Início » Sergipe » Tomar do Geru


Tomar do Geru - Sergipe



Tomar do Geru faz parte do estado de Sergipe.

Existe uma lenda de que, quando Tomar do Geru ainda era aldeia, teria aparecido a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro dentro de um gravatá no meio da mata, onde hoje é a igreja.

A imagem teria sido encontrada pelos índios Kiriris e entregue aos padres jesuítas, que a teriam levado para onde estava sendo construída a cidade, as casas, a capela e o cemitério. Mas, à noite, a imagem teimaria em voltar para a mata onde teria sido encontrada. Na manhã seguinte, a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro era novamente transportada. Teriam sido várias vezes levando e ela voltando, até que os padres teriam decidido construir uma igreja e, lá, teriam colocado a imagem de onde ela nunca mais teria saído.

História da cidade de Tomar do Geru Sergipe - SE

A povoação de Geru foi núcleo de gentios, que ali se firmara, possivelmente bem antes do período das invasões holandesas em Sergipe.

Com a Carta Régia de 22 de novembro de 1758, o Rei declarava livre todos os índios do território Sergipano, ao tempo em que criava Vila o antigo povoado de Geru, que passava a chamar-se Nova Távora ou Tomar, com a característica singular de ter nos cargos de seu serviço público exatamente elementos indígenas.

Assim, ensaiava El Rei uma medida de alto alcance sociológico, habilitando o primitivo habitante de nossas selvas para as funções da administração, levando-o a assimilar e confundir-se com a população branca, numa tentativa de extinguir antagonismo.

Em 1808 a Vila de Tomar tinha em seu território uma população de 633 índios e alguns brancos, servindo em sua Câmara um Juiz Ordinário "índios" e um "branco".

Pela Lei de 19 de fevereiro foi extinta a Vila Tomar e anexada à Vila de Itabaianinha.

Pela Lei Estadual nº 525-A, de 25 de novembro de 1953 foi criado o novo município com o nome de Tomar do Geru passando à categoria de cidade, sendo o seu território desmembrado do Município de Itabaianinha.

Gentílico: geruense

Formação Administrativa

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, figura no município de Itabaianinha o distrito de Geru.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Elevado à categoria de município com a denominação de Geru, pela lei estadual nº 525-A, de 25-11-1953, desmembrado de Itabaianinha. Sede no antigo distrito de Geru. Constituído do distrito sede. Instalado em 31-01-1955.

Pela lei estadual nº 524, de 06-02-1954, o município de Geru passou a denominar-se Tomar do Geru.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal

Geru para Tomar Geru alterado, pela lei estadual nº 524, de 06-02-1954.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Tomar do Geru: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Tomar do Geru? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: