Início » Bahia » Teolândia


Teolândia - Bahia



Teolândia faz parte do estado da Bahia.

Mata de Rio Preto assim era conhecida. Esse nome em homenagem ao rio que corta nossa cidade, com uma mata rica em variadas espécies da fauna e flora da Mata Atlântica. Próximo ao rio residia um velho conhecido com “JOÃO CABEÇA”, primeiro morador da localidade, que dava rancho aos viajantes e fazia a travessia de pessoas e alimentos, em canoas, de um lado para outro do rio.

Em 1940, iniciou-se a construção da Rodovia BA-02 que faziam a ligação entre Gandu e Santo Antônio de Jesus – Bahia. Desta forma, começaram a chegar os novos habitantes para a região. Foram eles: João Evangelista, conhecido por VANGE; Juvenal Rosário Moreira; João Batista dos Santos, sua esposa Marcelina de Jesus, e seus filhos Gerolina (Dona Geró), Olga e João Batista Filho (João Padeiro), que ganhou esse nome devido a sua profissão.

História da cidade de Teolandia

Mata do Rio Preto, assim era conhecida a mata que margeava o rio de nome Preto das Trapaças, onde existiam muitas onças e caças de todos os tipos.

Junto ao rio morava um velho que se chamava "João Cabeça, e que prestava serviço aos viajantes que iam para o sul do país, dormindo em sua casa. No dia seguinte o velho atravessava de canoa para outra margem do Rio Preto, a qual ficava distante do Rio das Almas, 12 quilômetros. Entravam na mata e viajavam até encontrar o Rio das Almas, cuja travessia era também muito perigosa.

No ano de 1940, iniciou-se a rodovia ligando Santo Antônio de Jesus a Gandu, o qual era chamado anteriormente de Corujão. Após construída a BA-2, o povo começou a povoar a margem do Rio Preto, onde morava o velho João Cabeça. Passado alguns dias, o velho morreu, ficando seus parentes e amigos que eram: Manoel Sesílio Lopes (Paizinho), Pedro Bispo Clemente (Pedro Velho) e Manoel de Cícero Ramos.

No ano de 1944, foi inaugurada a BA-2, desta data em diante, foram chegando João Evangelista Velloso (Vange), Juvenal do Rosário Moreira (esses moravam em casa de palha e paredes de sopapo), a seguir chegaram em 1947: João Batista dos Santos, com diversos filhos; Carolina Batista dos Santos; Olga Batista dos Santos e João Batista dos Santos, conhecido como João Padeiro, a mãe desses se chamava Marcelina de Jesus Santos e mais uma filha do casal: Maria da Glória Batista.

No ano de 1947, o Sr. João Evangelista dos Velloso construiu a primeira casa de telha. Na época ele era comerciante a margem da BA-2. Ainda no ano de 1947, chegou João Benedito Fernandes com a família sem filhos, pois havia casado recentemente, procedente da fazenda Gerapa do município de Valença (BA). Instalou um pequeno comércio em sociedade com o Sr. José Pereira de Souza, o qual era grande negociante em Itabaiana - Valença (BA).

Decorridos alguns anos de atividade comercial, surgia a aproximação do cidadão Zacarias Borges de Oliveira, que era comerciante em Gandu (BA), proprietário da casa "Sertaneja com grandes estoques de secos e molhados.

Gentílico:

Formação Administrativa

Pela Lei nº 1727, de 19 de julho de 1962, emancipado o Distrito de Burietá, passando a sede do município para o povoado de Rio Preto, ficando Burietá com a categoria de povoado.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: EDIGAR ALVES GOUVEIA

Código do Município

2931608

Gentílico

teolandense

Prefeito

LAZARO ANDRADE DE OLIVEIRA

População
População estimada [2018]14.860 pessoas  
População no último censo [2010]14.836 pessoas  
Densidade demográfica [2010]46,68 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,8 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]997 pessoas  
População ocupada [2016]6,5 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]53,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]90,5 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]3,9  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,2  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.563 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]521 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]138 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]24 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]25 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]9.393,52 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]95,3 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,555  
Total de receitas realizadas [2017]40.679,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]40.220,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]5,56 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]2,7 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]6 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]289,600 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]34,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]64,9 %  
Urbanização de vias públicas [2010]25,2 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Teolândia: Imagens da cidade e Região

imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-1
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-2
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-3
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-4
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-5
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-6
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-7
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-8
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-9
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-10
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-11
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-12
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-13
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-14
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-15
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-16
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-17
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-18
imagem de Teol%C3%A2ndia+Bahia n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Teolândia e arredores.


Você conhece a cidade de Teolândia? Então deixe seu comentário!


Comentários (2)

  1. Francisco Borges de Oliveira NETO's avatarFrancisco Borges de Oliveira NETO

    gostei muito da história da cidade onde nasci, estou fora a 48 anos mais sempre vou visitar meus familiares. Deixe me informado sobre minha cidade.

    #2 – 09/06/2016 - 23:41

  2. Francisco Borges de Oliveira NETO's avatarFrancisco Borges de Oliveira NETO

    Sou Francisco Borges de Oliveira Neto, gostei muito da história da cidade onde nasci, estou fora a 48 anos mais sempre vou visitar meus familiares. Deixe me informado sobre minha cidade.

    #1 – 09/06/2016 - 23:36

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: