Dicas de viagem para o Acre

Nosso leitor Iaco Martins deu algumas dicas sobre o Acre e suas belezas naturais. Acompanhe essas experiências e embarque rumo à Amazônia!

Um estado pequeno, mas de espírito forte. Sua maior forçaéexpressa em dois fatos principais: a guerra territorial com a Bolívia e o líder seringueiro Chico Mendes, com sua luta ambiental. O Acre deu um exemplo na Amazônia ao trabalhar para reverter à política de derrubada de florestas e pecuária, valorizando os moradores da região e criando reservas extrativistas, tudo isso para lutar pela preservação de um dos maiores tesouros brasileiros: a Floresta Amazônica.

No Sul e Sudeste do país, poucas pessoas conhecem o Acre e o que ele tem a oferecer. A capital Rio Branco, apesar de ter crescido e se desenvolvido muito nosúltimos tempos, ainda possui um ar de cidade de interior. O grande charme da região é o Rio Acre passando bem no centro, alimentando a simpatia com aságuas.

Vista_parcial_Rio_Branco_AC1

Na capital se encontra muito da culinária amazônica: açaí, cupuaçú, bacuri, carne de jacaré, pirarucú, tapioca, mingau de banana e uma variedade de frutas e temperos que podem ser bem exóticos para quem não os conhece. Assiméo caso do Tacacá, muito apreciado nos fins de tarde, uma mistura do molho do tucupí, folha de jambú(que adormece a boca), goma de tapioca e camarão, servido quente. Outro destaqueéa farinha de mandioca (macaxeira, na região) de Cruzeiro do Sul, considerada com justiça, umas das melhores do Brasil.

Em Rio Branco, um dos melhores passeioséa“Gameleira”, calçadão a beira do rio, comárvore do mesmo nome eótimo para tirar fotos, comer e passear. Melhor ainda se o dia estiver aberto, pois o pôr-do-sol serárecompensador. Atravessando a ponte tem o“Novo Mercado Velho”, reformado, com lojas para comprar produtos amazônicos e artesanatos. Não espere um grande mercado como o “Ver o peso” de Belém, pois émenor e mais simples. Jábem perto dali estão localizados o Palácio do Governo, alguns museus e a Catedral de Rio Branco. Para completar as melhores atrações da capital, estáo Canal da maternidade, uma espécie de parque aberto, cortado pelas ruas da cidade, bom para caminhar, correr ou praticar esportes em suas quadras e também na pista de skate.

CATEDRAL RIO BRANCO ACRE

Para passeios próximos de Rio Branco, existem duas boas opções. A primeira éseguindo pela BR-317 que vai em direção a Xapuri, o Parque Chico Mendes. Por láse encontra um pouquinho da mata, viveiro com animais silvestres, incluindo a temida onça pintada, informações sobre as lendas da Amazônia e sobre o líder seringueiro que dánome ao local. A segunda opção é o Quixadá, antigo seringal transformado em set de filmagem para a minissérie da Rede Globo “Amazônia” e que hoje virou centro de visitação com informações históricas e também sobre a própria atração televisiva. O almoço por lá éexcelente, mas somente com reserva antecipada.

O Acreéum estado pequeno em termos de extensão territorial, portanto, vale a pena dar uma esticada atéXapuri. Na pequena cidade, háa própria casa do líder dos povos da floresta, Chico Mendes, que se mantém como era em suaépoca, incluindo as marcas dos tiros de seu assassinato, uma casa-museu.

casa_de_chico_mendes_xapuri_ac

Apesar de uma estrutura ainda pouco desenvolvida para o turismo, Xapuri pode lhe oferecer uma primeira ambientação com a mata.

Alguns quilômetros à frente estáum dos limites do Brasil: a Brasiléia. Esta cidade faz fronteira com a Bolívia, sendo Cobija sua cidade vizinha. Ela virou notícia nacional recentemente pelo grande contingente de imigrantes haitianos e senegaleses que vêm recebendo nosúltimos anos.É costume dos acreanos ir atélápara fazer compras, jáque cruzando a fronteira (a péou de carro, com o RG) tudoémais barato. Apesar de dominada por brasileiros, Cobija dáuma pequena amostra da cultura boliviana e os“patrícios”aproveitam para vender de tudo e aceitam em real mesmo, não precisa trocar a moeda. Para os apreciadores de cerveja, a cerveja local Paseña éde altíssima qualidade.

cobija

Ainda em Cobija, pode-se comprar pacotes de viagem para Bolívia ou Peru, o que acaba sendo uma interessante opção para quem tem como destino Machu Pichu. Os preços são sempre mais baratos por lá, portando, éuma boa porta de saída para planejar uma viagem para algum desses dois países.

O Acre tem muito mais a oferecer, com muitos povos indígenas, reservas extrativistas, fazendas com geoglifos inexplicáveis e belas regiões pouco exploradas. Quem busca uma experiência mais profunda para conhecer os mistérios que habitam as magníficas florestas, procuram as comunidades que fazem o ritual do Santo Daime e os aplicadores de“kambô”, vacina do sapo, que são forças da cultura acreana, herdada da sabedoria indígena. Mesmo sem ir para dentro da floresta, ao conversar com os acreanos, você ouvirá muitas histórias de onça, sucuri gigante, caboclinho da mata, assombrações e coisas inusitadas, pois o mistério sempre cerca as florestas.

O Acreéhospitaleiro, amoroso, orgulhoso de sua trajetória e espera ansiosamente para que o Brasil o conheça melhor.

Sugestões de hospedagem da Cidades do meu Brasil:

  • Inácio Palace Hotel
  • Pinheiro Palace Hotel
  • Veja Também:

    Deixe seu comentário