Início » Minas Gerais » Heliodora


Heliodora - Minas Gerais



Heliodora faz parte do estado de Minas Gerais. A população avaliada em 2011 era de 6.157 habitantes.

Por volta de 1816 surge a Fazenda Santa Isabel dos Coqueiros de propriedade de Venceslau Rodrigues (sendo comprovante um registro feito na pág. 8 do 6º livro de óbitos de Campanha, relatando a morte da filha do referido fazendeiro). Muito mais tarde, em 1845 a fazenda foi dividida entre herdeiros e compradores. No entanto há registros da existência de outra fazenda chamada São Joaquim do Paraíso, do qual na sua partilha originou-se o patrimônio doado para o erguimento de uma capela. Em 1870 foi concluída a primeira capela de Santa Isabel, construída por Jose Vieira da Silva, Maximiano Gonçalves de Siqueira e Joaquim Bibiano Gonçalves. Figurando desde 1874, pela Lei Mineira Nº 2.084 de 24 de dezembro como distrito com a denominação de Santa Isabel (subordinado ao município de São Gonçalo do Sapucaí), Figura como Freguesia (paróquia) desde 1878 pela Lei Mineira de Nº 2.454, de 19 de outubro. o distrito de Santa Isabel passou a denominar-se Heliodora a partir de 1923, em homenagem a heroína da conjuração mineira Bárbara Heliodora Guilhermina da Silveira. Pela Lei nº 336, de 27 de dezembro de 1948 Heliodora é elevado à categoria de município, desmembrando-se de São Gonçalo do Sapucaí com o nome de Senador Lemos, em 1954 por lei municipal e força do povo o município volta a denominar-se Heliodora.

A cidade de Heliodora está localizada na região Sul do estado de Minas Gerais, possuindo posição privilegiada, pois está próxima às cidades de Lambari, São Lourenço, Caxambu, Cambuquira, Pouso Alegre e Varginha e é um local estratégico por se localizar nas proximidades da Rodovia Fernão Dias (BR-381), que liga São Paulo a Belo Horizonte. Sua região é rica em morros, possui clima tropical de altitude, tendo características de cidade serrana, caracterizada por dias quentes e noites frias.

Heliodora

Foi mais ou menos no ano de 1850 que vieram ocupar as terras que constituem o atual município de Heliodora, os seus primeiros fazendeiros.

Nesse tempo, toda sua extensão era coberta de opulenta e cerrada mata virgem. Os fazendeiros eram de várias famílias: Gonçalves, Pereira e Fernandes, sendo que a família Gonçalves era a possuidora do maior número de escravos.

Em 1869, o patrimônio pertencia a uma fazenda de muitos alqueires, denominada São Joaquim do Paraíso, que ia ser dividida entre os herdeiros de Feliciana Maria do Nascimento. Nessa divisão, o referido terreno, que continha a área estimada de 70 alqueires, coube por herança aos senhores Guilherme da Silva Mendes e sua esposa Ana Vitória de Jesus, Catarina de Sene e Caetana Maria de Jesus.

Nessa ocasião, os referidos herdeiros fizeram doação de 11 alqueires, para o patrimônio de uma Igreja, onde deveria ser construída uma capela e um cemitério, conforme documento de doação datado de 15 de fevereiro de 1869.

Algum tempo depois, o lavrador José Vieira da Silva, vindo da vizinha freguesia de Santa Catarina comprou terras da mesma fazenda, próximas ao patrimônio e fixou residência.

Neste patrimônio foram construídas várias casas por moradores das vizinhanças, e pessoas de profissões diversas que afluíram ao lugar. José Vieira construiu e doou uma casa destinada a casa paroquial.

O nome do povoado ficou sendo Santa Isabel e fazia parte do distrito de Santa Catarina.

Com a criação do município de São Gonçalo do Sapucaí, pela Lei provincial nº 2.554, de 19 de outubro de 1878, Santa Isabel passou a pertencer ao novo município. José Vieira da Silva, principal fundador de Santa Isabel era homem de pouca instrução, mas inteligente, probo e trabalhador.

Teve sempre grande trabalho como administrador do lugar, financiando despesas avultadas para policiamento, ordem e justiça locais, hospedando inúmeras pessoas aqui vindas como autoridades ou a passeio.

Formação Administrativa

Distrito com a denominação de Santa Isabel, pela Lei Provincial nº 2454, de 19-10- 1878, e Lei Estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de São Gonçalo do Sapucaí.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Santa Isabel, figura no município de São Gonçalo do Sapucaí.

Assim permanecendo nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920.

Pela Lei Estadual nº 843, de 07-09-1923, o distrito de Santa Isabel passou a denominar-se Heliodora.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Santa Isabel, figura no município de São Gonçalo do Sapucaí.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Elevado à categoria de município com a denominação de Senador Lemos, pela Lei nº 336, de 27-12-1948, desmembrado de São Gonçalo do Sapucaí. Sede no atual distrito de Senador Lemos (ex-Heliodora). Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1949.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, O município é constituído do distrito sede.

Pela Lei nº 1039, de 12-12-1953, o município de Senador Lemos voltou a chamar-se Heliodora.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município Heliodora (ex-Senador Lemos) é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital

Santa Isabel para Heliodora, alterado pela Lei Estadual nº 843, de 07-09-1923.

Alterações toponímicas municipais

Heliodora para Senador Lemos, alterado pela Lei nº 336, de 27-12-1948.

Senador Lemos para Heliodora, alterado pela Lei nº 1039, de 12-12-1953.

Fonte: www.heliodora.mg.gov.br

Código do Município

3129202

Gentílico

heliodorense

Prefeito

ALEX LEOPOLDINO DE LIMA

População
População estimada [2018]6.524 pessoas  
População no último censo [2010]6.121 pessoas  
Densidade demográfica [2010]39,76 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,5 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]861 pessoas  
População ocupada [2016]13,2 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]33,9 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6.5  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]5.3  
Matrículas no ensino fundamental [2017]756 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]267 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]39 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]17 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]3 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]15.006,45 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]85,4 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.657  
Total de receitas realizadas [2017]20.196,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]14.964,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]-  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]5 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]153,950 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]73,3 %  
Arborização de vias públicas [2010]55,6 %  
Urbanização de vias públicas [2010]21,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  6. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  7. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Heliodora: Imagens da cidade e Região

imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-1
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-2
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-3
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-4
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-5
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-6
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-7
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-8
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-9
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-10
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-11
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-12
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-13
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-14
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-15
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-16
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-17
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-18
imagem de Heliodora+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Heliodora e arredores.


Você conhece a cidade de Heliodora? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: