Início » Espírito Santo » Venda Nova do Imigrante


Venda Nova do Imigrante - Espírito Santo



Venda Nova do Imigrante faz parte do estado do Espírito Santo. Segundo o censo demográfico de 2010, sua população é de 20.468 habitantes.

O município é de porte médio, sendo a segunda maior cidade da região serrana do estado. É também o segundo maior centro político e econômico da região, perdendo apenas para Afonso Cláudio nos três quesitos. O município foi criado em 10 de maio de 1988, emancipando-se de Conceição do Castelo.

Abandonadas com o fim da escravidão, grandes fazendas da região foram divididas em pequenas glebas e vendidas, a partir do final do século XIX e início do século XX, a algumas dezenas de famílias italianas. Assim como a maioria dos municípios da região serrana, Venda Nova foi colonizada por imigrantes italianos. Os primeiros desbravadores chegaram por volta de 1892, da província de Treviso. Três anos depois dezenas de famílias deixaram as terras onde haviam se instalado inicialmente e foram para o Alto Castelo, tomando posse das áreas loteadas pelo Governo. Parte desses imigrantes italianos também ajudaram a fundar o município de Afonso Cláudio em 1892.

História da cidade de Venda Nova do Imigrante

O Município de Venda Nova do Imigrante, criado em 10 de maio de 1988, através do Decreto Lei nº 4069 (de 06-05-88), desmembrando-se de Conceição do Castelo, possui uma área de 188,9 km2, compreendendo, além da sede, o distrito de São João de Viçosa e outras 12 comunidades. Situa-se na região serrana do Espírito Santo, às margens da rodovia BR 262, com uma altitude variando de 630 a 1550 metros.

O município baseia-se economicamente na agricultura, principalmente do café que compreende 90% das propriedades, além da produção de hortifrutigranjeiros e uma pecuária ascendente. Entretanto, apresenta atualmente uma forte queda para o agroturismo, atividade em plena expansão, sendo Venda Nova pioneira neste trabalho, com destaque para a confecção artesanal e caseira de produtos típicos, principalmente na culinária (doces, geléias, licores, biscoitos, etc).

Venda Nova começou a ser colonizada por volta de 1892, basicamente por imigrantes italianos, cuja cultura permanece viva em seus descendentes e na vida da comunidade vendenovense. A região, na época, era habitada por índios, provavelmente Puris, dos quais foram encontrados muitos objetos pela primeira leva de imigrantes que aqui chegaram.

Antes mesmo da colonização, grandes fazendas de café floresceram no altiplano serrano, onde mais tarde nasceria Venda Nova. Entre as fazendas destacam-se: Providência, Lavrinhas, Tapera, Bananeiras e Viçosinha. Contudo, com a abolição da escravatura, essas fazendas caíram em abandono até que surgissem os colonos, imigrantes italianos, originários da Região do Vêneto (Itália), atraídos pela procura de terras nas localidades de São Pedro do Araguaia, Matilde, São Martinho e Carolina, sendo inicialmente cerca de 18 a 20 famílias, entre elas: Perim, Caliman, Zandonadi, Altoé, Venturim, Palcheto, Brioschi, Sossai, Caielli, Cola, Minetti, Loranzoni, Delpupo, Tonolli, Ambrozim, Scabello, Mazzoco, Fioreze e Mascarello.

A comunidade que surgiu com a chegada dos primeiros imigrantes em 1892, conserva traços fortes da cultura dos mesmos, principalmente o espírito comunitário e progressista, manifestados em 1922 com a construção da primeira escola, a instalação da linha telefônica em 1925, a criação da Cooperativa Agrária de Lavrinhas (1927) ou mesmo a construção dos primeiros 20 km de estrada em regime de mutirão. Venda Nova se expandiu mantendo sua identidade sem maiores afluências de estranhos, até que se viu "rasgada" pela BR 262 (Rodovia Presidente Costa e Silva) nos idos de 1957 experimentando um crescimento extraordinário, graças ao impulso dado com a ligação com grandes centros, como Vitória e Belo Horizonte.

Gentílico: venda-novense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Venda Nova, pela lei estadual nº 1909, de 06-12-1963, subordinado ao município de Conceição Castelo.

Em divisão territorial datada de 31-07-1963, o Distrito de Venda Nova, permanece no Município de Conceição do Castelo.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-07-1983 (suplemento).

Elevado à categoria de município com a denominação de Venda Nova do Imigrante, pela lei estadual nº 4069, de 06-05-1988, desmembrado de Conceição do Castelo. Sede no atual distrito de Venda Nova do Imigrante, ex-Venda Nova. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1989.

Pela lei municipal nº 16, de 09-08-1989, é criado o Distrito de São João de Viçosa e anexado ao Município de Venda Nova do Imigrante.

Em divisão territorial datada de 01-06-1995, o município é constituído de 2 distritos: Venda Nova do Imigrante e São João de Viçosa.

Pela lei municipal nº 489/2001, é criado o Distrito de Alto Caxixe e anexado ao Município de Venda Nova do Imigrante.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 3 distritos: Venda Nova do Imigrante, Alto Caxixe e São João de Viçosa.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica distrital

Venda Nova para Venda do Imigrante, alterado pela lei estadual nº 4069, de 06-05-1988.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 185,909: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 8: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 3.006: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.188: matrículas
Número de unidades locais: 840: unidades
Pessoal ocupado total: 6.317: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 20.228,66: reais
População residente : 20.447: pessoas
População residente - Homens: 10.335: pessoas
População residente - Mulheres: 10.112: pessoas
População residente alfabetizada: 17.436: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 5.847: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 16.908: pessoas
População residente, religião espírita: 62: pessoas
População residente, religião evangélicas: 2.807: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.497,68: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.783,94: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 342,50: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 575,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,728:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Venda Nova do Imigrante: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Venda Nova do Imigrante? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: