Início » Minas Gerais » Chapada do Norte


Chapada do Norte - Minas Gerais



Chapada do Norte faz parte do estado de Minas Gerais.

Está localizada na região do alto-médio Jequitinhonha e de acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2010, sua população é de 15.165 habitantes..

Há, atualmente, na cidade,tanto na sede quanto nos distritos, um notável crescimento comercial, o que tem alavancado a economia de forma visível. A Atividade agrícola alimenta a feira semanal da cidade com hortaliças frescas, sendo mais uma forma de renda para as fámilias da zona rural.

História da cidade de Chapada do Norte

Situada no Alto Vale do Jequitinhonha,nordeste de Minas, com uma área de 828 Km. Chapada do Norte faz divisa com Francisco Badaró, Jenipapo de Minas, José Gonçaleves de Minas, Leme do Prado, Minas Novas, Berilo e Novo Cruzeiro.

Os Primeiros habitantes do município foram os bandeirantes paulistas, comandados por Sebastião Leme do Prado , devido a descoberta e exploração de ouro à margem do rio Capivari, por volta de 1728. Com a decadência das lavras de Minas Novas, por volta do ano 1743, faltou víveres para a alimentação dos habitantes da região. E a escassez de comida atingiu com mais intensidade os escravos que , além da falta de alimentação recebia maus tratos e castigos dos capitães do mato. Por esse motivo grande parte deles fugiram, formando Quilombos nos lugares denominados Macuco, Bandeirinha e Bandeira Grande.

A perseguição a esses escravos foi constante, então eles se afugentaram para as bandas do rio Capivari, num local assentado na ponta de um espigão bem próximo ao rio. Ali encontraram grande quantidade de ouro e a partir dai fundaram a primitiva povoação de Santa Cruz da Chapada, foi ela extinta e posteriormente restaurada em 1850. Subordinada a capitania da Bahia, administrativamente e militarmente desde 1729, passa mais tarde a integrar o território de Minas Gerais, devido aos problemas gerados pelas extrações diamantíferas.

Com a ocupação da terra pelos escravos, o povoado cresceu rapidamente e ainda hoje a maioria de seus habitantes é de raça negra.

Segundo o historiador Pizarro , dois povoados denominados Paiol e Itaipaba que se formaram por volta de 1728, quando se repartiu o ribeirão Bom Sucesso (atual Minas Novas), deram origem a Chapada do Norte.

Gentílico: Chapadense

Formação Administrativa

Povoado criado com a denominação de Santa Cruz da Chapada, subordinado ao município de Minas Novas.

Com a lei estadual 2.764 de 30 de Dezembro de 1962 foi desmembrado do município de Minas Novas e a sua instalação se deu em 1° de Março de 1963 passando a se chamar Chapada do Norte.

O município de Chapada do Norte possui 4 distritos que são: Distrito de Granjas do Norte criado pela lei municipal n° 673 de 1995, no distrito de São Sebastião da Boa Vista criado pela lei municipal n° 674 de 1995, Cachoeira do Norte criado pela lei n°675 de 1955 e o distrito de Santa Rita do Araçuai criado pela lei n° 676 de 1995.

População

Segundo dados do IBGE 2000, a população rural era de 10.362 e a urbana é de 4.863, totalizando 15.225 habitantes.

Segundo os dados do IBGE 2007 o município possui na cidade (sede): 1.315 homens e 1.483 mulheres; no distrito de Granjas do Norte possui na área urbana: 170 homens e 216 mulheres e na área rural: 776 homens e 773 mulheres, totalizando no distrito 1.935 habitantes; no distrito de São Sebastião da Boa Vista possui na área urbana: 523 homens e 558 mulheres e na área rural: 799 homens e 939 mulheres, totalizando no distrito 2.819 habitantes; no distrito de Cachoeira do Norte possui na área urbana: 258 homens e 267 mulheres e na área rural: 140 homens e 159 mulheres, totalizando no distrito 824 habitantes; no distrito de Santa Rita do Araçuai possui na área urbana: 203 homens e 207 mulheres e na área rural: 281 homens e 342 mulheres, totalizando no distrito 1.033 habitantes.

Em todo o município existem 15.449 habitantes, sendo que totalizam na área urbana: 2.469 homens e 2.731 mulheres e na área rural: 4.954 homens e 5.295 mulheres.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: EDERSON TADEU MOURãO

Código do Município

3116100

Gentílico

chapadense

Prefeito

DIEGO EUSTÁQUIO SOARES

População
População estimada [2018]15.368 pessoas  
População no último censo [2010]15.189 pessoas  
Densidade demográfica [2010]18,28 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,5 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]773 pessoas  
População ocupada [2016]4,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]46,5 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,6 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.812 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]724 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]198 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]88 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]20 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]7 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]5.789,39 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]93 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,598  
Total de receitas realizadas [2017]28.745,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]25.498,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]14,49 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]1,2 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]9 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]830,833 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]19,6 %  
Arborização de vias públicas [2010]5,8 %  
Urbanização de vias públicas [2010]4,7 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Chapada do Norte: Imagens da cidade e Região

imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-1
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-2
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-3
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-4
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-5
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-6
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-7
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-8
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-9
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-10
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-11
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-12
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-13
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-14
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-15
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-16
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-17
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-18
imagem de Chapada+do+Norte+Minas+Gerais n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Chapada do Norte e arredores.


Você conhece a cidade de Chapada do Norte? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: