Início » Minas Gerais » Pedra do Indaiá


Pedra do Indaiá - Minas Gerais



Pedra do Indaiá faz parte do estado de Minas Gerais. A população avaliada em 2009 era de 5.300 habitantes.

O município de Pedra do Indaiá foi criado em 30 de Dezembro de 1962, e instalado em 1º de Março de 1963, quando se desmembrou de Itapecerica a qual pertencia. Pedra do Indaiá esta localizada a 170km da capital Belo Horizonte, em uma belíssima região cercada por morros, ampara belas cachoeiras e paisagens deslumbrantes do cerrado mineiro. No alto de seu maior morro existe a Capela de São Miguel, erguida por um fazendeiro da família Silva no ano de 1729. Nesse local, foi encontrada a imagem do Senhor Bom Jesus, que havia sido escondida por bandeirantes, que a roubaram em um município vizinho: Itapecerica. A capela foi abandonada,com isso seu teto e partes de suas paredes construídas de pedra vieram ao chão e logo o seu interior foi usado como cemitério da família Silva, onde várias pessoas estão sepultadas, com o passar dos anos e, com a chegada no município do (hoje falecido) Padre Miguel Rodrigues dos Anjos, foi restaurada, em setembro de 1982, com a ajuda da população. Hoje, é um ponto turístico da cidade e sua restauração é comemorada todos os anos no primeiro domingo de Setembro (data de sua reinauguração), numa comemoração que atrai romeiros de toda região para participar da então "Festa da Igrejinha". Junto à referida capela fica o cemitério da cidade e, ainda, um pequeno "castelo" erguido pelo Padre Miguel. Em 1952, foi celebrado o primeiro Jubileu do Senhor Bom Jesus, pelo reverendíssimo Padre João Bruno Barbosa, que dirigiu a paróquia da cidade durante 12 anos. Essa festa é celebrada todos os anos de 10 a 14 de setembro em homenagem a milagrosa imagem. A partir dos anos 90, a cidade teve seu maior desenvolvimento devido a instalação de uma indústria de Carbonato de Cálcio, que emprega, hoje, cerca de 140 funcionários. Sua economia se baseia, também, na agricultura familiar e na criação de gado leiteiro. A cidade possui, ainda, uma fábrica de fogos de artifício, e confecções de médio porte.

O principal ponto turístico é a Prainha, uma bela cachoeira localizada a 6km da cidade.

Pedra do Indaiá

A história do município está ligada à Guerra dos Emboabas, nos anos de 1708 e 1709. Segundo a tradição, os paulistas, para se vingarem dos mineiros que os perseguiam, roubam uma imagem de Jesus Crucificado ao passarem por São Bento do Tamanduá, atual Itapecerica.

Ao chegarem no alto de um monte, viram-se cercados e, sem condiçãoes de fugirem com a imagem, escondem-na junto a uma pedra e partem. Muitos anos depois, a região passou a pertencer a dois coronéis da família Silva. A imagem foi, então, encontrada e ergueram uma capela na divisa das duas fazendas para abrigá-la. A capela foi construída toda em pedra pelos escravos, tendo os altares pintados a ouro.

Logo correu a fama da "imagem milagrosa" e muitas pessoas se fixaram no local. O povoado cresceu e recebeu seu primeiro nome de Senhor Bom Jesus da Pedra do Indaiá. Em 1923, passou a se chamar Pedra do Indaiá. Foi elevado a município em 1962, emancipando-se de Itapecerica.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Senhor Bom Jesus da Pedra do Indaiá, pela Lei Estadual n°. 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Itapecerica.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Senhor Bom Jesus da Pedra do Indaiá, figura no município de Itapecerica.

Pela Lei Estadual n°. 843, de 07-09-1923, o distrito de Senhor Bom Jesus da Pedra do Indaiá, tomou a denominação de Pedra do Indaiá.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Pedra do Indaiá (ex-Senhor Bom Jesus da Pedra do Indaiá), figura no município de Itapecerica.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Pedra do Indaiá, pela Lei Estadual n°. 2764, de 30-12-1962, desmembrado de Itapecerica.

Sede no antigo distrito de Pedra do Indaiá. Constituído do distrito sede. Instalado em -01-03-1963.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital

Senhor Bom Jesus da Pedra do Indaiá para Pedra do Indaiá, alterado pela Lei Estadual n°. 843, de 07-09-1923.

Fonte: www.citybrazil.com.br

Código do Município

3148905

Gentílico

andaiaense

Prefeito

ITAMAR JOSE DA COSTA

População
População estimada [2018]3.969 pessoas  
População no último censo [2010]3.875 pessoas  
Densidade demográfica [2010]11,14 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,8 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]995 pessoas  
População ocupada [2016]24,7 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]29,1 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,9 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]5,5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]439 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]118 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]36 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]13 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]4 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]20.566,88 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]88,8 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,708  
Total de receitas realizadas [2017]17.042,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]13.848,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]1,2 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]6 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]347,920 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]60,2 %  
Arborização de vias públicas [2010]44 %  
Urbanização de vias públicas [2010]13,3 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Pedra do Indaiá: Imagens da cidade e Região

imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-1
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-2
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-3
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-4
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-5
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-6
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-7
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-8
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-9
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-10
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-11
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-12
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-13
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-14
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-15
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-16
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-17
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-18
imagem de Pedra+do+Indai%C3%A1+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Pedra do Indaiá e arredores.


Você conhece a cidade de Pedra do Indaiá? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: