Início » Pará » Alenquer


Alenquer - Pará



Alenquer faz parte do estado do Pará. Encontra-se a uma latitude 01º56′30" sul e a uma longitude 54º44′18" oeste, estando a uma altitude de 52 metros. A população avaliada em 2010 era de 52714 habitantes. Possui uma área de 22.282km².

A pequena cidade do interior paraense conta com muitas belezas naturais. Dentre elas, destacam-se as cachoeiras do Vale do Paraíso (Véu de Noiva, de 25 metros; Preciosa, de 35 metros; e Cachoeira Paraíso, de 12 metros). Esta última, por conter infraestrutura para atendimento turístico, é muito visitada pela população e por turistas que lá visitam. Alenquer também conta com uma formação rochosa erodida pelo vento, que esculpiu gigantescas figuras, onde povos primitivos fizeram inscrições e desenhos até hoje não decifrados. É a Cidade dos Deuses, que fica a 45 Km do centro da cidade. Alenquer também é famosa pela hospitalidade de seu povo. A festa de Santo Antônio, no mês de junho, é uma grande atração na cidade. Nos 13 dias (de 1º a 13 de de junho) da festa alenquerense, há grande número de visitantes na cidade.

Para chegar em Alenquer deve-se pegar uma embarcação em Santarém. A duração da viagem depende do tipo de embarcação escolhida:

História da cidade de Alenquer

Os registros da formação do povoado que originou o atual município de Alenquer datam da primeira metade do século XVIII, quando os capuchos da Piedade estabeleceram a sede da catequese no Rio Curuá. Ali trabalharam na convenção do índios Arabés. Naquele local, enfrentaram uma série de doenças tropicais que os levaram até o Rio Surubiú, onde permaneceram.

Em 1775, o então governador do Grão-Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, subiu o Amazonas dando nomes portugueses as antigas missões religiosas. Assim o Surubiú passou a ser chamado Alenquer, elevando à categoria de Vila através da Carta Régia, de 06 de julho de 1775. Depois disso, por um breve período, a partir de 1833, Alenquer passou a ser anexada a Santarém, conquistando sua autonomia definitiva em 23 de julho de 1848, sendo elevada a categoria de cidade em 10 de julho de 1881.

Gentílico: alenquerense ou Ximango

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Alenquer, 1758.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Alenquer, pela lei provincial nº 140, de 23-06-1848. Instalado em 11-01-1849.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 4 distritos: Alenquer, Curuá, Cuipeua e Paraná Miri.

Pelo decreto-lei estadual nº 2972, de 31-03-1938, os distritos de Cuipeua e Paraná Miri, foram extintos, sendo seu territórios anexados ao distrito sede de Alenquer.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Alenquer e Curuá.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Alenquer e Curuá.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VI-1995.

Pela lei estadual nº 5924 de 28-12-1995, desmembra do município de Alenquer o distrito de Curuá. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 15-VII-1997, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Alenquer: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Alenquer? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: