Início » São Paulo » Silveiras


Silveiras - São Paulo



Silveiras faz parte do estado de São Paulo, na microrregião de Bananal. Encontra-se a uma latitude 22º39′52" sul e a uma longitude 44º51′10" oeste, estando a uma altitude de 615 metros. A população avaliada em 2004 era de 5.616 habitantes.

Foi a partir de um rancho de tropeiros instalado nessas paragens pelos Silveiras, que cresceu o povoado, elevado em 1842 à condição de Vila, tendo como padroeira Nossa Senhora da Conceição. A capela primitiva data de 1780, e foi erguida no mesmo local onde hoje se acha a matriz.Em 1864, Silveiras passou a cidade e, em 1888, a Comarca, desativada em 1938 por falta de movimento, devido ao êxodo local ocasionado pela decadência do café.

Um dos fatos mais notáveis da história de Silveiras foi sua intensa participação na Revolução Liberal de 1842 que, após sangrentos combates, foi aí debelada pelas tropas do então Barão de Caxias.

História da cidade de SILVEIRAS SãO PAULO

Localizada entre os rios Paraíba e Paraitinga, Silveiras teve início do seu povoamento no pouso de tropeiros à beira da Estrada da Corte, conhecido como "Pouso do Ventura".

As primeiras famílias que para lá se deslocaram e se fixaram com intuito de colonização, por volta de 1800, foram Rego Barbosa, Rego da Silveira, Antônio Silveira Guimarães e Bueno da Cunha.

Iniciou-se então o povoado dos "Silveiras" à beira da estrada para o Rio de Janeiro, em território da Vila de Lorena, embora quanto ao nome, os Silveiras não fossem os mais numerosos na localidade.

O núcleo passou a atrair novos moradores, de modo que em dezembro de 1830 o bairro dos Silveiras foi elevado à categoria de Freguesia, na qual se instalou a paróquia de Nossa Senhora da Conceição dos Silveiras.

A Vila de Silveiras foi instituída em fevereiro de 1842, mas sua instalação deu-se somente em 1845, por ter sofrido intervenção Imperial em virtude da Revolução Liberal.

GENTíLICO: SILVEIRENSE

FORMAçãO ADMINISTRATIVA

Distrito criado por Decreto de 09 de dezembro de 1830.

Elevado à categoria de Município com denominação de Silveiras, por Lei Provincial nº 12, de 28 de fevereiro de 1842, desmembrado de Lorena. Constituído do Distrito sede: Silveiras.

Cidade por Lei Provincial nº 1, de 22 de fevereiro de 1864.

Em divisão administrativa do Brasil referente ao ano de 1911, o Município de Silveiras se compunha de 1 único Distrito, Silveiras.

Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Silveiras compreende o único termo judiciário da comarca de Silveiras e figura com 1 só Distrito, Silveiras.

No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943, o Município de Silveiras é composto de 1 único Distrito, Silveiras e pertence ao termo de Cachoeira, da comarca de Cachoeira.

Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Município de Silveiras ficou composto de 1 Distrito, Silveiras comarca de Valparaíba (ex-Cachoeira).

Assim permanece nos quadros fixados pelas Leis nos 233, de 24-XII-48 e 2456, de 30XII-53 para vigorar, respectivamente, nos períodos 1949-53 e 1954-58. Sendo que Valparaíba teve sua denominação alterada para Cachoeira Paulista.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-VII-1960.

UM POUCO MAIS DE HISTóRIA

FONTE: www.circuitovalehistorico.com.br

Município de 5.500 habitantes, sendo área de proteção ambiental (APA estadual), é o Portal do Vale Histórico para quem entra pela Rodovia dos Tropeiros e um dos portais de entrada do Parque Nacional da Serra da Bocaina. A totalidade do município é área de proteção ambiental, sendo grande parte coberta por vegetação natural.

Concentra várias cachoeiras e cursos dágua, além de ter na divisa de suas terras com a cidade de Areias a nascente do Rio Paraitinga. Silveiras é um município que abriga a tradição tropeira, representada nos monumentos, construções, gastronomia e manifestações culturais de seu povo. A cidade fica a uma altitude de 615 metros e possui uma área de 414.698 m. A economia gira em torno da pecuária leiteira e do artesanato (entalhe/pintura em madeira), que produz desde animais silvestres (pássaros e peixes) até utensílios domésticos e brinquedos educativos. Além disso, Silveiras guarda no centro da cidade alguns edifícios e monumentos de grande valor histórico que caracterizam a cidade como sede do Tropeirismo no Vale. Têm em suas paisagens marcas da participação ativa na história política brasileira: as trincheiras usadas na Revolução Liberal de 1842 e a Revolução Constituinte de 1932. Ademais, o município concentra em suas terras o Caminho Novo da Piedade à Santa Cruz, parte do Caminho Velho da Estrada Real, usado pelos tropeiros, fundadores do município por volta de 1725, para transporte do ouro das Minas Gerais até o porto de Paraty.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 414,782: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 3: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 957: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 228: matrículas
Número de unidades locais: 106: unidades
Pessoal ocupado total: 702: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 9.081,15: reais
População residente : 5.792: pessoas
População residente - Homens: 2.936: pessoas
População residente - Mulheres: 2.856: pessoas
População residente alfabetizada: 4.821: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.468: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 5.125: pessoas
População residente, religião espírita: 11: pessoas
População residente, religião evangélicas: 488: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.187,91: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.958,90: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 331,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 500,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,678:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Silveiras: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Silveiras? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: