Início » São Paulo » Iporanga


Iporanga - São Paulo



Iporanga faz parte do estado de São Paulo. Encontra-se a uma latitude 24º35′09" sul e a uma longitude 48º35′34" oeste, estando a uma altitude de 81 metros. A população avaliada em 2004 era de 4.535 habitantes.

"Iporanga" é um vocábulo de origem tupi que significa "água bonita", através da junção dos termos ′y ("água") e porang ("bonito").

Os primeiros vestígios de ocupação de ascendência europeia em Iporanga ocorreu em 1600 sendo que só veio a ser habitada em meados de 1650, com a exploração do ouro, e ai se deu a formação do garimpo de Santo António. Iporanga teve a fundação oficial do arraial, no ano de 1755, e teve seus primeiros traços na história a partir de 1650 em registro de terras com o nome de Upuranga.

História da cidade de IPORANGA SãO PAULO

Iporanga, originalmente, constituiu arraial na lavra de ouro do ribeirão Iporanga - nome de origem tupi, que significa água de rio bonito. Entre 1571 e1755, os mineradores Garcia Rodrigues Pais, José Rolim de Moura, Antônio Leme de Alvarenga e Nuno Mendes Torres ergueram uma capela de taipa no local de outra mais antiga - de sapé - construída pelos antigos moradores.

Dessa época restou apenas vestígios de casas, valas e os desvios do ribeirão, pois em fins do século XVIII, a população transferiu-se para a confluência do Iporanga com o Ribeira de Iguape, lá se dedicando à lavoura de subsistência, sobretudo de cana-de-açúcar e arroz.

Uma nova capela, construída anteriormente a 1821, permanece como um marco na cidade e integra-se ao conjunto de casas de pau-a-pique, que ainda se conserva devido ao isolamento geográfico a que foi submetida a cidade.

A produção de aguardente, rapadura e farinha de mandioca, bem como o fato de ser ponto de encontro, esporádico, entre as canoas que vinham do litoral e as tropas de muares que desciam do planalto, permitiram a Iporanga um período de relativa riqueza, em meado do século XIX, em 1873 foi elevada `a Vila e, um ano depois, a Município.

A implantação da ferrovia e da rodovia no planalto golpeou a relativa prosperidade Iporanguense, pois a atividade comercial concentrou-se naquela região prejudicando a movimentação fluvial, da qual dependia.

GENTíLICO: IPORANGUENSE OU IPORANGUEIRO

FORMAçãO ADMINISTRATIVA

Freguesia criada com a denominação de Iporanga, por Decreto de 09 de dezembro de 1830, no Município de Apiaí.

Lei Provincial no 08, de 04 de março de 1843, transfere o Distrito de Iporanga do Município de Apiaí para o de Xiririca (Atual Eldorado).

Elevado a categoria de vila com a denominação de Iporanga, por Lei Provincial nº 39, de 3 de abril de 1873, desmembrado de Xiririca. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 12 de janeiro de 1874.

Cidade por Lei Estadual nº 1038, de 19 de dezembro de 1906.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o Município de Iporanga se compunha do Distrito Sede.

Em divisão referente ao ano de 1933, o Município de Iporanga figura com o Distrito Sede.

Iporanga foi reduzido à condição de Distrito, pertencente à comarca de Apiaí pelo Decreto nº 6448, de 21 de maio de 1934; e a comarca de Faxina pelo Decreto nº 7087, de 10 de abril de 1935.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1936, Iporanga figura como distrito Judiciário pertencente ao Município de Apiaí, do termo e comarca de Faxina.

Reintegrado novamente à categoria de município com a denominação de Iporanga, por Lei nº 2780, de 23 de dezembro de 1936, desmembrado de Apiaí. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 25 de abril de 1937.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1937, figura o Município de Iporanga pertencente ao termo judiciário de Faxina, da comarca de Faxina, e figurando com 1 só Distrito, Iporanga.

No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Iporanga pertence ao termo judiciário de Apiaí, da comarca de Apiaí, e figura com 1 só Distrito, Iporanga.

Pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, o Distrito de Iporanga, do Município de Iporanga perdeu parte do território para o novo Distrito de Barra do Turvo, do mesmo município.

Em 1939-1943, o Município de Iporanga é composto dos Distritos de Iporanga e Barra do Turvo, e pertence ao termo de Apiaí, da comarca de Apiaí.

Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Município de Iporanga ficou composto dos Distritos de Iporanga e Barra do Turvo, e pertence ao termo e comarca de Apiaí.

Lei Estadual no 8092, de 28 de fevereiro de 1964, desmembra do Município de Iporanga o Distrito de Barra do Turvo.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968 o município é constituído do Distrito Sede.

Assim permanece no quadro territorial fixado pela Lei nº 233, de 24-XII-1948, para vigorar em 19491953, bem como no fixado pela Lei nº 2456, de 30-XII-1953 para vigorar em 1954-1958.

Em divisão territorial datada de 01- VII-1960, o município é constituído do Distrito Sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 1.152,059: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 6: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 645: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 223: matrículas
Número de unidades locais: 93: unidades
Pessoal ocupado total: 563: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 9.190,66: reais
População residente : 4.299: pessoas
População residente - Homens: 2.171: pessoas
População residente - Mulheres: 2.128: pessoas
População residente alfabetizada: 3.461: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.332: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 2.400: pessoas
População residente, religião espírita: 21: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.415: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.043,04: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.797,96: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 226,67: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 396,67: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,703:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


Iporanga: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Iporanga? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: