Início » São Paulo » Santa Gertrudes


Santa Gertrudes - São Paulo



Santa Gertrudes faz parte do estado de São Paulo. Encontra-se a uma latitude 22º27′24" sul e a uma longitude 47º31′49" oeste, estando a uma altitude de 595 metros. Sua população, no censo de 2010, era de 21.644 habitantes.

Teve sua origem na gleba de terra denominada Laranja Azeda que pertenceu à sesmaria do Morro Azul e que foi adquirida em 18 de junho de 1821 pelo brigadeiro Manuel Rodrigues Jordão e sua esposa Gertrudes Galvão de Oliveira Lacerda, genitores do Barão de São João de Rio Claro: Amador Rodrigues de Lacerda Jordão. O barão, herdando a gleba após o falecimento de sua mãe (já viúva do brigadeiro) em 1848, funda nela uma fazenda denominando-a Fazenda Santa Gertrudes, em homenagem à mãe, iniciando com um engenho de cana-de-açúcar e depois cultivando café. No ano de 1876, já sob a administração do Marquês de Três Rios, Joaquim Egídio de Sousa Aranha, que havia se casado com Maria Hipolita dos Santos Silva a viúva do Barão de São João de Rio Claro o qual havia falecido em 1873, a ferrovia passa pela divisa da fazenda Santa Gertrudes e o povoado que se formou ao redor da estação (denominado inicialmente de "Gramado" devido às pastagens do lugar) deu origem em 1916 por decreto estadual de Altino Arantes ao distrito de paz de Santa Gertrudes pertencente à comarca de Rio Claro. Em 24 de dezembro de 1948 o distrito emancipou-se de Rio Claro e passou a denominar-se município de Santa Gertrudes. Em 13 de Março de 1949 houve a primeira eleição municipal saindo eleito o 1º prefeito o Oscar Rafael da Rocha. Tem como Padroeiro São Joaquim.

A primeira atividade econômica no local é a produção de açúcar, com 3.000 arrobas por mês. A fazenda Santa Gertrudes durante alguns anos manteve o nome “Laranja Azeda” em sua propriedade, isso porque o local ainda necessitava dessa referência para os mais antigos, que conheciam o local com esse nome desde os primórdios. Durante cerca de 10 anos, a Fazenda se despontava com o um importante celeiro de produção de açúcar no estado. Porém, um novo tipo de economia começava a se despontar e despertar o interesse dos fazendeiros da região. A cultura do café chega então à região como sendo uma promissora manufatura, possibilitando altos rendimentos e a certeza de grandes vendas para o mercado externo. Nesse momento, a área da Fazenda Santa Gertrudes era de 585 alqueires, tendo como limites a propriedade do Senador Vergueiro, a Fazenda Ibicaba, o Sítio Morro Azul de propriedade do Sr. Godoy Bueno, e o Sítio da Assistência do Sr. Joaquim Antonio de Athayde. Na busca de novas opções, os moradores descobriram a boa qualidade e a facilidade de obtenção da rica argila existente no subsolo. As primeiras cerâmicas surgiram nas décadas de 20 e 30 para a produção de telhas e tijolos. Na época, a preparação da argila era feita com tração animal e a produção era basicamente manual. Mais tarde, as unidades passaram a produzir pisos. Hoje, Santa Gertrudes e as cidades de Rio Claro, Limeira, Cordeirópolis, Ipeúna, Piracicaba e Araras formam o maior pólo cerâmico das Américas. De acordo com a Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (Aspacer), são 48 indústrias, responsáveis por 13 mil empregos diretos e 195 mil indiretos.

História da cidade de SANTA GERTRUDES SãO PAULO

Santa Gertrudes teve origem na sesmaria do Morro Azul, em 18 de junho de 1821, quando o Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordão e sua mulher, Dona Gertrudes Galvão de Oliveira Lacerda, adquiriram naquele local a gleba denominada Laranja Azeda.

Em 1848, a gleba Laranja Azeda foi herdada pelo filho do Brigadeiro, Barão de São João do Rio Claro, Amador Rodrigues de Lacerda Jordão, por morte de sua mãe.

Em 1854, o Barão de São João do Rio Claro, formou aí uma fazenda de cana-de-açúcar e café, dando o nome de Santa Gertrudes, homenagem à sua mãe, onde, em 1866, foi erigida a capela com o mesmo nome.

Com a passagem da Estrada de Ferro pelo local, em 1876, foi construída uma estação com o nome de Gramado, nas imediações da fazenda, e ao redor da mesma começou a desenvolver-se o povoado. Com o altar totalmente trabalhado em madeira, no ano de 1898, foi reconstruída a capela de Santa Gertrudes, que em 1900 recebeu indulgências papais, através de Leão XIII. A Câmara Municipal de Rio Claro, em 1908, autorizou a instalação da iluminação do povoado, contribuindo para seu desenvolvimento. O Distrito de Paz foi criado em 1916, em 1925, Joaquim Raphael da Rocha doou um terreno à Cúria, construindo a igreja de São Joaquim, que se tornou o padroeiro.

Em 1948, o Distrito, até então petencente ao município de Rio Claro, é elevado à categoria de município.

Em 1967 foi regulamentado o dia do município, 16 de agosto.

GENTíLICO: SANTA-GERTRUDENSE

FORMAçãO ADMINISTRATIVA

Distrito criado por Lei Estadual nº 1527, de 27 de dezembro de 1916.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Santa Gertrudes figura no Município de Rio Claro.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, Santa Gertrudes é Distrito judiciário e pertence ao Município de Rio Claro.

No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Distrito de Santa Gertrudes permanece no Município de Rio Claro.

No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, para 19391943, o Distrito de Santa Gertrudes permanece no Município de Rio Claro, assim figurando no quadro fixado, pelo Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, para vigorar em 1945-1948.

Elevado à categoria de Município pela Lei Estadual nº 233, de 24 de dezembro de 1948, desmembrado de Rio Claro, constituído do Distrito sede.

Fixado o quadro territorial para vigorar em 1949-53, composto de 1 só Distrito, Santa Gertrudes.

Assim permanecendo no quadro fixado pela Lei nº 2456, de 30-XII-53 para vigorar em 195458, comarca de Rio Claro.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.






































Aniversários dos Municípios



























<: Voltar









Selecionar local









Estados















Municípios



Todos

Por estado





Selecione o estado:



  • Acre

  • Alagoas

  • Amapá

  • Amazonas

  • Bahia

  • Ceará

  • Distrito Federal

  • Espírito Santo

  • Goiás

  • Maranhão

  • Mato Grosso

  • Mato Grosso do Sul

  • Minas Gerais

  • Paraná

  • Paraíba

  • Pará

  • Pernambuco

  • Piauí

  • Rio Grande do Norte

  • Rio Grande do Sul

  • Rio de Janeiro

  • Rondônia

  • Roraima

  • Santa Catarina

  • Sergipe

  • São Paulo

  • Tocantins








0 de5570 municípios









Nenhum município encontrado.












Nenhum município encontrado.





























Código do Município



3546702




Gentílico



santa-gertrudense




Prefeito



ROGERIO PASCON































































































































































































































































































































































































































































































































































População

População estimada
[2018]


26.403

pessoas  :






População no último censo
[2010]


21.634

pessoas  :






Densidade demográfica
[2010]


220,10

hab/km²  :








Trabalho e Rendimento

Salário médio mensal dos trabalhadores formais
[2016]


3,1

salários mínimos  :






Pessoal ocupado
[2016]


8.028

pessoas  :






População ocupada
[2016]


31,9

%  :






Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo
[2010]


31,5

%  :








Educação

Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade
[2010]


98,3

%  :






IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental
[2015]


6.6

 :






IDEB – Anos finais do ensino fundamental
[2015]


5.3

 :






Matrículas no ensino fundamental
[2017]


3.015

matrículas  :






Matrículas no ensino médio
[2017]


877

matrículas  :






Docentes no ensino fundamental
[2015]


154

docentes  :






Docentes no ensino médio
[2017]


54

docentes  :






Número de estabelecimentos de ensino fundamental
[2017]


8

escolas  :






Número de estabelecimentos de ensino médio
[2017]


3

escolas  :








Economia

PIB per capita
[2015]


66.030,57

R$  :






Percentual das receitas oriundas de fontes externas
[2015]


79,7

%  :






Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM)
[2010]


0.737

 :






Total de receitas realizadas
[2017]


105.948,00

R$ (×1000)  :






Total de despesas empenhadas
[2017]


95.702,00

R$ (×1000)  :








Saúde

Mortalidade Infantil
[2014]


11,73

óbitos por mil nascidos vivos  :






Internações por diarreia
[2016]


0,1

internações por mil habitantes  :






Estabelecimentos de Saúde SUS
[2009]


7

estabelecimentos  :








Território e Ambiente

Área da unidade territorial
[2017]


98,291

km²  :






Esgotamento sanitário adequado
[2010]


99,1

%  :






Arborização de vias públicas
[2010]


95,7

%  :






Urbanização de vias públicas
[2010]


26,8

%  :








Notas &: Fontes











Notas:




  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100



  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100



  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100



  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.



  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000



  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100



  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100



  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100








Fontes:




  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018



  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011



  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)



  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010



  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016



  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016



  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus -
    SUFRAMA



  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015



  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD



  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014



  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente



  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009



  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística



  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010



  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010


















População

















População no último censo

21634 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1520º





No Estado


1º

645º



233º






Na micro região


1º

8º



5º







Acessar página de ranking










Densidade demográfica

220.10 hab/km²





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



316º





No Estado


1º

645º



93º






Na micro região


1º

8º



3º



























Pirâmide Etária






















































































100 ou mais















95 a 99
90 a 94
85 a 89
80 a 84
75 a 79
70 a 74
65 a 69
60 a 64
55 a 59
50 a 54
45 a 49
40 a 44
35 a 39
30 a 34
25 a 29
20 a 24
15 a 19
10 a 14
5 a 9
0 a 4
Homens  :  :  :  :  :  :  :  :  :  : Mulheres
Brasil












População residente por religião

( Unidade:
pessoas

)







Católica apostólica romana




Evangélica




Espírita




































Trabalho e Rendimento








Em 2016, o salário médio mensal era de 3.1 salários mínimos.
A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 31.9%.
Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 48 de 645 e 108 de 645, respectivamente.
Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 135 de 5570 e 381 de 5570, respectivamente.
Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 31.5% da população nessas condições, o que o colocava na posição 312 de 645 dentre as cidades do estado e na posição 4398 de 5570 dentre as cidades do Brasil.




















Salário médio mensal dos trabalhadores formais

3.1 salários mínimos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



135º





No Estado


1º

645º



48º






Na micro região


1º

8º



2º







Acessar página de ranking










Pessoal ocupado

8028 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



714º





No Estado


1º

645º



188º






Na micro região


1º

8º



5º







Acessar página de ranking










População ocupada

31.9 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



381º





No Estado


1º

645º



108º






Na micro região


1º

8º



3º


















Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo

31.5 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4398º





No Estado


1º

645º



312º






Na micro região


1º

8º



2º




































Educação








Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 6.6 no IDEB.
Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 5.3.
Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 127 de 645.
Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 90 de 645.
A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 98.3 em 2010.
Isso posicionava o município na posição 255 de 645 dentre as cidades do estado e na posição 1603 de 5570 dentre as cidades do Brasil.




















Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade

98.3 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1603º





No Estado


1º

645º



255º






Na micro região


1º

8º



2º


















IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental

6.6





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



453º





No Estado


1º

645º



127º






Na micro região


1º

8º



4º


















IDEB – Anos finais do ensino fundamental

5.3





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



299º





No Estado


1º

645º



90º






Na micro região


1º

8º



4º



























Matrículas

( Unidade:
matrículas

)







Ensino pré-escolar




Ensino fundamental




Ensino médio




Ensino superior




































Economia

















PIB per capita

66030.57 R$





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



111º





No Estado


1º

645º



30º






Na micro região


1º

8º



3º







Acessar página de ranking










Percentual das receitas oriundas de fontes externas

79.7 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



3829º





No Estado


1º

645º



355º






Na micro região


1º

8º



2º


















Total de receitas realizadas

105948 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



822º





No Estado


1º

645º



183º






Na micro região


1º

8º



5º







Acessar página de ranking










Total de despesas empenhadas

95702 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



803º





No Estado


1º

645º



181º






Na micro região


1º

8º



5º







Acessar página de ranking




























Saúde








A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de 11.73 para 1.000 nascidos vivos.
As internações devido a diarreias são de 0.1 para cada 1.000 habitantes.
Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 293 de 645 e 465 de 645, respectivamente.
Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 2827 de 5570 e 4734 de 5570, respectivamente.




















Mortalidade Infantil

11.73 óbitos por mil nascidos vivos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2827º





No Estado


1º

645º



293º






Na micro região


1º

8º



3º







Acessar página de ranking










Internações por diarreia

0.1 internações por mil habitantes





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4734º





No Estado


1º

645º



465º






Na micro região


1º

8º



6º




































Território e Ambiente








Apresenta 99.1% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 95.7% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 26.8% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio).
Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 18 de 645, 297 de 645 e 279 de 645, respectivamente.
Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 19 de 5570, 797 de 5570 e 1410 de 5570, respectivamente.




















Esgotamento sanitário adequado

99.1 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



19º





No Estado


1º

645º



18º






Na micro região


1º

8º



1º


















Arborização de vias públicas

95.7 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



797º





No Estado


1º

645º



297º






Na micro região


1º

8º



5º


















Urbanização de vias públicas

26.8 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1410º





No Estado


1º

645º



279º






Na micro região


1º

8º



5º





































© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística| v4.3.8.18.18


































Santa Gertrudes: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Santa Gertrudes? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: