o novo município com a denominação de Aurilândia.

Pela lei estadual nº 174, de 07-10-1948, desmembra do município de Paraúna o distrito Firminópolis. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial vigente em 1-VII-1950, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei municipal nº 59, de 10-11-1962 é criado o distrito de São João e anexado ao município de Paraúna.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Paraúna e São João.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1968.

Pela lei estadual nº 7473, de 02-12-1971, é criado o distrito de Turvelândia e anexado ao município de Paraúna.

Pela lei estadual nº 7477, de 02-12-1971, é criado o distrito de Acreúna e anexado ao município de Paraúna.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1971, o município é constituído de 4 distritos: Paraúna, Acreúna, São João e Turvelândia.

Pela lei estadual nº 8386, de 14-05-1976, desmembra do município de Paraúna os distritos de Acreúna e Turvelândia, para formar o novo município de Acreúna.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 2 distritos: Paraúna e São João.

Pela lei estadual nº 10433, de 09-01-1988, desmembra do município de Paraúna o distrito de São João. Elevado à categoria de município com a denominação de São João da Paraúna.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito Sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital

São José do Turvo para Paraúna alterada, pela lei estadual nº 903, de 07-07-1930.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 3.779,385: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 6: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.390: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 381: matrículas
Número de unidades locais: 241: unidades
Pessoal ocupado total: 2.314: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 55.735,94: reais
População residente : 10.863: pessoas
População residente - Homens: 5.521: pessoas
População residente - Mulheres: 5.342: pessoas
População residente alfabetizada: 8.944: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.722: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 6.985: pessoas
População residente, religião espírita: 69: pessoas
População residente, religião evangélicas: 2.871: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.591,56: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.861,68: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 400,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 476,67: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,672:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Paraúna: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Paraúna? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: