Turismo no Rio de Janeiro

turismo-no-rio-de-janeiro

Foi há um ano. Feriado prolongado (Consciência Negra) na “Cidade Maravilhosa“, purgatório da beleza e do caus”.
.

Quinta-feira

Minha amiga DD me ligou, convidando para levarmos um polonês, o Piotr, que estava no Brasil a trabalho, para conhecer o Rio de Janeiro. Detalhe: A empresa em que trabalham pagaria as despesas com transporte e hospedagem. Outro detalhe: Eu ainda não conhecia o Rio de Janeiro.

.

Topei na hora e já corri para net a fim de traçar nosso roteiro de aventuras na Cidade Maravilhosa.

.

Sexta-feira

Nos encontramos cedinho e pegamos a estrada.
Estávamos quase chegando ao nosso destino (Copacabana), mas ainda não havíamos decidido onde ficaríamos.
DD havia imprimido uma lista hotéisem Copacabana e me encarregou de ligar e decidir nossa hospedagem.
Decidimos pelo Oceano Copacabana Hotel.

Chegamos, fizemos check-in, demos uma explorada rápida nas dependências do hotel e já corremos para conhecer a tão falada Copacabana.

Não “pegamos praia”, mas desfrutamos de um chopp maravilhoso no Calçadão.
O calor (35º) estava de matar!

A aventura da noite já estava decidida: Baile Funk!
Queríamos mesmo ir ao Castelo das Pedras, mas o recepcionista nos indicou o Olimpo, alegando que seria mais tranqüilo e seguro para os principiantes que éramos.

Pegamos um táxi e lá fomos nós. A noite foi maravilhosa: Pagamos R$ 7,00 para entrar e (pasme!) R$ 0,50 por latinha de cerveja ou R$ 5,00 o balde com 10 latinhas.

.

Sábado

Penamos para acordar, visto que chegamos da balada já de manhã, mas assim que o fizemos corremos direto para a praia, onde passamos o dia tomando sol, cerveja e admirando a paisagem.

A noite, queriamos conhecer a Lapa, escolhemos o Lapa 40º e nos divertimos tanto quanto na noite anterior.Jogamos sinuca, dançamos (a casa toca ritmos variados). Mais um ponto por nossa boa escolha!

Bondinho – Pão de Açucar – Rio de Janeiro

.

Domingo

Tiramos o (último) dia para fazer passeios tipicamente turísticos: Lagoa Rodrigo de Freitas, Bondinho do Pão de Açúcar, Cristo Redentor, fora o giro pela cidade.
E, como não poderia deixar de ser, foi tudo lindo, maravilhoso, fizemos fotos ótimas e fomos muito bem tratados em todos os lugares por onde passamos!
O povo carioca é para lá de hospitaleiro!!

Almoçamos, tiramos um cochilinho e pegamos a estrada de volta para Sampa, já com planos de voltar para o Reveillon.

Assim o fizemos e já estamos nos planejando mais uma virada na “Cidade Mais que Maravilhosa”! Recomendo.

Pão de Açucar – Rio de Janeiro

Daniela Gomes Pereira – omundoparachamardemeu.blogspot.com

Veja Também:

Deixe seu comentário