Início » Minas Gerais » Monte Sião


Monte Sião - Minas Gerais



Monte Sião pode referir-se a:

Monte Sião

Há duas versãoes quanto à origem do nome do município. Segundo narra o professor Penachi em seu esbôço histórico, ´antigamente esta localidade era conhecida com o nome de Monte Silhão, devido talvez ao morro do Pelado, que imita a forma deste objeto esportivo feminino´, acrescentando ainda que os padres missionários teriam convidado o povo para mudar o vocábulo ´Silhão´ em ´Sião´, topônimo de uma localidade da Palestrina. A outra versão atribui aos padres Franciscanos a sugestão do nome ´Monte Sião´ durante as primeiras missas celebradas no sul de Minas.

O mais antigo documento conhecido, que se refere à construção e fundação de uma capela com a invocação de Nossa Senhora da Conceição da Medalha Milagrosa, no lugar denominado Jabuticabal é uma provisão datada de 29 de março de 1849 e assinada por Lourenço Justiniano Ferreira, Vigário Capitular da Diocese de São Paulo. Em outro documento datado de 13 de abril de 1890, o mesmo sacerdote despachava petição concedendo autorização ao Vigário de Ouro Fino para visitar e benzer uma capela de sua paróquia, situada no lugar denominado Jabuticabal.

Em meados do século passado estava assim edificada a primeira capela da paróquia de Monte Sião, que seria o número de uma nova família religiosa e se constituía em um novo centro de atração e de convergência dos fiéis moradores dos povoados vizinhos.

O professor José Penachi fixa o ano de 1938 como o de fundação de Monte Sião, não sendo, porém, a sua afirmação baseada em documento algum. Assim não seria erro afirmar que Monte Sião foi fundada em 29 de março de 1849, quando Lourenço Justino Ferreira, Vigário Capitular da Diocese de São Paulo, despachou uma petição assinada por alguns moradores do antigo bairro de Eleutério e dirigida aquela autoridade a fim de obter liçença para construção de uma capela.

Os chefes de família que mais se destacaram na fundação do arraial que se formou em torno da capela e que deu origem à atual cidade de Monte Sião, quer pela sua influência social e religiosa, quer pelos haveres foram: o major Antônio Brenardes de Souza, tenente Joaquim Vaz de Lima, Francisco Rodrigues da Costa, Francisco Nogueira Bastos, Francisco Bernardes de Souza, Joaquim da Costa Pacheco, Joaquim Marques Ribeiro, Manuel Nogueira Bastos, capitão Francisco Joaquim da Gouveia, Joaquim Euzébio da Costa Pacheco, José Joaquim de Godói, Joaquim Cardoso de Morais, João Honório dos Santos, Francisco Antônio Machado, Bernadino Cardoso de Godoí, Joaquim Cardoso de Godoí, Joaquim Lisboa da Silva e Joaquim Correa da Silva. Os quatro primeiros citados são considerados os idealizadores e fundadores do arraial, distinguindo-se, entre eles, porém, o major Antônio Bernardes de Souza, pelo incansável zêlo e constante trabalho em prol do desenvolvimento da terra em que residia. Homem afortunados, perdeu tudo o que tinha na execução do seu ideal de fazer prosperar a localidade de Monte Sião. Em todos os documentos que se referem a alguns melhoramentos local aparece com destaque o nome do incansável major Antônio Bernardes de Souza.

O fato principal que se verificou nos primórdios da capela Nova de Monte Sião, em tôrno da qual surgiu o povoado do mesmo nome foi, sem dúvida, a visita pastoral do bispo de São Paulo, D. Antônio Joaquim de Melo.

Nos tempos atuais deve, Monte Sião, grande parte de seu desenvolvimento ao farmacêutico Mário Nucato, que muito trabalhou no sentido de dotar de grandes melhoramentos a terra que lhe serviu de berço.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Monte Sião, pela Lei Provincial n°. 2085, de 24-12-1874, e Lei Estadual n°. 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Ouro Fino.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Monte Sião, figura no município de Ouro Preto.

Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.

Elevado á categoria de município com a denominação de Monte Sião, pela Lei Estadual n°. 115, de 03-11-1936, desmembrado do município de Ouro Fino. Sede no antigo distrito de Monte Sião. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1938.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Código do Município

3143401

Gentílico

monte-sionense

Prefeito

JOSÉ POCAI JUNIOR

População
População estimada [2018]23.569 pessoas  
População no último censo [2010]21.203 pessoas  
Densidade demográfica [2010]72,71 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,7 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]6.454 pessoas  
População ocupada [2016]27,8 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]22,7 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]95,9 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,9  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.955 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]866 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]165 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]49 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]8 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]17.410,40 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]-  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,724  
Total de receitas realizadas [2017]60.043,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]52.581,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]8,85 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]10 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]291,594 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]85,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]90,6 %  
Urbanização de vias públicas [2010]52,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Monte Sião: Imagens da cidade e Região

imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-1
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-2
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-3
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-4
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-5
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-6
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-7
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-8
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-9
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-10
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-11
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-12
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-13
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-14
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-15
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-16
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-17
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-18
imagem de Monte+Si%C3%A3o+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Monte Sião e arredores.


Você conhece a cidade de Monte Sião? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: