Início » São Paulo » Santo André » Notícias


Últimas Notícias da cidade de Santo André - SP

Redes Sociais

  • Pedro Luís (8/2014) 17

    at SESC Santo André, São Paulo, Brazil. on August 7, 2014. http://www.sescsp.org.br/programacao/39255_PEDRO+LUIS "Fundador do Monobloco e do grupo Pedro Luís e a Parede, o cantor e ...

  • RASPADOR EM SÃO PAULO 11 4746 6386

    RASPAGEM DE TACOS E ASSOALHOS EM TODO ABC E SÃO PAULO (11) 4746-6386 (11) 4751-2459 ou 9.9864-1835 RASPAGEM DE TACOS EM SANTO ANDRE RASPAGEM DE TACOS EM SÃO ...

  • @hiddleskton eu moro em santo André no ABC de São Paulo .. foi fácil pra mim ir lá
  • I'm at Square Garden II in Santo André, São Paulo https://t.co/0YVDEm9RwT
  • Fonte: globoesporte.com em 19/10/2014

    A uma vitória da classificação, Santo André pega o desesperado Batatais
    Santo André precisa de vitória para avançar à próxima fase ... como também deu ao time da Grande São Paulo a chance de depender das próprias forças para avançar na disputa. Com seis pontos na tabela e ocupando a terceira posição da chave ...

  • Pedro Luís (8/2014) 7

    at SESC Santo André, São Paulo, Brazil. on August 7, 2014. http://www.sescsp.org.br/programacao/39255_PEDRO+LUIS "Fundador do Monobloco e do grupo Pedro Luís e a Parede, o cantor e ...

  • 30 Rodada: Bahia 0x1 Atlético. MG Flamengo 1x2 Inter Sport 1x1 Goiás Corinthians 1x0 Vitoria Santos 0x0 Fluminense Coritiba 1x0 Botafogo Cruzeiro 0x0 Palmeiras Grêmio 1x0 Figueirense Criciúma 2x1 Atlético. PR Chapecoense 0x1 Sao Paulo Classificação após esta rodada: 01 - Cruzeiro . 60 02 - São Paulo. 55 03 - Inter. 53 04 - Atlético.MG 53 05 - Corinthians. 52 06 - Grêmio. 50 07 - Santos. 46 08 - Fluminense. 46 09 - Goiás 39 10 - Sport. 38 11 - Atlético.PR 37 12 - Flamengo 37 13 - Figueirense. 35 14 - Palmeiras. 35 15 - Chapecoense. 34 16 - Criciúma . 33 17 - Coritiba. 32 18 - Vitoria. 31 19 - Botafogo. 30 20 - Bahia. 30 Provável escalação para o jogo contra o Bahia: 01 - Victor 02 - Marcos Rocha 06 - Edcarlos 35 - Jemerson 94 - Douglas Santos 28 - Josué 27 - Luan 23 - Datalo 17 - Guilherme 09 - Diego Tardelli 13 - Carlos Técnico - Levir Culpi Para o banco: 40 - Uilson 20 - Alex Silva 43 - Tiago 19 - Emerson Conceição 05 - Pierre 95 - Eduardo 31 - Dodô 89 - Cesinha 90 - André 70 - Maicosuel 22 - Marion Ao final dessa rodada nossa diferença para o líder cai pra sete pontos. EU AINDA ACREDITO no título. Vamos rumo ao titulo nesta rodada. Vamos ganhar todas os jogos daqui pra frente. Vamos fazer 53 pontos nesta rodada.. Vamos que vamos GALO! 31 Rodada Botafogo 1x0 Flamengo Fluminense 2x0 Atlético. PR São Paulo 3x0 Goiás Palmeiras 0x0 Corinthians Coritiba 1x1 Grêmio Atlético. MG 1x0 Sport Vitoria 2x1 Criciúma Inter 2x0 Bahia Figueirense 0x0 Cruzeiro Chapecoense 1x1 Santos 32 Rodada Flamengo 0x0 Chapecoense Sport 1x1 Figueirense Corinthians 2x2 Coritiba Santos 0x0 Inter Atlético. PR 0x1 Atlético. MG Cruzeiro 0x0 Botafogo Bahia 1x0 Palmeiras Grêmio 2x0 Vitória Criciúma 0x1 São Paulo Goiás 1x2 Fluminense 33 Rodada Botafogo 1x0 Atlético. PR Spor...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)
  • I'm at @Star_Center in Santo André, São Paulo https://t.co/QfTYHXUjQP
  • 45 escândalos que marcaram o governo FHC/PSDB [Esta lista apenas cita algumas das falcatruas, mas não abrange todos os casos de corrupção dos tucanos] 1 - Conivência com a corrupção O governo do PSDB tem sido conivente com a corrupção. Um dos primeiros gestos de FHC ao assumir a Presidência, em 1995, foi extinguir, por decreto, a Comissão Especial de Investigação, instituída no governo Itamar Franco e composta por representantes da sociedade civil, que tinha como objetivo combater a corrupção. Em 2001, para impedir a instalação da CPI da Corrupção, FHC criou a Controladoria-Geral da União, órgão que [naquele governo] se especializou em abafar denúncias. 2 - O escândalo do Sivam O contrato para execução do projeto Sivam foi marcado por escândalos. A empresa Esca, associada à norte-americana Raytheon, e responsável pelo gerenciamento do projeto, foi extinta por fraudes contra a Previdência. Denúncias de tráfico de influência derrubaram o embaixador Júlio César dos Santos e o ministro da Aeronáutica, Brigadeiro Mauro Gandra. 3 - A farra do Proer O Proer demonstrou, já em 1996, como seriam as relações [dadivosas] do governo FHC com o sistema financeiro. Para FHC, o custo do programa ao Tesouro Nacional foi de 1% do PIB. Para os ex-presidentes do BC, Gustavo Loyola e Gustavo Franco, atingiu 3% do PIB. Mas para economistas da Cepal, os gastos chegaram a 12,3% do PIB, ou R$ 111,3 bilhões, incluindo a recapitalização do Banco do Brasil, da CEF e o socorro aos bancos estaduais. 4 - Caixa-dois de campanhas As campanhas de FHC em 1994 e em 1998 teriam se beneficiado de um esquema de caixa-dois. Em 1994, pelo menos R$ 5 milhões não apareceram na prestação de contas entregue ao TSE. Em 1998, teriam passado pela contabilidade paralela R$ 10,1 milhões [valores não corrigidos]. 5 - Propina na privatização A privatização do sistema Telebras e da Vale do Rio Doce foi marcada pela suspeição. Ricardo Sérgio de Oliveir...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)
  • Vander Dias

    em 21/10/2014
    Bora pegar as coisas e bora pra SP !!! #abençoa 🙏 (@ Creativi Design & Eventos in Santo André, São Paulo) https://t.co/FHejAAU4od
  • Publicidade
  • Em São Paulo o Governo do Estado colocou a carreta da Saúde para fazer os exames. Veio para Santo André mais de... http://t.co/c26Z68Qt45
  • RT @MoisesTheodoro: Trabalhar. (at @Star_Center in Santo André, São Paulo w/ @gabrielbuccini) https://t.co/R0pFqh5EeN
  • Publicidade
  • Meios de Pagamento: O que influencia nas taxas de conversão e aprovação


    SISTEMA PARA LOJA ERP PARA LOJA DE TINTA SOFWARE PARA MATERIAL DE CONSTRUÇÃO EMISSAO DE NFE CONTROLE DE CAIXA NOTA FISCAL GESTÃO FINANCEIRA CUPOM FISCAL CONTAS A PAGAR ABC SANTO ANDRÉ SÃO PAULO SISTEMA PARA LOJA DE TINTAS
    Meios de Pagamento: O que influencia nas taxas de conversão e aprovação.
    A taxa de conversão, de maneira geral e resumida, é a mensuração de clientes que efetivamente chegam ao final do processo de compra. É a porcentagem do total de visitantes que acabam comprando em determinada loja virtual. Muitos varejistas online se...
  • I'm at Departamento de Engenharia de Tráfego - DET in Santo André, São Paulo https://t.co/eeYrpjDHVp
  • Amanhecer em Santo André - São Paulo - Brasil

    Amanhecer - Santo André - SP
  • PortalR3

    em 05/10/2014 Via Youtube
    São José Vôlei bate o Santo André e está na semifinal do Paulista 2014

    Confira a reportagem sobre a vitória e vaga conquistada pelo São José Vôlei na semifinal do Campeonato Paulista 2014.

  • Fonte: dgabc.com.br em 16/10/2014

    Santo André vira diante do Rio Branco e fica perto da vaga
    Agora, o Ramalhão soma seis pontos e precisa de vitória simples diante do Batatais, domingo, às 10h, no Estádio 1º de Maio, em São ... Santo André soube controlar bem a posse de bola e garantir a importante vitória fora de casa. Ivan Izzo perde ...

  • #espntemlinha9 Mauro, ainda dá pro São Paulo tirar a diferença e ser campeão brasileiro? Paulo Baratela - Santo André SP.
  • ☆ Brazil ☆ Slot Machines, Video Jogos, Consoles ☆ São Paulo, Rio De Janeiro, Bahia, Brasilia

    D E M O http://www.youtube.com/TheGsCorp . ☆ FABRICA Slot Machines, Video Games, Consoles, VideoJogos, máquinas de jogo, peças, placas, cartões e muito mais. ASK ÑAO CUSTA NADA....

  • Pedro Luís (8/2014) 16

    at SESC Santo André, São Paulo, Brazil. on August 7, 2014. http://www.sescsp.org.br/programacao/39255_PEDRO+LUIS "Fundador do Monobloco e do grupo Pedro Luís e a Parede, o cantor e ...

  • Flores de rua - em Santo André - SP


  • Pedro Luís (8/2014) 14

    at SESC Santo André, São Paulo, Brazil. on August 7, 2014. http://www.sescsp.org.br/programacao/39255_PEDRO+LUIS "Fundador do Monobloco e do grupo Pedro Luís e a Parede, o cantor e ...

  • I'm at Edificio Polar in Santo André, São Paulo https://t.co/X34MoHnwE3
  • PALESTRA HOOPONOPONO 
    DIA 08 DE AGOSTO 20 HS
    SANTO ANDRE - SAO PAULO
    INFO 4994-4327


  • Que porre é está??? OLHA O VALOR DE UMA FESTA!!!!


    Jonatas Souza compartilhou a foto de Agencia Sobcontrole.
    Agência Sob Controle apresenta D.R.I + RATOS DE PORÃO EM SÃO PAULO Data: 09 de Novembro de 2014 Local: Carioca Club End: R. Cardeal Arcoverde, 2899 – próximo ao Metrô Faria Lima Hora: 18h Abertura Pista Estudante/Promocional: R$70,00 (1º lote) | R$80,00 (2ºlote)* Ingressos Camarote : R$120,00 (1º lote) | R$150,00 (2ºlote)* Pontos de Venda: Carioca Club - R. Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros Galeria do Rock: Loja 255 (1 andar – 11 33616951) Santo André: Metal CDs – 11 4994-7565 – R. Dr. Elisa Flaquer, 184 Internet: https://ticketbrasil.com.br/show/dri-sp/ingressos/ www.clubedoingresso.com Infos: sobcontroleproducoes@yahoo.com.br https://www.facebook.com/events/281244498741140/
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Trabalhar. (at @Star_Center in Santo André, São Paulo w/ @gabrielbuccini) https://t.co/R0pFqh5EeN
  • Atração internacionaaaaalllll. Os tchecos do Criminal Colection estão chegando!


    A FUSA RECORDS está trazendo para o BR BR uma das bandas de Pop Punk mais bombadas da Europa, o Criminal Colection! O trio Tcheco tem na sua bagagem 10 anos de estrada e agrada quem é fã de Lagwagon, New Found Glory e Blink 182. Entre as datas agendadas dos filhos de Vsetin estão Piracicaba, Campinas, Ibiúna, Santos, Santo André e São Paulo no Hangar 110. Os caras ainda vão fazer um show online no ClapMe para quem tem a curiosidade de conhecer a banda e ver como ela funciona no palco. Não conhece a banda? NÃO?!?!?!?!?!?! Segue aqui o Bandzone dos caras pra você se saber quem são esses mano véio, meu jovem pimpolho. http://bandzone.cz/criminalcolection
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • O que foi a Inquisição? Também chamada de Santo Ofício, essa instituição era formada pelos tribunais da Igreja Católica que perseguiam, julgavam e puniam pessoas acusadas de se desviar de suas normas de conduta. Ela teve duas versões: a medieval, nos séculos XIII e XIV, e a feroz Inquisição moderna, concentrada em Portugal e Espanha, que durou do século XV ao XIX. Tudo começou em 1231, quando o papa Gregório IX - preocupado com o crescimento de seitas religiosas - criou um órgão especial para investigar os suspeitos de heresia. "Qualquer um que professasse práticas diferentes daquelas reconhecidas como cristãs era considerado herege", afirma o historiador Rogério Luiz de Souza, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atuando na Itália, na França, na Alemanha e em Portugal, a Inquisição medieval tinha penas mais brandas - a mais comum era a excomunhão -, embora a tortura já fosse autorizada pelo papa para arrancar confissões desde 1252. Já sua segunda encarnação surgiu com toda força na Espanha de 1478. Dessa vez, o alvo principal eram os judeus e os cristãos-novos, como eram chamados os recém-convertidos ao Catolicismo, acusados de continuarem praticando o Judaísmo secretamente. "A justificativa desse retorno da Inquisição era a necessidade de fiscalizar a fidelidade desses conversos", diz outro historiador, Nachman Falbel, da Universidade de São Paulo (USP). A verdade é que esses grupos já formavam uma poderosa burguesia urbana que atrapalhava os interesses da nobreza e do alto clero. O apoio dos reis logo aumentou o poder do Santo Ofício, que, para piorar, passou a considerar como heresia qualquer ofensa "à fé e aos costumes". Por exemplo, quem usasse toalhas limpas no começo do sábado ou não comesse carne de porco era acusado de Judaísmo. A lista de perseguidos também foi ampliada para incluir protestantes e iluministas, homossexuais e bígamos. As punições tornaram-se bem mais pesadas com a instituiçã...(Continuar Lendo)


    .
    ...(Continuar Lendo)
  • Publicidade
  • Fonte: R7 Notícias em 12/10/2014

    Homem é baleado durante troca de tiros em Santo André, na Grande São Paulo
    Um assaltante foi baleado, por volta das 09h10 deste domingo (12), durante uma tentativa de assalto ao Mercado Municipal de Santo André, na região metropolitana de São Paulo. De acordo com a GCM (Guarda Civil Metropolitana), que atendeu a ocorrência ...

  • VAGAS NA BRABUS ASSISTENTE DE CRM (São Paulo) Assistente de vendas - Santo André (São Paulo) CAIXA (São Paulo)... http://t.co/albuQ9VOuc
  • Eric Gaieta

    em 12/07/2013 Via Google++
    Paranapiacaba - Santo André - São Paulo - Brasil (Brazil)


  • RODAPÉ DE MADEIRA EM SÃO BERNARDO 11 4751-2459

    RASPAGEM DE TACOS E ASSOALHOS EM TODO ABC E SÃO PAULO (11) 4746-6386 (11) 4751-2459 ou 9.9864-1835vivo. RASPAGEM DE TACOS EM SANTO ANDRE RASPAGEM DE TACOS EM ...

  • I'm at Calebe & Su's home in Santo André, São Paulo w/ @suzana_subs https://t.co/XWXUgn72Yd
  • CEP DO BRASIL - cep da avenida ayrton senna em santo andre SP - http://t.co/csmQrfa44H
  • Looks para hoje - Para Meninas de São Paulo, São Bernardo, Santo Andre
    Olá meninas, boa tarde hoje o post é destinado as meninas destas regiões que eu citei logo acima. São inspirações de looks para hoje. Ta calor né? Pois é, vamos aproveitar e desfilar por ai com estilo né? Haha. Chega de enrolação e prepare as peças e inspir...

    Looks para hoje - Para Meninas de São Paulo, São Bernardo, Santo Andre
  • Monarquistas, vamos compartilhar!


    Emerson Cesarino compartilhou a foto de Causa Imperial.
    NOTA DE REPÚDIO Por meio desta, a Causa Imperial vem repudiar as atrozes mentiras e difamações históricas divulgadas pelo jornal “O Globo”, em artigo do último dia 11. O texto – intitulado “Crime e corrupção marcaram a construção do mito de Nossa Senhora Aparecida” – foi publicado na véspera de um dia de grande importância para um imenso número de brasileiros, o Dia de Nossa Senhora Aparecida, venerada neste País desde o ano de 1717 e a quem nosso Imperador Dom Pedro I (1798-1834) consagrou o Brasil, para ser sua Rainha e Padroeira. É estarrecedor ver que “O Globo” foi capaz de cometer um verdadeiro crime contra a verdade e a História, publicando as descabidas e mentirosas ofensas proferidas pelo jornalista e escritor Rodrigo Alvarez, autor do livro “Aparecida”, que insulta e difama o Rei Dom João VI de Portugal (1767-1826) e a Família Imperial Brasileira, acusando-os falsamente de terem roubado os dízimos dados à Padroeira e os levado para Portugal, além de ter posto em dúvida que o Imperador Dom Pedro I tenha passado pela Basílica Velha, na manhã que antecedeu o imortal Grito do Ipiranga, de 7 de setembro de 1822. Como monarquistas, somos verdadeiros curadores do legado que a Sereníssima Casa de Bragança deixou ao Brasil, portanto, é nosso dever defendê-lo contra os mentirosos e difamadores, como é o caso do Senhor Rodrigo Alvarez – que deveria se envergonhar de se dizer jornalista. Por isso, devemos sempre expor a verdade. E é exatamente isso que faremos: O Rei Dom João VI, ainda como Príncipe Regente de Portugal – na incapacidade de sua augusta mãe, a Rainha Dona Maria I (1734-1816) –, chegou ao Brasil em 1808, devido à invasão de seu Reino pelas tropas do usurpador Napoléon Bonaparte (1769-1821). Foi uma viagem longa e perigosa, na qual o Príncipe Regente, corajoso, resoluto e catolicíssimo, veio abraçado à imagem de Nossa Senhora d’Ajuda e trazendo todo o aparato de uma Nação para a então Colônia do Brasil. É bom lembrar que, em sua autobiografia, o famigerado Napoléon reconheceu o Rei Dom João VI como o único homem que o derrotou, dizendo que Sua Majestade “fora o único Soberano da Europa que o tinha vencido de fato, transferindo a capital de seu Reino para a América, no distante Brasil”. Ao chegar a Salvador, o Príncipe Regente condecorou a imagem de Santo Antonio de Lisboa como Tenente-Coronel (com soldo) e, chegando ao Rio de Janeiro, elevou o mesmo Santo a Coronel de Armas, dando-lhe seu bastão de comando e lhe concedendo soldo de Capitão-Mor – que veio a ser confiscado apenas após o Golpe da Proclamação da República, durante a ditadura militar e positivista do sanguinário Marechal Floriano Peixoto (1839-1895). Sempre muito religioso, o Príncipe Regente elevou o Brasil a Reino Unido a Portugal e Algarves e o Rio de Janeiro à posição do capital do Império Colonial Português, depositando seus agradecimentos aos pés de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, após fundar o Banco do Brasil – com fundos de quarenta e duas mil libras esterlinas, trazidas de Portugal. Em suma, como Príncipe Regente e como Rei Dom João VI, Sua Majestade promoveu o desenvolvimento social, econômico e cultural do Brasil, o que acabou por culminar em nossa Independência. Ao retornar a Portugal – a contragosto, pois pretendia permanecer no Brasil e aqui estabelecer um poderoso Império –, o Rei deixou aqui, como Regente, seu filho e herdeiro, o Príncipe Dom Pedro de Alcantara, Príncipe Real de Portugal, junto à sua augusta esposa, nascida Arquiduquesa Leopoldina da Áustria (1797-1826), e partiu levando apenas seus proventos do Banco do Brasil, onde permaneceram os valores dos acionistas que, mais tarde, abraçaram a causa da Independência. Assim sendo, Sua Majestade aportou em Lisboa com apenas quarenta e uma mil libras esterlinas – menos do que o valor que havia levado para o Brasil, em 1808. Portanto, cai por terra a mentira contada, n’“O Globo”, pelo Senhor Rodrigo Alvarez, de que o Rei Dom João VI havia se servido do fundos das igrejas. Com relação ao Imperador Dom Pedro I, temos o relato deixado pelo Padre Belchior Pinheiro de Oliveira (1775-1870), que acompanhou a Guarda de Honra do então Príncipe Real Regente à Província de São Paulo, em agosto de 1822, às vésperas da Independência. O Padre Belchior, testemunha ocular da Proclamação e dos eventos que a antecederam e seguiram, narra, em seu livro, “Episódios do Ipiranga”, de 1826, que “naquela manhã chuvosa, tendo ele concelebrado, no Templo de Nossa Senhora Aparecida, a Missa, ofereceu o corpo e o sangue de Nosso Senhor ao Príncipe Regente, que serviu de assistente [coroinha] no ofício religioso, seguindo, após o ato religioso, em direção à Vila de São Paulo, terminando, porém, no riacho do Ipiranga, para testemunhar o brado de Dom Pedro, nosso futuro Imperador”. Devemos crer nas palavras do Padre Belchior – que, posteriormente, tornou-se sócio do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro – ou no relato dúbio do Senhor Rodrigo Alvarez? A corrupção que ocorria em São Paulo se devia, na verdade, à ação desonrosa de alguns poucos padres maçons e cheios de filhos bastardos, que, infelizmente, cuidavam do patrimônio de Nossa Senhora Aparecida. Com uma prole ilegítima tão numerosa, esses padres deviam roubar muito, e, com toda certeza, adulteravam livros-caixa e atas – era o nascer da corrupção do funcionarismo público brasileiro, tão combatida pelo Imperador Dom Pedro II (1825-1891), mas que se proliferou livremente após a Proclamação da República, com o apoio e participação dos Presidentes, desde o Marechal Deodoro da Fonseca (1827-1892) até à terrorista “Presidenta” Dilma Rousseff. Em seu livro – que não recomendamos a ninguém que preze pela verdade e pala honestidade –, o Senhor Rodrigo Alvarez só não conseguiu negar que a Princesa Dona Isabel (1846-1921), a Redentora, visitou, em 1868, o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, mas não contou sobre as significativas doações feitas por Sua Alteza Imperial ao patrimônio da Padroeira, como sua coroa de ouro, nem que a Nomeação Papal, em 1904, de Nossa Senhora Aparecida como Padroeira do Brasil teve influência direta da Redentora, como narra o “Almanaque de Nossa Senhora Aparecida”, publicado em 1931. Por fim, reafirmamos nosso compromisso de sempre defender a memória das grandes figuras que construíram o Brasil e tanto amaram e serviram a esta Terra de Santa Cruz. – Baseado em texto escrito por Sua Excelência o Senhor Eduardo André Charles Nedehf, Marquês de Viana, descendente direto de Irineo Evangelista de Souza (1813-1889), Barão e Visconde de Mauá.
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Locação de Cama Elástica 2,44m - Mauá, Santo André, SBC, SCS, ZL - UpaLêlê Brinquedos e Festas

    Locação de Cama Elástica 2,44m - Mauá, Santo André, SBC, SCS, ZL - UpaLêlê Brinquedos e Festas http://www.upalelebrinquedosefestas.com.br/servico-locacao-de-...

  • Fonte: Folha OnLine em 19/10/2014

    Após fechar escola de informática, empresário vive da venda de gibis
    Leitor de histórias em quadrinhos desde criança, o engenheiro Adriano Rainho, 48, foi durante 20 anos dono de uma escola de informática em Santo André, na Grande São Paulo. Em 2012 ele decidiu fechar a empresa e passou a atuar comprando e vendendo ...

  • Saiba quais carros têm os seguros mais caros Segundo especialistas, seguros que ultrapassam 9% do valor do veículo podem ser considerados muito salgados Carros populares, como o Novo Gol,costumamter seguros mais caros São Paulo - Tipo de cobertura, perfil do motorista, modelo e localização do veículo, acessórios e equipamentos de segurança. Sã o tantas as variáveis que influenciam no preço final de um seguro que não é fácil, para o segurado, saber se está pagando caro ou não. O moto rista pode tentar barganhar, mas não pode ter a pretensão de pagar po uco se mora em um bairro com alto índice de furtos ou se tem três ano s de carteira ou menos. Para saber se o valor pago é proporcional ao risco, o melhor é calcular a proporção entre o valor do seguro e o do veículo. O corretor Clécio Brichesi, da Nova Feabri, estima que um preço de seguro considerado "excelente" varia entre 3% e 4% do valo r do veículo. Acima de 4% até 6%, ainda é considerado um preço bom. Aci ma de 6% até 9%, o seguro é razoável, mas a partir de 9% do valor do c arro, já pode ser considerado um seguro caro. Como a diferença entre cada faixa é pequena, vale a pena cotar em várias seguradoras para chegar ao seguro mais em conta mesmo que o perfil do segurado seja de alto r isco. Mas alguns seguros serão muito caros mais pelo tipo e pelo modelo do automóvel do que por qualquer outro fator. Como o s eguro é uma despesa permanente, pode ser bom considerar essas variáveis no momento de comprar um carro. Veículos de uma mesma faixa de pr eço observam, para um mesmo perfil de condutor, variações considerávei s no mercado. E nem sempre os veículos mais caros são os que têm o segu ro mais alto. Isso porque o preço do seguro não tem tanto a ver com o preço do carro, mas sim com o custo do reparo em caso de sinistro e pri ncipalmente com o risco de acidente e roubo, de acordo com as estatísticas da seguradora. Os bons carros populares costumam ter seguros pr...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)
  • Fonte: FutNet em 16/10/2014

    De virada e fora de casa, Santo André bate o Rio Branco/SP
    O time da casa saiu na frente do placar com Rodolfo, logo aos dez minutos de jogo. No entanto, o Santo André reagiu e empatou com Paulo Otávio, aos 36 minutos. Depois, Rodrigo virou o placar aos 33 minutos do segundo tempo. Com a vitória obtida fora de ...

  • Gostei...


    Alan Rennê Alexandrino Lima.
    Hoje fui alvo de uma insinuação, no sentido de eu "idolatrar" um "cara corrupto, bandido que defende o movimento LGBT e apoia o aborto, assim como a Dilma". Espero ser esta a última vez que eu terei de elucidar a questão. Já escrevi aqui há algum tempo sobre PSDB e PT como partidos de esquerda. Nenhum deles é um partido conservador. Ambos defendem ações programáticas progressistas, ou para usar a expressão adequada, anticristãs. Já escrevi aqui há algum tempo também que, numa situação como esta, o eleitor se vê tendo de escolher entre o "menos pior". Como afirmou o articulista Felipe Moura Brasil, numa eleição entre socialistas/esquerdistas devemos votar naquele que destruirá o país mais lentamente. Isto posto, quero aqui levantar uns poucos pontos que, para mim, fazem toda a diferença na hora de escolher qual dos dois candidatos apoiar. Tratam-se de pontos que mostram que, o PSDB é, sim, diferente do PT; o candidato Aécio Neves é, sim, diferente da candidata Dilma Roussef. Ei-los: 1. O PSDB e seu candidato NÃO TÊM NENHUMA LIGAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO POLÍTICO/CRIMINOSA CHAMADA FORO DE SÃO PAULO. Se você ainda não ouviu falar a respeito do Foro de São Paulo, recomendo a leitura deste excelente artigo do Felipe Moura Brasil, que aponta o Foro de São Paulo como o maior inimigo do Brasil: http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2014/03/24/conheca-o-foro-de-sao-paulo-o-maior-inimigo-do-brasil/. 2. O PSDB e o seu candidato não caminham de mãos dadas com os ditadores socialistas da América Latina. O PSDB e o seu candidato não são cúmplices do que ocorre em Cuba, na Venezuela, Bolívia e Argentina. 3. O PSDB e o seu candidato não possuem ligação com facções terroristas e criminosas sul-americanas como as FARC (Colômbia) e o MIR (Chile). Também não apoiam grupos terroristas como o Hamas, o Estado Islâmico e o Hezbollah. 4. O PSDB não possui membros julgados e condenados pela mais alta corte do país. O par...(Continuar Lendo)
  • Munari

    em 21/10/2014
    I'm at Colégio Clóvis Bevilacqua in Santo André, São Paulo https://t.co/42x0zIqGPG
  • Fonte: G1 em 20/10/2014

    Por telefone, motorista avisou polícia de invasão de torcedores na Anchieta
    Uma motorista que ficou parada na Rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo ... que estava no Hospital Mário Covas, em Santo André, não foi divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, pois a família não autorizou que informações fossem passadas ...

  • Atração internacionaaaalll vindo aí, os Tchecos do Criminal Colection estão chegando!


    A FUSA RECORDS está trazendo para o BR BR uma das bandas de Pop Punk mais bombadas da Europa, o Criminal Colection! O trio Tcheco tem na sua bagagem 10 anos de estrada e agrada quem é fã de Lagwagon, New Found Glory e Blink 182. Entre as datas agendadas dos filhos de Vsetin estão Piracicaba, Campinas, Ibiúna, Santos, Santo André e São Paulo no Hangar 110. Os caras ainda vão fazer um show online no ClapMe para quem tem a curiosidade de conhecer a banda e ver como ela funciona no palco. Não conhece a banda? NÃO?!?!?!?!?!?! Segue aqui o Bandzone dos caras pra você se saber quem são esses mano véio, meu jovem pimpolho. http://bandzone.cz/criminalcolection
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Maria Loiva

    em 21/10/2014



    Maria Loiva compartilhou a foto de Aminadabe Ribeiro Dias.
    O ITINERÁRIO DE UM DESASTRE - 45 escândalos da era FHC 45 MOTIVOS PARA NÃO VOTAR EM TUCANOS E BANDIDOS Analisem - Você tem boa memória? Se você já esqueceu, lembramos aqui 45 fatos, sendo que todos eles envolvendo casos de corrupção, que aconteceram no país nos oito anos de FHC. O BRASIL NÃO ESQUECERÁ 45 escândalos que marcaram o governo FHC com apoio do PSDB ITINERÁRIO DE UM DESASTRE Nenhum governo teve mídia tão favorável quanto o de FHC, o que não deixa de ser surpreendente, visto que em seus dois mandatos ele realizou uma extraordinária obra de demolição, de fazer inveja a Átila e a Gêngis Khan. Vale a pena relembrar algumas das passagens de um governo que deixou uma pesada herança para seu sucessor. 45 escândalos que marcaram o governo FHC 1 - Conivência com a corrupção O governo do PSDB tem sido conivente com a corrupção. Um dos primeiros gestos de FHC ao assumir a Presidência, em 1995, foi extinguir, por decreto, a Comissão Especial de Investigação, instituída no governo Itamar Franco e composta por representantes da sociedade civil, que tinha como objetivo combater a corrupção. Em 2001, para impedir a instalação da CPI da Corrupção, FHC criou a Controladoria-Geral da União, órgão que se especializou em abafar denúncias. 1995. Quebra do monopólio da PETROBRÁS. Pouco se lixando para a crescente importância estratégica do petróleo, Fernando Henrique Cardoso usou seus rolo compressor para forçar o Congresso Nacional a quebrar o monopólio estatal do petróleo, instituído há 42 anos. Na comemoração, Cardoso festejou dizendo que essa era apenas mais uma das "reformas" que o país precisava fazer para se modernizar. 2 - O escândalo do Sivam O contrato para execução do projeto Sivam foi marcado por escândalos. A empresa Esca, associada à norte-americana Raytheon, e responsável pelo gerenciamento do projeto, foi extinta por fraudes contra a Previdência. Denúncias de tráfico de influência derrubaram o embaixador Júlio César dos Santos e o ministro da Aeronáutica, Brigadeiro Mauro Gandra. 3 - A farra do Proer 1995. O inesquecível PROER: Em 1995 o ex-presidente Cardoso deu uma amostra pública do seu compromisso com o capital financeiro e, na calada de uma madrugada de um sábado em novembro de 1995, assinou uma medida provisória instituindo o PROER, um programa de salvação dos bancos que injetou 1% do PIB no sistema financeiro – um dinheiro que deixou o sofrido Tesouro Nacional para abastecer cofres privados, começando pelo Banco Nacional, então pertencente a família Magalhães Pinto, da qual um de seus filhos era agregado. Segundo os ex-presidentes do Banco Central, Gustavo Loyola e Gustavo Franco, a salvação dos bancos engoliu 3% do PIB, um percentual que, segundo economistas da Cepal, chegou a 12,3%. O Proer demonstrou, já em 1996, como seriam as relações do governo FHC com o sistema financeiro. Para FHC, o custo do programa ao Tesouro Nacional foi de 1% do PIB. Para os ex-presidentes do BC, Gustavo Loyola e Gustavo Franco, atingiu 3% do PIB. Mas para economistas da Cepal, os gastos chegaram a 12,3% do PIB, ou R$ 111,3 bilhões, incluindo a recapitalização do Banco do Brasil, da CEF e o socorro aos bancos estaduais. 4 - Caixa-dois de campanhas As campanhas de FHC em 1994 e em 1998 teriam se beneficiado de um esquema de caixa-dois. Em 1994, pelo menos R$ 5 milhões não apareceram na prestação de contas entregue ao TSE. Em 1998, teriam passado pela contabilidade paralela R$ 10,1 milhões. 1996. Engavetamento da CPI dos Bancos. Disposto a controlar a crise aberta pelas suspeitas sobre o sistema financeiro, o presidente Fernando Henrique Cardoso ameaçou e "convenceu" as lideranças do Senado a engavetar os requerimentos para instalação de uma CPI sobre os bancos. Em compensação, o ministério da Fazenda se comprometeu (e nunca cumpriu) a prestar contas ao Senado sobre o PROER. Decepcionada, a CNBB distribuiu nota dizendo não ser justo "que se roube o pouco dinheiro de aposentados e trabalhadores para injetar no sistema financeiro, salvando quem já está salvo ou já acumulou riquezas através da fraude e do roubo". 5 - Propina na privatização privatização do sistema Telebrás e da Vale do Rio Doce foi marcada pela suspeição. Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-caixa de campanha de FHC e do senador José Serra e ex-diretor da Área Internacional do Banco do Brasil, é acusado de pedir propina de R$ 15 milhões para obter apoio dos fundos de pensão ao consórcio do empresário Benjamin Steinbruch, que levou a Vale, e de ter cobrado R$ 90 milhões para ajudar na montagem do consórcio Telemar. 1996. Modificação na lei de Patentes. Cedeu em tudo que os EUA queriam e, desdenhando às súplicas da SBPC e universidades, Fernando Henrique Cardoso acionou o rolo compressor no Congresso e alterou a Lei de Patentes, dando-lhe um caráter entreguista e comprometendo o avanço científico e tecnológico do país. 6 - A emenda da reeleição O instituto da reeleição foi obtido por FHC a preços altos. Gravações revelaram que os deputados Ronivon Santiago e João Maia, do PFL do Acre, ganharam R$ 200 mil para votar a favor do projeto. Os deputados foram expulsos do partido e renunciaram aos mandatos. Outros três deputados acusados de vender o voto, Chicão Brígido, Osmir Lima e Zila Bezerra, foram absolvidos pelo plenário da Câmara. 1996. Escândalo do SIVAM | : O projeto SIVAM foi associado a um superescândalo que redundou na contratação da empresa norte-americana Raytheon, depois da desqualificação da brasileira Esca (uma empresa que acomodava "amigos dos amigos" e foi extinta por fraudes contra a Previdência). Significativamente, a Raytheon encomendou o gerenciamento do projeto à E-Systems – conhecido braço da CIA. Até chegar a Raytheon, o mondé foi grande. Conversas gravadas apontavam para o Planalto e, preferindo perder os anéis para não perder os dedos, Cardoso demitiu o brigadeiro Mauro Gandra do ministério da aeronáutica e o embaixador Júlio César dos Santos da chefia do seu cerimonial. Depois, como prêmio pela firmeza como guardou o omertá, Júlio César foi nomeado embaixador do país no México. 7 - Grampos telefônicos Conversas gravadas de forma ilegal foram um capítulo à parte no governo FHC. Durante a privatização do sistema Telebrás, grampos no BNDES flagraram conversas de Luiz Carlos Mendonça de Barros, então ministro das Comunicações, e André Lara Resende, então presidente do BNDES, articulando o apoio da Previ para beneficiar o consórcio do banco Opportunity, que tinha como um dos donos o economista Pérsio Arida, amigo de Mendonça de Barros e de Lara Resende. Até FHC entrou na história, autorizando o uso de seu nome para pressionar o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil. 1997. A emenda da reeleição: O instituto da reeleição foi comprado pelo presidente Cardoso a um preço estratosférico para o tesouro nacional. Gravações revelaram que os deputados Ronivon Santiago e João Maia, do PFL do Acre, ganharam R$ 200 mil para votar a favor do projeto. Os deputados foram expulsos do partido e renunciaram aos mandatos. Outros três deputados acusados de vender o voto, Chicão Brígido, Osmir Lima e Zila Bezerra, foram absolvidos pelo plenário da Câmara. 8 - TRT paulista A construção da sede do TRT paulista representou um desvio de R$ 169 milhões aos cofres públicos. A CPI do Judiciário contribuiu para levar o juiz Nicolau dos Santos Neto, ex-presidente do Tribunal, para a cadeia e para cassar o mandato do Senador Luiz Estevão (PMDB-DF), dois dos principais envolvidos no caso. Subserviência internacional: Um único exemplo: ao visitar a embaixada norte-americana, em Brasília, para apresentar a solidariedade do povo brasileiro aos EUA por ocasião dos atentados de 11 de setembro de 2001, Cardoso e seu ministro do exterior, Celso Lafer, levaram um chá de cadeira de 40 minutos e só foram recebidos após passarem por uma revista que lhes fez até tirar os sapatos. 9 - Os ralos do DNER O DNER foi o principal foco de corrupção no governo de FHC. Seu último avanço em matéria de tecnologia da propina atende pelo nome de precatórios. A manobra consiste em furar a fila para o pagamento desses títulos. Estima-se que os beneficiados pela fraude pagavam 25% do valor dos precatórios para a quadrilha que comandava o esquema. O órgão acabou sendo extinto pelo governo. 1998. O escândalo da privatização (1): A privatização do sistema Telebrás e da Vale do Rio Doce foi marcada pela suspeição. O ex-caixa de campanha de Fernando Henrique Cardoso e de José Serra, um tal Ricardo Sérgio de Oliveira, que depois foi agraciado com a diretoria da Área Internacional do Banco do Brasil, não conseguiu se defender das acusações de pedir propinas para beneficiar grupos interessados no programa de privatização. O mala-preta de Cardoso teria pedido R$ 15 milhões a Benjamin Steinbruch para conseguir o apoio financeiro de fundos de pensão para a formação de um consórcio para arrematar a cia. Vale do Rio Doce e R$ 90 milhões para ajudar na montagem do consórcio Telemar. 10 - O "caladão" O Brasil calou no início de julho de 1999 quando o governo FHC implementou o novo sistema de Discagem Direta a Distância (DDD).Uma panegeral deixou os telefones mudos. As empresas que provocaram o caos no sistemahaviam sido recém-privatizadas. O "caladão" provocou prejuízo aos consumidores,às empresas e ao próprio governo. Ficou tudo por isso mesmo. 1998. O escândalo da privatização (2): Grampos instalados no BNDES pescaram conversas entre Luiz Carlos Mendonça de Barros, então ministro das Comunicações, e André Lara Resende, então presidente do BNDES, articulando o apoio da Previ para beneficiar o consórcio do banco Opportunity, que tinha como um dos donos o economista Pérsio Arida, amigo de Mendonça de Barros e de Lara Resende, nos leilões que se seguiram ao esquartejamento da TELEBRÁS. O grampo detectou a voz do ex-presidente Cardoso autorizando o uso de seu nome para pressionar o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil. 11 -Desvalorização do real FHC se reelegeu em 1998 com um discurso que pregava "ou eu ou o caos". Segurou a quase paridade entre o real e o dólar até passar o pleito. Vencida a eleição, teve de desvalorizar a moeda. Há indícios de vazamento de informações do Banco Central. O deputado Aloizio Mercadante, do PT, divulgou lista com o nome dos 24 bancos que lucraram muito com a mudança cambial e outros quatro que registraram movimentação especulativa suspeita às vésperas do anúncio das medidas. 1999. O caso Marka/FonteCindam: Durante a desvalorização do real, em janeiro de 1999, os bancos Marka e FonteCindam foram graciosamente socorridos pelo Banco Central com R$ 1,6 bilhão, sob o pretexto de que sua quebra criaria um "risco sistêmico" para a economia. Enquanto isso, faltava dinheiro para saúde, educação, desenvolvimento científico e tecnológico 12 - O caso Marka/FonteCindam Durante a desvalorização do real, os bancos Marka e FonteCindam foram socorridos pelo Banco Central com R$ 1,6 bilhão. O pretexto é que a quebra desses bancos criaria risco sistêmico para a economia. Chico Lopes, ex-presidente do BC, e Salvatore Cacciola, ex-dono do Banco Marka, estiveram presos, ainda que por um pequeno lapso de tempo. Cacciola retornou à sua Itália natal, onde vive tranqüilo. 2000. O fiasco dos 500 anos: O Brasil completou seu 500º aniversário sem uma festa decente. Em nome da contenção de gastos determinado pelo FMI, Cardoso proibiu as comemorações, que ficaram reduzidas às armações do então ministro do Esporte e Turismo, Rafael Greca. O fiasco foi total. Índios e sem-terra foram agredidos pela polícia porque tentaram festejar a data em Porto Seguro. De concreto mesmo, ficou uma caravela que passou mais tempo viajando do Rio de Janeiro até a Bahia do que a nau que trouxe Pedro Álvares Cabral de Portugal até o Brasil em 1500 e um stand superfaturado na Feira de Hannover. A caravela deve estar encostada em algum lugar por aí e Paulo Henrique Cardoso, filho do presidente, está respondendo inquérito pelo superfaturamento da construção do stand da Feira de Hannover. 13 - Base de Alcântara O governo FHC enfrenta resistências para aprovar o acordo de cooperação internacional que permite aos Estados Unidos usarem a Base de Lançamentos Espaciais de Alcântara (MA). Os termos do acordo são lesivos aos interesses nacionais. Exemplos: áreas de depósitos de material americano serão interditadas a autoridades brasileiras. O acesso brasileiro a novas tecnologias fica bloqueado e o acordo determina ainda com que países o Brasil pode se relacionar nessa área. Diante disso, o PT apresentou emendas ao tratado – todas acatadas na Comissão de Relações Exteriores da Câmara. 2001. Racionamento de energia: A imprevidência do governo Cardoso, completamente submisso às exigências do FMI, suspendeu os investimentos na produção de energia e o resultado foi o apagão no setor elétrico. O povo atendeu a campanha de economizar energia e, como "prêmio", teve as tarifas aumentadas para compensar as perdas de faturamento das multinacionais que compraram as distribuidoras de energia nos leilões de desnacionalização do setor. Uma medida provisória do governo Cardoso transferiu o prejuízo das distribuidoras para os consumidores, que lhes repassaram R$ 22,5 bilhões. 14 - Biopirataria oficial Antigamente, os exploradores levavam nosso ouro e pedras preciosas. Hoje, levam nosso patrimônio genético. O governo FHC teve de rever o contrato escandaloso assinado entre a Bioamazônia e a Novartis, que possibilitaria a coleta e transferência de 10 mil microorganismos diferentes e o envio de cepas para o exterior, por 4 milhões de dólares. Sem direito ao recebimento de royalties. Como um único fungo pode render bilhões de dólares aos laboratórios farmacêuticos, o contrato não fazia sentido. Apenas oficializava a biopirataria. 2001. Acordo de Alcântara: Em abril de 2001, à revelia do Congresso Nacional, o governo Cardoso assinou um "acordo de cooperação internacional" que, na prática, transfere o Centro de Lançamento de Alcântara para os EUA. O acordo ainda não foi homologado pelo Congresso graças à resistência da sociedade civil organizada. Acordos com FMI: Em seus oito anos de mandato, Fernando Henrique Cardoso enterrou a economia do país. Para honrar os compromissos financeiros, precisou fazer três acordos com o FMI, hipotecando o futuro aos banqueiros. Por trás de cada um desses acordos, compromissos que, na prática, transferiram parte da administração pública federal para o FMI. Como resultado, o desemprego, o arrocho salarial, a contenção dos investimentos públicos, o sucateamento da educação e saúde, a crise social, a explosão da criminalidade. 15 - O fiasco dos 500 anos As festividades dos 500 anos de descobrimento do Brasil, sob coordenação do ex-ministro do Esporte e Turismo, Rafael Greca (PFL-PR), se transformaram num fiasco monumental. Índios e sem-terra apanharam da polícia quando tentaram entrar em Porto Seguro (BA), palco das comemorações. O filho do presidente, Paulo Henrique Cardoso, é um dos denunciados pelo Ministério Público de participação no epísódio de superfaturamento da construção do estande brasileiro na Feira de Hannover, em 2000. Planalto, TRT de São Paulo e cercanias: O famoso Eduardo Jorge Caldas, ex-secretário-geral da Presidência, um dos mais eficazes "gerentes financeiros" da campanha de reeleição de Fernando Henrique Cardoso, se empenhou vivamente no esquema de liberação de verbas para o TRT paulista. As maus línguas ainda falam em superfaturamento no Serpro, lobby para empresas de informática, ajuda irregular à Encol e manipulação de recursos dos fundos de pensão na festa das privatizações. 16 - Eduardo Jorge, um personagem suspeito Eduardo Jorge Caldas, ex-secretário-geral da Presidência, é um dos personagens mais sombrios que freqüentou o Palácio do Planalto na era FHC. Suspeita-se que ele tenha se envolvido no esquema de liberação de verbas para o TRT paulista e em superfaturamento no Serpro, de montar o caixa-dois para a reeleição de FHC, de ter feito lobby para empresas de informática, e de manipular recursos dos fundos de pensão nas privatizações. Também teria tentado impedir a falência da Encol. Autoritarismo: Passando por cima do Congresso Nacional, Fernando Henrique Cardoso burlou o espírito da constituição e administrou o país com base em medidas provisórias, editadas e reeditadas sucessivamente. Enquanto os presidentes José Sarney e Fernando Collor, juntos, editaram e reeditaram 298 MP’s, Cardoso exerceu o poder de forma autoritária, editando mais de 6.000 medidas provisórias. 17 - Drible na reforma tributária O PT participou de um acordo, do qual faziam parte todas as bancadas com representação no Congresso Nacional, em torno de uma reforma tributária destinada a tornar o sistema mais justo, progressivo e simples. A bancada petista apoiou o substitutivo do relator do projeto na Comissão Especial de Reforma Tributária, deputado Mussa Demes (PFL-PI). Mas o ministro da Fazenda, Pedro Malan, e o Palácio do Planalto impediram a tramitação. O escândalo dos computadores: A idéia de equipar as escolas públicas com 290 mil computadores se transformou numa grande negociata com a completa ignorância da Lei de Licitações. Não satisfeito, o governo Cardoso fez mega-contrato com a Microsoft para adoção do sistema Windows, uma manobra que daria a Bill Gates o monopólio do sistema operacional das máquinas. A Justiça e o Tribunal de Contas da União suspenderam o edital de compra e a negociata está suspensa. 18 - Rombo transamazônico na Sudam O rombo causado pelo festival de fraudes transamazônicas na Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia, a Sudam, no período de 1994 a 1999, ultrapassa R$ 2 bilhões. As denúncias de desvios de recursos na Sudam levaram o ex-presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA) a renunciar ao mandato. Ao invés de acabar com a corrupção que imperava na Sudam e colocar os culpados na cadeia, o presidente Fernando Henrique Cardoso resolveu extinguir o órgão. O PT ajuizou ação de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal contra a providência do governo. Mudanças na CLT: Fernando Henrique Cardoso usou seu rolo compressor na antiga Câmara dos Deputados para aprovar um projeto que "flexibiliza" a CLT, ameaçando direitos consagrados como férias, décimo terceiro salário e licença maternidade. Graças à pressão da sociedade civil o projeto estancou no senado. 19 - Os desvios na Sudene Foram apurados desvios de R$ 1,4 bilhão em 653 projetos da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste, a Sudene. A fraude consistia na emissão de notas fiscais frias para a comprovação de que os recursos recebidos do Fundo de Investimentos do Nordeste (Finor) foram aplicados. Como no caso da Sudam, FHC decidiu extinguir o órgão. O PT também questionou a decisão no Supremo Tribunal Federal. Explosão da dívida pública: Quando Cardoso assumiu a presidência da República, em janeiro de 1995, a dívida pública interna e externa era de R$ 153,4 bilhões. Outro dia, em abril de 2002, essa dívida já era de R$ 684,6 bilhões. Hoje, a dívida alcança 61% do PIB. 20 - Calote no Fundef O governo FHC desrespeita a lei que criou o Fundef. Em 2002, o valor mínimo deveria ser de R$ 655,08 por aluno/ano de 1ª a 4ª séries e de R$ 688,67 por aluno/ano da 5ª a 8ª séries do ensino fundamental e da educação especial. Mas os valoresestabelecidos ficaram abaixo: R$ 418,00 e R$ 438,90, respectivamente. O calote aos estados mais pobres soma R$ 11,1 bilhões desde 1998. Violação aos direitos humanos: Exemplo: em 1996, o Brasil ganhou as manchetes mundiais pelo chamado "Massacre Eldorado do Carajás", no qual 19 sem-terra foram assassinados no sul do Pará. 21 - Abuso de MPs Enquanto senador, FHC combatia com veemência o abuso nas edições e reedições de Medidas Provisórias por parte José Sarney e Fernando Collor. Os dois juntos editaram e reeditaram 298 MPs. Como presidente, FHC cedeu à tentação autoritária. Editou e reeditou, em seus dois mandatos, 5.491medidas. Explosão da violência:Fernando Henrique Cardoso transformou o Brasil num país super violento. Na última década, o número de assassinatos subiu quase 50%. Pesquisa feita pela Unesco em 60 nações colocou o Brasil no 3º lugar no ranking dos países mais violentos. Ao final do mandato do presidente Cardoso, cerca de 45 mil pessoas são assassinadas anualmente no Brasil. 22 - Acidentes na Petrobras Por problemas de gestão e falta de investimentos, a Petrobras protagonizou uma série de acidentes ambientais no governo FHC que viraram notícia no Brasil e no mundo. A estatal foi responsável pelos maiores desastres ambientais ocorridos no País nos últimos anos. Provocou, entre outros, um grande vazamento de óleo na Baía de Guanabara, no Rio, outro no Rio Iguaçu, no Paraná. Uma das maiores plataformas da empresa, a P-36, afundou na Bacia de Campos, causando a morte de 11 trabalhadores. A Petrobras também ganhou manchetes com os acidentes de trabalho em suas plataformas e refinarias que ceifaram a vida de centenas de empregados. Renda em queda e desemprego em alta: A Era FHC foi marcada pelos altos índices de desemprego e baixos salários. 23 - Apoio a Fujimori O presidente FHC apoiou o terceiro mandato consecutivo do corrupto ditador peruano Alberto Fujimori, um sujeito que nunca deu valor à democracia e que fugiu do País para não viver os restos de seus dias na cadeia. Não bastasse isso, concedeu a Fujimori a medalha da Ordem do Cruzeiro do Sul, o principal título honorário brasileiro. O Senado, numa atitude correta, acatou sugestão apresentada pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) e cassou a homenagem. Desenvolvimento Humano. Segundo o Human Development Report 2001 (ONU), o Brasil ficou na 69ª posição, atrás de países como Eslovênia (29º posição), Argentina (34º posição), Uruguai (37º posição), Kuwait (43º posição), Estônia (44º posição), Venezuela (61º posição) e Colômbia (62º posição). 24 -Desmatamento na Amazônia Por meio de decretos e medidas provisórias, o governo FHC desmontou a legislação ambiental existente no País. As mudanças na legislação ambiental debilitaram a proteção às florestas e ao cerrado e fizeram crescer o desmatamento e a exploração descontrolada de madeiras na Amazônia. Houve aumento dos focos de queimadas. A Lei de Crimes Ambientais foi modificada para pior. 25 – Os computadores do FUST A idéia de equipar todas as escolas públicas de ensino médio com 290 mil computadores se transformou numa grande negociata. Os recursos para a compra viriam do Fundo de Universalização das Telecomunicações, o Fust. Mas o governo ignorou a Lei de Licitações, a8.666. Além disso, fez megacontrato com a Microsoft, que teria, com o Windows, o monopólio do sistema operacional das máquinas, quando há softwares que poderiam ser usados gratuitamente. A Justiça e o Tribunal de Contas da União suspenderam o edital de compra e a negociata está suspensa. 26 - Arapongagem O governo FHC montou uma verdadeira rede de espionagem para vasculhar a vida de seus adversários e monitorar os passos dos movimentos sociais. Essa máquina de destruir reputações é constituída por ex-agentes do antigo SNI ou por empresas de fachada. Os arapongas tucanos sabiam da invasão dos sem-terra à propriedade do presidente em Buritis, em março deste ano, e o governo nada fez para evitar a operação. Eles foram responsáveis também pela espionagem contra Roseana Sarney. 27 - O esquema do FAT A Fundação Teotônio Vilela, presidida pelo ex-presidente do PSDB, senador alagoano Teotônio Vilela, e que tinha como conselheiro o presidente FHC, foi acusada de envolvimento em desvios de R$ 4,5 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Descobriu-se que boa parte do dinheiro, que deveria ser usado para treinamento de 54 mil trabalhadores do Distrito Federal, sumiu. As fraudes no financiamento de programas de formação profissional ocorreram em 17 unidades da federação e estão sob investigação do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério Público. 28 - Mudanças na CLT A maioria governista na Câmara dos Deputados aprovou, contra o voto da bancada do PT, projeto que flexibiliza a CLT, ameaçando direitos consagrados dos trabalhadores, como férias, décimo terceiro e licença maternidade. O projeto esvazia o poder de negociação dos sindicatos. No Senado, o governo FHC não teve forças para levar adiante essa medida anti-social. 29 - Obras irregulares Um levantamento do Tribunal de Contas da União, feito em 2001, indicou a existência de 121 obras federais com indícios de irregularidades graves. A maioria dessas obras pertence a órgãos como o extinto DNER, os ministérios da Integração Nacional e dos Transportes e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas. Uma dessas obras, a hidrelétrica de Serra da Mesa, interior de Goiás, deveria ter custado 1,3 bilhão de dólares. Consumiu o dobro. 30 - Explosão da dívida pública Quando FHC assumiu a Presidência da República, em janeiro de 1995, a dívida pública interna e externa somava R$ 153,4 bilhões. Entretanto, a política de juros altos de seu governo, que pratica as maiores taxas do planeta, elevou essa dívida para R$ 684,6 bilhões em abril de 2002, um aumento de 346%. A dívida já equivalia em 2001, preocupantes 54,5% do PIB. 31 - Avanço da dengue A omissão do Ministério da Saúde é apontada como principal causa da epidemia de dengue no Rio de Janeiro. O ex-ministro José Serra demitiu seis mil mata-mosquitos contratados para eliminar focos do mosquito Aedes Aegypti. Em 2001, o Ministério da Saúde gastou R$ 81,3 milhões em propaganda e apenas R$ 3 milhões em campanhas educativas de combate à dengue. Resultado: de janeiro a maio de 2002, só o estado do Rio registrou 207.521 casos de dengue, levando 63 pessoas à morte. 32 – Verbas do BNDES Além de vender o patrimônio público a preço de banana, o governo FHC, por meio do BNDES, destinou cerca de R$ 10 bilhões para socorrer empresas que assumiram o controle de ex-estatais privatizadas. Quem mais levou dinheiro do banco público que deveria financiar o desenvolvimento econômico e social do Brasil foram as teles e as empresas de distribuição, geração e transmissão de energia. Em uma das diversas operações, o BNDES injetou R$ 686,8 milhões na Telemar, assumindo 25% do controle acionário da empresa. 33 - Crescimento pífio do PIB Na "Era FHC", a média anual de crescimento da economia brasileira estacionou em pífios 2%, incapaz de gerar os empregos que o País necessita e de impulsionar o setor produtivo. Um dos fatores responsáveis por essa quase estagnação é o elevado déficit em conta-corrente, de 23 bilhões de dólares no acumulado dos últimos 12 meses. Ou seja: devido ao baixo nível da poupança interna, para investir em seu desenvolvimento, o Brasil se tornou extremamente dependente de recursos externos, pelos quais paga cada vez mais caro. 34 – Renúncias no Senado A disputa política entre o Senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) e o Senador Jader Barbalho (PMDB-PA), em torno da presidência do Senado expôs publicamente as divergências da base de sustentação do governo. ACM renunciou ao mandato, sob a acusação de violar o painel eletrônico do Senado na votação que cassou o mandato do senador Luiz Estevão (PMDB-DF). Levou consigo seu cúmplice, o líder do governo, senador José Roberto Arruda (PSDB-DF). Jader Barbalho se elegeu presidente do Senado, com apoio ostensivo de José Serra e do PSDB, mas também acabou por renunciar ao mandato, para evitar a cassação. Pesavam contra ele denúncias de desvio de verbas da Sudam. 35 - Racionamento de energia A imprevidência do governo FHC e das empresas do setor elétrico gerou o apagão. O povo se mobilizou para abreviar o racionamento de energia. Mesmo assim foi punido. Para compensar supostos prejuízos das empresas, o governo baixou Medida Provisória transferindo a conta do racionamento aos consumidores, que são obrigados a pagar duas novas tarifas em sua conta de luz. O pacote de ajuda às empresas soma R$ 22,5 bilhões. 36- Assalto ao bolso do consumidor FHC quer que o seu governo seja lembrado como aquele que deu proteção social ao povo brasileiro. Mas seu governo permitiu a elevação das tarifas públicas bem acima da inflação. Desde o início do plano real até agora, o preço das tarifas telefônicas foi reajustado acima de 580%. Os planos de saúde subiram 460%, o gás de cozinha 390%, os combustíveis 165%, a conta de luz 170% e a tarifa de água 135%. Neste período, a inflação acumulada ficou em 80%. 37 – Explosão da violência O Brasil é um país cada vez mais violento. E as vítimas, na maioria dos casos, são os jovens. Na última década, o número de assassinatos de jovens de 15 a 24 anos subiu 48%. A Unesco coloca o País em terceiro lugar no ranking dos mais violentos, entre 60 nações pesquisadas. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes, na população geral, cresceu 29%. Cerca de 45 mil pessoas são assassinadas anualmente. FHC pouco ou nada fez para dar mais segurança aos brasileiros. 38 – A falácia da Reforma agrária O governo FHC apresentou ao Brasil e ao mundo números mentirosos sobre a reforma agrária. Na propaganda oficial, espalhou ter assentado 600 mil famílias durante oito anos de reinado. Os números estavam inflados. O governo considerou assentadas famílias que haviam apenas sido inscritas no programa. Alguns assentamentos só existiam no papel. Em vez de reparar a fraude, baixou decreto para oficializar o engodo. 39 - Subserviência internacional A timidez marcou a política de comércio exterior do governo FHC. Num gesto unilateral, os Estados Unidos sobretaxaram o aço brasileiro. O governo do PSDB foi acanhado nos protestos e hesitou em recorrer à OMC. Por iniciativa do PT, a Câmara aprovou moção de repúdio às barreiras protecionistas. A subserviência é tanta que em visita aos EUA, no início deste ano, o ministro Celso Lafer foi obrigado a tirar os sapatos três vezes e se submeter a revistas feitas por seguranças de aeroportos. 40 – Renda em queda e desemprego em alta Para o emprego e a renda do trabalhador, a Era FHC pode ser considerada perdida. O governo tucano fez o desemprego bater recordes no País. Na região metropolitana de São Paulo, o índice de desemprego chegou a 20,4% em abril, o que significa que 1,9 milhão de pessoas estão sem trabalhar. O governo FHC promoveu a precarização das condições de trabalho. O rendimento médio dos trabalhadores encolheu nos últimos três anos. 41 - Relações perigosas Diga-me com quem andas e te direi quem és. Esse ditado revela um pouco as relações suspeitas do presidenciável tucano José Serra com três figuras que estiveram na berlinda nos últimos dias. O economista Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-caixa de campanha de Serra e de FHC, é acusado de exercer tráfico de influência quando era diretor do Banco do Brasil e de ter cobrado propina no processo de privatização. Ricardo Sérgio teria ajudado o empresário espanhol Gregório Marin Preciado a obter perdão de uma dívida de R$ 73 milhões junto ao Banco do Brasil. Preciado, casado com uma prima de Serra, foi doador de recursos para a campanha do senador paulista. Outra ligação perigosa é com Vladimir Antonio Rioli, ex-vice-presidente de operações do Banespa e ex-sócio de Serra em empresa de consultoria. Ele teria facilitado uma operação irregular realizada por Ricardo Sérgio para repatriar US$ 3 milhões depositados em bancos nas Ilhas Cayman - paraíso fiscal do Caribe. 42 –Violação aos direitos humanos Massacres como o de Eldorado do Carajás, no sul do Pará, onde 19 sem-terra foram assassinados pela polícia militar do governo do PSDB em 1996, figuram nos relatórios da Anistia Internacional, que recentemente denunciou o governo FHC de violação aos direitos humanos. A Anistia critica a impunidade e denuncia que polícias e esquadrões da morte vinculados a forças de segurança cometeram numerosos homicídios de civis, inclusive crianças, durante o ano de 2001. A entidade afirma ainda que as práticas generalizadas e sistemáticas de tortura e maus-tratos prevalecem nas prisões. 43 –Correção da tabela do IR Com fome de leão, o governo congelou por seis anos a tabela do Imposto de Renda. O congelamento aumentou a base de arrecadação do imposto, pois com a inflação acumulada, mesmo os que estavam isentos e não tiveram ganhos salariais, passaram a ser taxados. FHC só corrigiu a tabela em 17,5% depois de muita pressão da opinião pública e após aprovação de projeto pelo Congresso Nacional. Mesmo assim, após vetar o projeto e editar uma Medida Provisória que incorporava parte do que fora aprovado pelo Congresso, aproveitou a oportunidade e aumentou alíquotas de outros tributos. 44 – Intervençãona Previ FHC aproveitou o dia de estréia do Brasil na Copa do Mundo de 2002 para decretar intervenção na Previ, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, com patrimônio de R$ 38 bilhões e participação em dezenas de empresas. Com este gesto, afastou seis diretores, inclusive os três eleitos democraticamente pelos funcionários do BB. O ato truculento ocorreu a pedido do banqueiro Daniel Dantas, dono do Opportunitty. Dias antes da intervenção, FHC recebeu Dantas no Palácio Alvorada. O banqueiro, que ameaçou divulgar dossiês comprometedores sobre o processo de privatização, trava queda-de-braço com a Previ para continuar dando as cartas na Brasil Telecom e outras empresas nas quais são sócios. 45 – Barbeiragens do Banco Central O Banco Central – e não o crescimento de Lula nas pesquisas – foi naquele ano o principal causador de turbulências no mercado financeiro. Ao antecipar de setembro para junho o ajuste nas regras dos fundos de investimento, que perderam R$ 2 bilhões, o BC deixou o mercado em polvorosa. Outro fator de instabilidade foi a decisão de rolar parte da dívida pública estimulando a venda de títulos LFTs de curto prazo e a compra desses mesmos papéis de longo prazo. Isto fez subir de R$ 17,2 bilhões para R$ 30,4 bilhões a concentração de vencimentos da dívida nos primeiros meses de 2003. O dólar e o risco Brasil dispararam. Combinado com os especuladores e o comando da campanha de José Serra, Armínio Fraga não vacilou em jogar a culpa no PT e nas eleições — com Rary Magalhaes e outras 17 pessoas.
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • CEP DO BRASIL - cep da rua jacarepagua em santo andre SP - http://t.co/szVUkSUTUr
  • LJ AULAS

    em 21/10/2014
    Para focar no Enem, jovem pede que irmão mude sua senha no Facebook Renata Silva, de 18 anos, quer uma vaga em medicina em São Paulo. Ela decidiu 'se banir' da rede social e estuda com ajuda do Geekie Games. A estudante Renata Silva Santos, de 18 anos, vai fazer seu primeiro Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) "a sério" neste ano, e seu desafio é grande: conseguir uma vaga em medicina na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) ou uma bolsa para o curso da Faculdade de Medicina do ABC, na Grande São Paulo. Por isso, uma das estratégias que a jovem adotou para se preparar foi pedir para o irmão mudar sua senha do Facebook, para que ela evitasse se distrair na rede social enquanto estudava pela plataforma Geekie Games. FAÇA AGORA O SIMULADO DO ENEM A ideia de deixar o irmão trocar sua senha para ficar propositalmente sem acesso ao Facebook veio de uma entrevista que Renata leu. "Havia lido uGeekie Games + apostilas Renata cursa o terceiro ano do ensino médio em uma escola técnica estadual (Etec) em São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo. Ela fica no colégio entre as 7h e as 12h20 e, depois de almoçar e tomar banho, procura estudar em casa das 14h às 22h. Seu método de estudo individual é uma combinação entre as apostilas tradicionais de dois cursinhos e um colégio particular, e as aulas direcionadas da plataforma Geekie Games. Ela conta que faz as aulas indicadas no Geekie e, então, responde aos exercícios na plataforma. Depois, vai para os livros e realiza os exercícios da mesma matéria. As apostilas também servem para tirar uma ou outra dúvida que ficaram durante a aula on-line. "A linguagem [do Geekie] é bem fácil de entender, assim como as associações que fazem. E colocam de forma interessante o dia-a-dia dentro do universo didático." Aos sábados, ela faz um cursinho especial para vestibulandos de medicina das 7h às 12h30, com aulas de biologia, física e química. No período da tarde e aos domingos, ...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)
  • Fonte: esportes.estadao.com.br em 20/10/2014 Brasil

    Torcedor do Palmeiras atropelado está em estado grave
    Três torcedores palmeirenses ainda estão internados em hospitais de São Paulo, São Bernardo do Campo e Santo André após confronto com santistas na Via Anchieta, ocorrido antes do clássico Palmeiras e Santos. Um deles, Eli Simão da Silva ...

  • PARABÉNS SARGENTO ELISSON PELA EXCELENTE PARTICIPAÇÃO NA """ MARATONA DE SÂO PAULO""".


    Elisson Paulino de Castro.
    Maratona é assim, você vai contando os quilômetros. Passei o primeiro, passei o segundo e por ai, vai, ^já tô chegando no 20, no 25 ai começa a quebrar, as pernas pesam toneladas, o pulmão parece não dar conta, o coração fala, vai que dá ! Nesse momento você lembra de todos a os amigos que o incentivaram, daquelas palavras, como, boa sorte ! Vai com Deus, vai firme guerreiro ! E tantas outras. É nessa hora que você se supera, e foco no ultimo km, você quer a todo custo ver a faixa de chegada , então você foca e vai. Obrigado , muito obrigado Deus, por esse privilégio ! E obrigado a cada um de vocês que curtiram e deram aquela força pra que chegasse lá ! Cris Castro Costa, Marcos Vitor Reis, Soraia Rodrigues Gaspar Gaspar, Elias Pereira Santana Santana, Eduardo Rodrigues, Sebastiao Silva, Adriany Vieira, Eronias Paulino DE Castro, Carla Xavier, Sonia Castro, Ivamar de Oliveira, Paulo Cesar Flausino Flausino, Rita von Rondov, Emilson Firmino Elias Reis Monteiro, Marcelino Figueiredo, Adriana Aparecida Rosa Silverio, Jaime Barbosa, Missi Debora Bernardes, Claudia Ribeiro, Elza Petruci, Luiz Antonio, Afonso Vitor, André Santos, Eliane Cristina, Moara Pereira, Miau Miauzinha Miá, Raquel Macedo, Valda Lúcia Ferreira, Dayana Ribeiro Cunha, Luciano Abreu Estevam, Gleison Marciano Marciano, João Carlos Messias Pizella, Alessandro Claudia Roma, Cristiane Martins, Aecio Jose F Moura, Emerson Alvarenga, Máximus Décimus Meridius, Sr Cel Antonio Carlos Maculan Maculan, Dr Ricardo Acayaba Vieira, Sildete Castro, Katia Moura, Neidisson Ferreira, Wanderson Silva, Janice Rios, José Eunice, Diana Barroso, Queu Castro, Helon Castro. Por favor, desculpe-me caso eu não tenha citado você, é que são muitas pessoas e posso ter falhado, mas eu agradeço mesmo assim, de coração ! São vocês que completam as provas do atleta, sejam qual for a modalidade !
  • MK portões

    em 20/10/2014 Via Google++
    http://www.mkportoes.com.br/box-vidro-santo-andre.php

    Box de vidro em Santo André – O box mais vendido de São Paulo está pertinho de VOCÊ. A Mk Center localizada no bairro de Sapopemba está pertinho de você, e agora você pode contar com a qualidade de Box de vidro em Santo André. A Mk Center lhe proporciona mais agilidade na instalação do Box de vidro em Aricanduva e garante melhor preço.

    #mkportoes  #BoxdevidroemSantoAndré  #BoxdevidroemSantoAndrémkportoes  #mkportoesBoxdevidroemSantoAndré  

    Box de vidro em Santo andré - MK center - MK center
  • Fonte: G1 em 20/10/2014

    Polícia apura se vingança gerou briga de torcidas que deixou morto no ABC
    em Santo André. Ainda de acordo com a polícia, o palmeirense Eli Simão, que também teria sido atropelado, está internado no Hospital das Clínicas em São Paulo. “Que sirva de lição para eles. Eu acho que ele não vai querer mais nada disso.

  • Curta: https://www.facebook.com/olimpiadaevangelica


    Santo André, 25 de maio de 2013.



    Amados irmãos

    Saudações em Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador,


    A Comissão Organizadora da 32ª OLIMPÍADA EVANGÉLICA DO ABC solicita aos amados irmãos que nos ajudem a divulgar através de seus informativos, boletins, jornais, sites, face, blog, entre outros, os eventos abaixo declinados:

    CULTO DO ATLETA
    Data 22 de junho às 19:30hs
    Local IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR
    DO BAIRRO SUISSO
    Rua Luzem, 235, bairro Suisso
    São Bernardo do Campo-SP
    Palavra CAPITÃO (Oleúde José Ribeiro)
    Ex-volante da Portuguesa e do São Paulo
    Louvor Banda TEMPLO SOUL

    CERIMÔNIA DE ABERTURA DA 32ª OLIMPÍADA EVANGÉLICA DO ABC
    Data 29 de junho às 10hs
    Local GINÁSIO PEDRO DELL’ANTONIA
    Rua São Pedro, 27, vila América
    Santo André-SP
    Palavra Pr. R. C. Ribas
    Igreja Batista Central de Utinga
    Presidente do COPASA
    Louvor Ministério de Louvor da Igreja Presbiteriana do
    Jardim Itapuan
    Dança Grupo de Coreografia da Igreja Batista Central
    de Santo André

    Desde já agradecemos e rogamos as mais ricas bênçãos de Deus sobre a querida igreja.

    Fraternalmente,



    Comissão Organizadora
    Pr. Gerson Molina – Presidente (I. Metodista Livre de Príncipe de Gales)
    Presb. Liberato Batista Araújo – Presidente de Honra (I. Presb. Betsaida)
    Diretores: André Ricardo Postigo (I. Batista Canaã)
    Diac. Djalma Bueno de Godoy (1° I. Nazareno de Santo André)
    Diac. José de Almeida Filho (I. Ap. Renascer em Cristo Santo André)
    Pr. Luiz Beccaria (I. Evang. Quadrangular Alzira Franco)
    Pr. Saulo de Oliveira Junior (1° I. Nazareno de Santo André)
    Vânia de Araújo Molina (I. Metodista Livr...(Continuar Lendo)


  • Pedro Luís (8/2014) 5

    at SESC Santo André, São Paulo, Brazil. on August 7, 2014. http://www.sescsp.org.br/programacao/39255_PEDRO+LUIS "Fundador do Monobloco e do grupo Pedro Luís e a Parede, o cantor e ...


  • Santo André, 24 de maio de 2013.
     
     
     
    Amados irmãos
     
    Saudações em Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador,
     
     
    A Comissão Organizadora da 32ª OLIMPÍADA EVANGÉLICA DO ABC solicita aos amados irmãos que nos ajudem a divulgar através de seus informativos, boletins, jornais, sites, face, blog, entre outros, os eventos abaixo declinados:
     
    CULTO DO ATLETA
    Data                    22 de junho às 19:30hs
    Local                  IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR
    DO BAIRRO SUISSO
                                Rua Luzem, 235, bairro Suisso
                                São Bernardo do Campo-SP
    Palavra               CAPITÃO (Oleúde José Ribeiro)
                                Ex-volante da Portuguesa e do São Paulo
    Louvor                Banda TEMPLO SOUL
     
    CERIMÔNIA DE ABERTURA DA 32ª OLIMPÍADA EVANGÉLICA DO ABC
    Data                    29 de junho às 10hs
    Local                   GINÁSIO PEDRO DELL’ANTONIA
                                Rua São Pedro, 27, vila América
                                Santo André-SP
    Palavra               Pr. R. C. Ribas
                                Igreja Batista Central de Utinga
                                Presidente do COPASA
    Louvor                Ministério de Louvor da Igreja Presbiteriana do
    Jardim Itapuan
    Dança                 Grupo de Coreografia da Igreja Batista Central
                                de Santo André
     
     Desde já agradecemos e rogamos as mais ricas bênçãos de Deus sobre a querida igreja.
     
    Fraternalmente,
     
     
     
    Comissão Organizadora
    Pr. Gerson Molina – Presidente (I. Metodista Livre de Príncipe de Gal...(Continuar Lendo)


  • Atração internacionaaaallll. Os tchecos do Criminal Colection estão chegando!


    A FUSA RECORDS está trazendo para o BR BR uma das bandas de Pop Punk mais bombadas da Europa, o Criminal Colection! O trio Tcheco tem na sua bagagem 10 anos de estrada e agrada quem é fã de Lagwagon, New Found Glory e Blink 182. Entre as datas agendadas dos filhos de Vsetin estão Piracicaba, Campinas, Ibiúna, Santos, Santo André e São Paulo no Hangar 110. Os caras ainda vão fazer um show online no ClapMe para quem tem a curiosidade de conhecer a banda e ver como ela funciona no palco. Não conhece a banda? NÃO?!?!?!?!?!?! Segue aqui o Bandzone dos caras pra você se saber quem são esses mano véio, meu jovem pimpolho. http://bandzone.cz/criminalcolection
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Fonte: UOL Notícias em 16/10/2014

    Seca em São Paulo
    Itapecerica da Serra (São Paulo / SP) Enviado por Djalma Andrade Sobral Mais Este é um braço do Rio Grande, na cidade de Guaraci/SP, que está 12 metros abaixo de seu nível normal (Santo André/SP) Enviado por Ivan Wietky Mais Piscina do Boi em Águas ...

  • Fonte: Futebol Interior em 16/10/2014

    Autor do gol do triunfo, seu sétimo na competição, o atacante destacou a superação da equipe
    Com o resultado, o Santo André subiu para o terceiro lugar do grupo 5 com seis pontos, atrás do Rio Branco e do Red Bull, que têm oito cada. Uma vitória no próximo domingo diante do Batatais, no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo ...

  • 45 escândalos que marcaram o governo FHC/PSDB [Esta lista apenas cita algumas das falcatruas, mas não abrange todos os casos de corrupção dos tucanos] O documento "O Brasil não esquecerá - 45 escândalos que marcaram o governo FHC/PSDB", de julho de 2002, é um trabalho da Liderança do PT na Câmara Federal de Deputados. O objetivo do levantamento de ações e omissões dos últimos sete anos e meio do governo FHC/PSDB, segundo o então líder do PT, deputado João Paulo (SP), não é fazer denúncia, chantagem ou ataque. "Estamos fazendo um balanço ético para que a avaliação da sociedade não se restrinja às questões econômicas", argumentou. Entres os 45 pontos estão os casos Sudam, Sivam, Proer, caixa-dois de campanhas, TRT paulista, calote no Fundef, mudanças na CLT, intervenção na Previ e erros do Banco Central. A intenção da Revista "Consciência.Net" em divulgar tal documento não é apagar ou minimizar os erros do governo que se seguiu, mas urge deixar esse passado obscuro bem registrado. Leia a seguir: Itinerário de um desastre Nenhum governo teve mídia tão favorável quanto o de FHC/PSDB, o que não deixa de ser surpreendente, visto que em seus dois mandatos ele realizou uma extraordinária obra de demolição, de fazer inveja a Átila e a Gêngis Khan. Vale a pena relembrar algumas das passagens de um governo que deixará pesada herança para seu sucessor. A taxa média de crescimento da economia brasileira, ao longo da década tucana, foi a pior da história, em torno de 2,4%. Pior até mesmo que a taxa média da chamada década perdida, os anos 80, que girou em torno de 3,2%. No período, o patrimônio público representado pelas grandes estatais foi liquidado na bacia das almas. No discurso, essa operação serviria para reduzir a dívida pública e para atrair capitais. Na prática, assistimos a um crescimento exponencial da dívida pública. A dívida interna saltou de R$ 60 bilhões para impensáveis R$ 630 bilhões, enq...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)

AVISO: O conteúdo de cada postagem é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Previsão do tempo na Região


Participe e comente sobre a cidade de Santo André


Comentários (2)

  1. Valdecir's avatar Valdecir

    Apresentação Silvana Silva – 1325- Deputada federal

    Nascida na cidade de Santo André, no ano de 1970, graduada em Gestão e Políticas Pública pela Universidade Metodista de SP, casada e mãe de 3 filhos.

    Ingressou na política no inicio de 2000 atuando junto aos movimentos populares de saúde, mulher e negro, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores em 2002, atuou como Secretária de Organização do Diretório Municipal de santo André e na Executiva Estadual de SP por 2 mandatos consecutivos.

    Foi Presidente do Núcleo do PT de Santo André – SP, participou por 2 mandatos como conselheira de saúde, coordenou o Comitê de Saúde da População Negra por 2 anos no município de Santo André.

    Suplente de vereadora, assumir uma cadeira no ano de 2010, como 1º vereadora negra da história do legislativo andreense.

    “Meu compromisso será o de solidificar nosso modelo de gestão implementado pelo governo Lula e Dilma, valorizando a participação social como instrumento para a construção da democracia.”

    Para tanto defendo:

    1. Política afirmativa de gênero e raça

    2. Humanização do SUS

    3. Desburocratização de serviço público / Controle Social

    “O papel social da mulher e sua posição na sociedade contribuirão na luta por um Brasil mais justo e igualitário.”

    Silvana Silva

    #2 – 23/07/2014 - 21:52

  2. Valdecir's avatar Valdecir

    Apresentação Silvana Silva – 1325

    Apresentação!

    Nascida na cidade de Santo André, no ano de 1970, graduada em Gestão e Políticas Pública pela Universidade Metodista de SP, casada e mãe de 3 filhos.

    Ingressou na política no inicio de 2000 atuando junto aos movimentos populares de saúde, mulher e negro, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores em 2002, atuou como Secretária de Organização do Diretório Municipal de santo André e na Executiva Estadual de SP por 2 mandatos consecutivos.

    Foi Presidente do Núcleo do PT de Santo André – SP, participou por 2 mandatos como conselheira de saúde, coordenou o Comitê de Saúde da População Negra por 2 anos no município de Santo André.

    Suplente de vereadora, assumir uma cadeira no ano de 2010, como 1º vereadora negra da história do legislativo andreense.

    “Meu compromisso será o de solidificar nosso modelo de gestão implementado pelo governo Lula e Dilma, valorizando a participação social como instrumento para a construção da democracia.”

    Para tanto defendo:

    1. Política afirmativa de gênero e raça

    2. Humanização do SUS

    3. Desburocratização de serviço público / Controle Social

    “O papel social da mulher e sua posição na sociedade contribuirão na luta por um Brasil mais justo e igualitário.”

    Silvana Silva

    #1 – 23/07/2014 - 21:50

Postar um comentário

     (Opcional)