Comidas Típicas: São Paulo – Blog Cidades do meu Brasil

comidas-tipicas-sao-paulo-blog-cidades-do-meu-brasil

Quando falamos da culinária Paulista, sabemos que a diversidade é o prato cheio da cidade. Podemos viajar por diversas culturas pelos variados pratos oferecidos em cada canto da cidade.

Em São Paulo, é possível viajar pela culinária da América Latina, passando pela Europa e terminando no Oriente. Porém, deixando um pouco de lado toda a diversidade que aterrizou em São Paulo, você já parou pra pensar quais são os pratos típicos paulistas? Um prato que nos faz recordar na mesma hora a terra da garoa?

Confira e descubra por quê o Sanduíche de Mortadela, o Virado à Paulista e até mesmo a Pizza são pratos marcantes de São Paulo efazem o cotidiano do paulistano mais feliz.

Sanduíche de Mortadela

Quem diria que uma invenção de dois mil anos atrás estaria relacionada a um prato que identifica a cultura de uma das cidades mais populosas do mundo? O Sanduíche de Mortadela não só identifica os paulistas, como também é atrativo turístico da cidade, especialmente o feito no Mercadão de São Paulo.

Como surgiu?

O sanduíche de mortadela surgiu de um forma muito peculiar, um cliente muito exigente sempre reclamava do lanche que vinha com pouco recheado. De tanto ele reclamar, o dono da lanchonete serviu para ele um lanche com extra de recheio. O que ele não imaginava era que o super lanche não agradaria apenas o cliente em especial, mas sim todos os frequentadores do mercadão. Conclusão: esse lanche é mania até hoje.

Como é feito?

O sanduíche é feito com pão francês e mortadela Ceratti, porém, já existe a opção de adicionar mais ingredientes como: queijo prato, alface e tomate. Todos os dias, mil sanduíches – a maior parte de mortadela – são consumidos. Os boxes do Mercado Municipal de São Paulo ou apenas Mercadão, como os paulistanos o chamam, movimentam cerca de 350 toneladas de alimentos por dia e uma multidão de 14 mil pessoas circulam por seus corredores.

Virado à Paulista

Desde 1920, qualquer restaurante popular paulista tem no seu cardápio de segunda-feira um anúncio com o prato do dia sendo: Virado à Paulista.

Como surgiu?

Em uma época onde o país crescia como República e a cidade de São Paulo adotava a identidade rural como sua, o caipira paulistano virou moda e surgia com força no cotidiano dos moradores da cidade o Virado à Paulista. A comida rural serviu de inspiração e o prato ficou conhecido como comida simples, porém com quantidade e variedade suficiente para dar força durante todo o dia de trabalho.

Como é feito?

Hoje existem algumas variações do Virado à Paulista e, com passar do tempo, alguns ingredientes foram adicionados. Porém, a versão original e que até hoje é servido no centro da cidade possui os seguintes ingredientes: arroz, tutu de feijão, couve refogada, ovo frito, bisteca ou costela de porco, linguiça, banana à milanesa e torresmo.

Pizza

Sair sábado a noite para comer uma pizza já virou rotina para qualquer paulistano, porém, se fossemos voltar ao tempo, especificamente no início da chegada do disco de massa, por volta do século 19, nunca imaginaríamos que um alimento tipicamente italiano, seria um dos símbolos gastronômicos de São Paulo.

Hoje a cidade tem aproximadamente 6 mil pizzarias que servem cerca de 43 milhões de pizzas por mês. Não tem como negar, a pizza é a cara do paulistano, um alimento delicioso que agrada a grande maioria.

Como surgiu?

A pizza em São Paulo surgiu com os imigrantes italianos que desembarcaram no litoral paulista no início do século 19. Com a imigração dos italianos nos bairros do Bexiga, Moóca e Brás, a culinária italiana foi ganhando espaço no cardápio da cidade. Entre as opções, a pizza sempre se destaca, alcançando ainda mais o gosto popular ao passar dos anos.

Como é feita?

Na sua origem, a pizza consistia em um disco de massa, fermentada de farinha de trigo, regado com molho de tomates e coberto de ingredientes variados que, normalmente, incluíam algum tipo de queijo e carnes preparadas ou defumadas, além de orégano ou manjericão e era sempre assado em forno. Ao passar do tempo, a massa foi evoluindo, ganhando experimentações que incluíam novos sabores, alguns mais básicos e outros mais exóticos como a pizza doce, regada a chocolate e frutas.

Ficou com água na boca? Ainda não conhece São Paulo?

Existem Hotéis em São Paulo e Passagens Aéreas para São Paulo em promoção. Confira!

Você concorda com a seleção de pratos sugeridos por nossos leitores? Confira no post “O que comer em São Paulo” a experiência de nossa viajante por restaurantes da cidade.

Envie seu comentário para a próxima edição que irá falar sobre as Comidas Típicas de Porto Alegre.

Tweet386

Deixe sua resposta!